Alexandre da Silva Pedrosa Guimarães

Bispo de Macau

Alexandre da Silva Pedrosa Guimarães (em chinês: 祁羅沙), nascido na Baía em 21 de julho de 1727 e falecido em Lisboa em 17 de fevereiro de 1799, foi um bispo português em Macau.[1]

D. Alexandre da Silva Pedrosa Guimarães
(祁羅沙)
Bispo da Igreja Católica

Título

Governador do bispado de Macau
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Macau
Nomeação 1772
Predecessor Bartolomeu Manuel Mendes dos Reis
Sucessor Marcelino José da Silva
Mandato 1772 — 1789
Ordenação e nomeação
Nomeação episcopal 13 de junho de 1772
Ordenação episcopal 8 de março de 1773
Macau
Dados pessoais
Nascimento Baía
21 de julho de 1727
Morte Lisboa
17 de fevereiro de 1799
Nacionalidade português
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Foi nomeado Bispo de Macau em 13 de Julho de 1772 e confirmado em 8 de Março de 1773. Chegou a Macau em 1774. Era contra os jesuítas e envolveu-se em disputas com o bispo de Nanquim. Foi chamado a Lisboa em 1780, onde apresentou a renúncia em 1782, que foi aceite em 9 de Julho de 1789.
De 1780 até 1791, o governador do bispado foi António Jorge Nogueira. Durante o seu governo, os lazaristas reabriram em 1794 o Seminário de São José, encerrado desde a expulsão dos jesuítas. A situação da Igreja Católica na China piorou, com o agravar das perseguições.[1]

Referências

  1. a b Monsenhor Manuel Teixeira, "Bispos, Missionários, Igrejas e Escolas: no IV Centenário da Diocese de Macau" (Macau e a sua Diocese, Vol. 12), Macau, Tipografia da Missão do Padroado, 1976; pág. 40, 41 e 42

Ligações externasEditar

  • Alexandre da Silva Pedrosa Guimarães na GCatholic, [1]

Precedido por
Bartolomeu Manuel Mendes dos Reis
 
Governador do bispado e administrador apostólico de Macau

1772 — 1789
Sucedido por
Marcelino José da Silva
  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.