Abrir menu principal
Alexandre Mikhailovich
Grão-Duque da Rússia
Esposa Xenia Alexandrovna da Rússia
Descendência Irina Alexandrovna
André Alexandrovich
Feodor Alexandrovich
Nikita Alexandrovich
Dmitri Alexandrovich
Rostislav Alexandrovich
Vassili Aleksandrovitch
Casa Holsácia-Gottorp-Romanov
Nome completo
Alexandre Mikhailovich Romanov
Nascimento 13 de abril de 1866
  Tbilisi, Geórgia, Império Russo
Morte 26 de fevereiro de 1933 (66 anos)
  Villa St Thérèse, Roquebrune-Cap-Martin, França
Enterro Cimetière de Roquebrune,
Roquebrune-Cap-Martin, França
Pai Miguel Nikolaevich da Rússia
Mãe Cecília de Baden
Religião Ortodoxa Russa

Alexandre Mikhailovich da Rússia (em russo: Александр Михайлович), (13 de abril de 186626 de fevereiro de 1933) foi um membro da família Romanov, um oficial naval, escritor, explorador e cunhado do czar Nicolau II da Rússia, depois de se casar com a sua irmã mais nova, Xenia Alexandrovna da Rússia.

Era também neto do czar Nicolau I da Rússia.

BiografiaEditar

Alexandre nasceu em Tbilisi, na Geórgia, filho do Grão-Duque Miguel Nikolaevich da Rússia (filho do czar Nicolau I) e da sua esposa, a grã-duquesa Olga Feodorovna (Cecília de Baden). Pelo lado materno, Alexandre era bisneto do rei Gustavo IV da Suécia.

 
Alexandre Mikhailovich

O grão-duque era um oficial da marinha e passou muito tempo na Finlândia, numa importante base naval russa. Durante a sua juventude fez uma visita de boa-vontade ao Japão em nome do Império Russo para ajudar ao desenvolvimento do país, fazendo o mesmo mais tarde no Brasil.

Casou-se com a filha do seu primo directo, Alexandre III, Xenia Alexandrovna, no dia 6 de agosto de 1894 e tornou-se assim cunhado do czar Nicolau II de quem foi um conselheiro próximo. Os seus conselhos ao czar foram tanto elogiados como criticados. Após a Guerra Russo-Japonesa de 1904-1905, Alexandre passou a discordar com os pontos de vista do seu cunhado e acabou por criar a sua família longe da Rússia.

Quando rebentou a Revolução Russa de 1917, Alexandre encontrava-se na sua propriedade na Crimeia onde permaneceu até seguir para França a bordo do navio de guerra britânico enviado pelo rei Jorge V do Reino Unido para retirar membros da família Romanov da Rússia. No entanto três dos seus irmãos (Nicolau, Jorge e Sérgio) não tiveram tanta sorte e acabaram por ser assassinados por bolcheviques durante a onda de assassinatos de membros da família Romanov.

Durante o seu exílio, Alexandre escreveu as suas memórias intituladas “Once a Grand Duke”. O livro é uma fonte de referência para a vida da dinastia Romanov e da corte russa nos seus últimos 50 anos.

Faleceu em 26 de fevereiro de 1933. Encontra-se sepultado em Cimetière de Roquebrune-Cap-Martin, Alpes Marítimos, Provença-Alpes-Costa Azul na França.[1]

DescendênciaEditar

Com Xenia, Alexandre teve sete filhos:

Referências


 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alexandre Mikhailovich da Rússia