Abrir menu principal

Alexandre Soares dos Santos

Presidente do Conselho de Administração do Grupo Jerónimo Martins.
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 19 de agosto de 2019) Twemoji 1f464.svg
Alexandre Soares dos Santos
Nome completo Elísio Alexandre Soares dos Santos
Nascimento 23 de setembro de 1934
Porto, Portugal
Morte 16 de agosto de 2019 (85 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portuguesa
Fortuna Aumento Euro 2,51 mil milhões (2017)[1]
Ocupação Gestor, CEO, Grupo Jerónimo Martins

Elísio Alexandre Soares dos Santos GCIHGCMGOMAICGCME (Porto, 23 de setembro de 1934 - 16 de agosto de 2019) foi um empresário e filantropo português. Até novembro de 2013, presidiu ao conselho de administração do grupo Jerónimo Martins.[2][3][4]

Índice

BiografiaEditar

Elísio Alexandre Soares dos Santos é filho de Elísio Alexandre dos Santos, conhecido como "Badez" e de Maria da Conceição Soares dos Santos, filha de Francisco Manuel dos Santos - empresário, em cuja homenagem seu neto materno criou a Fundação que recebeu o seu nome.[5]

CarreiraEditar

Estudou no Colégio Almeida Garrett, no Porto, e frequentou a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, cumprindo um desejo do pai, que desejava que o filho se tornasse advogado. Abandonado o curso, no terceiro ano, iniciou, em 1957, a sua carreira profissional na multinacional de distribuição Unilever.[6] Começou como gestor estagiário, tendo passado pela Alemanha e pela Irlanda. Depois seria nomeado diretor de marketing da Unilever Brasil, função que exerceu de 1964 a 1968.

Em 1968, resolve regressar a Portugal, ingressando na empresa familiar, a Sociedade Francisco Manuel dos Santos. Esta empresa era, há muitos anos, parceira da Jerónimo Martins e Soares dos Santos passou a exercer diretamente funções no Conselho de Administração do Grupo Jerónimo Martins, como administrador-delegado. Passava depois a presidente da Comissão Executiva, cargo que acumulou com o de presidente do Conselho de Administração, desde 1996 até 2004.

Em 2009, cria, junto com sua família, a Fundação Francisco Manuel dos Santos,[7][8] nome do avô materno e tio-avô de Alexandre Soares dos Santos, e que visa estudar os grandes temas nacionais. Esta fundação gere o portal "Pordata", Base de Dados do Portugal Contemporâneo, e lançou uma coleção de livros de Ensaio, a preços reduzidos, sobre temas da atualidade sob o desígnio Conhecer Portugal, pensar o país, e contribuir para a identificação e resolução dos problemas nacionais, assim como promover o debate público.

Foi Presidente do Conselho de Administração do mesmo grupo Jerónimo Martins, Fima Lever Portuguesa, Gelados Olá, supermercados Pingo Doce, cash & carry Recheio, Águas de Vidago, Águas de Melgaço e Pedras Salgadas, Azeite Gallo, Supermercados da Sé no Brasil, Supermercados LillyWite no Reino Unido e as lojas Biedronka, na Polónia, onde o grupo Jerónimo Martins lidera - tal como em Portugal - o mercado da distribuição alimentar, tendo sido substituído na função de CEO pelo seu filho secundogénito,[carece de fontes?] Pedro Manuel da Silveira e Castro Soares dos Santos.[9] Apesar da sua postura patriótica, a sede da sua sociedade familiar foi a 19.ª das 20 empresas do PSI-20 a registar-se nos Países Baixos para efeitos de carga fiscal.

Exerceu a presidência do Conselho Geral da Universidade de Aveiro entre 2009 e 2014.[10]

Foi agraciado com os graus de Grande-Oficial da Ordem Civil do Mérito Agrícola, Industrial e Comercial - Classe Industrial (28 de maio de 1992), Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique (9 de junho de 2000), Grã-Cruz da Ordem do Mérito (17 de janeiro de 2006), Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial - Classe do Mérito Comercial (17 de março de 2017).[11] e Comendador da Pontifícia Ordem Equestre de São Gregório Magno do Vaticano ou da Santa Sé (20 de novembro de 2017).[12]

FortunaEditar

Em 1998 e 1999, a revista Forbes coloca-o na lista dos mais ricos homens da Europa, com um valor de 2 e 1,9 mil milhões de dólares, respectivamente.[13][14]

Em março de 2011, a Forbes anunciou que Alexandre Soares dos Santos era o segundo mais rico português, valendo 2,3 mil milhões de dólares (1,65 mil milhões de euros). Ele aparece, segundo a Forbes, no lugar 512 entre os bilionários, não o incluindo na lista de 2010,[15] tendo, todavia, surgido nos 500 mais ricos do Mundo no ano seguinte.

É proprietário da Quinta da Parreira, em Ourém.

Casamento e descendênciaEditar

Casou em Lisboa, São João, na Igreja da Madre de Deus, a 28 de dezembro de 1957 com Maria Teresa Canas Mendes da Silveira e Castro, filha do Oficial de Engenharia Manuel Gonçalves da Silveira de Azevedo e Castro e de sua segunda mulher Zina Canas de Andrade Mendes, de quem tem sete filhos e filhas.[16]

MorteEditar

Elísio Alexandre Soares dos Santos faleceu em 16 de agosto de 2019.[17] A causa da morte terá sido cancro no pâncreas.

Referências

  1. http://www.esquerda.net/artigo/amorim-e-soares-dos-santos-engordaram-suas-fortunas/47684
  2. «Alexandre Soares dos Santos & family on Forbes Lists». Forbes. 16 de agosto de 2015. Consultado em 16 de agosto de 2015 
  3. «Conselho administração». Jeronimomartins.pt. Arquivado do original em 22 de novembro de 2010 
  4. «Soares dos Santos deixa presidência da Jerónimo Martins». Semanário Expresso. Expresso Economia. 24 de setembro de 2013. Consultado em 24 de setembro de 2013 
  5. «OS RICOS PORTUGUESES - Domingo - Correio da Manhã». web.archive.org. 12 de novembro de 2013. Consultado em 16 de agosto de 2019 
  6. «Alexandre Soares dos Santos». Infopédia, edição online. Consultado em 3 de maio de 2010 
  7. Economia. «Família Soares dos Santos cria fundação para estudar grandes temas nacionais». Jornal Público. Consultado em 5 de abril de 2010 
  8. «Família Soares dos Santos cria fundação com orçamento anual de 5 milhões». Jornal de Negócios 
  9. «Pedro Soares dos Santos sobe a CEO da Jerónimo Martins». SAPO. Diário Digital. 9 de abril de 2010. Consultado em 3 de maio de 2010 
  10. «ELÍSIO ALEXANDRE SOARES DOS SANTOS». Universidade de Aveiro 
  11. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Elísio Alexandre Soares dos Santos". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  12. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Estrangeiras». Resultado da busca de "Elísio Alexandre Soares dos Santos". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 18 de agosto de 2019 
  13. «1998» (em inglês). Forbes 
  14. «1999» (em inglês). Forbes 
  15. Jornal de Notícias. 10 de março de 2011 http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1802386  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  16. Nuno Gonçalo de Carvalho Canas Mendes (1.ª Edição, Mafra, 2000). História de Três Famílias Saloias. [S.l.]: Câmara Municipal de Mafra. 88-9  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  17. RTP, RTP, Rádio e Televisão de Portugal-. «Morreu Alexandre Soares dos Santos». www.rtp.pt. Consultado em 16 de agosto de 2019 

Ligações externasEditar