Abrir menu principal

Alexandrina da Prússia (1915–1980)

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Alexandrina da Prússia
Princesa da Prússia
Bundesarchiv Bild 183-2003-1014-505, Potsdam, Kronprinzessin Cecilie mit ihren Töchtern.jpg
Alexandrina (esq.) com a mãe e a irmã mais nova
Casa Casa de Hohenzollern
Nascimento 7 de abril de 1915
  Kronprinzenpalais, Berlim, Prússia, Império Alemão
Morte 2 de outubro de 1980 (65 anos)
  Starnberg, Alemanha Ocidental
Enterro Bastião de São Miguel, Castelo de Hohenzollern, Alemanha
Pai Guilherme, Príncipe Herdeiro da Alemanha
Mãe Cecília de Mecklemburgo-Schwerin

Alexandrina Irene da Prússia (Berlim, 7 de abril de 1915 - Starnberg, 2 de outubro de 1980) foi a quinta criança e primeira filha nascida de Guilherme, Príncipe Herdeiro da Alemanha e da sua esposa, a princesa Cecília de Mecklemburgo-Schwerin.

Alexandrina nasceu com Síndrome de Down, uma condição rara dentro da família real alemã que não a impediu de viver uma infância tranquila com os pais e irmãos em Potsdam, na Alemanha.

Entre 1932 e 1934, Alexandrina frequentou a Escola Especial de Trüpersche, em Jena, a primeira instituição de ensino europeia dedicada à educação académica e artística de crianças com impedimentos físicos e mentais. No Verão de 1934 regressou a Potsdam onde permaneceu por dois anos até em 1936, aos 21 anos, quando se mudou para a Baviera. Permaneceria lá até ao final da Segunda Guerra Mundial em 1945, altura em que comprou uma pequena casa perto do lago Starnberger onde passaria o resto dos seus dias.

Alexandrina morreu em 1980, aos 65 anos e encontra-se enterrada no Bastião de São Miguel no Castelo de Hohenzollern.

Ao contrário do seu primo afastado, o príncipe João do Reino Unido que, devido aos seus problemas de Autismo e Epilepsia foi afastado do público, a condição de Alexandrina era conhecida e ela aparecia frequentemente com o resto da família em ocasiões públicas e postais.

Referências

Ligações externasEditar