Alexia da Grécia e Dinamarca

Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Alexia, veja Alexia (desambiguação).
Alexia
Princesa da Grécia e Dinamarca
Reinado 10 de julho de 1965 - 9 de julho de 1999
Cônjuge Carlos Javier Morales Quintana
Casa Eslésvico-Holsácia-
Sonderburgo-Glucksburgo
Nascimento 10 de julho de 1965 (54 anos)
  Mon Repos, Corfu, Ilhas Jónicas
Pai Constantino II da Grécia
Mãe Ana Maria da Dinamarca
Religião Igreja Ortodoxa Grega
O Palácio de Mon Repos, lugar onde Alexia nasceu

Alexia da Grécia e Dinamarca (em grego: Αλεξία της Ελλάδας; Corfu, 10 de julho de 1965) é Princesa da Grécia e Dinamarca como filha mais velha do Rei Constantino II da Grécia e da Rainha Ana Maria da Grécia, Princesa da Dinamarca, os últimos reis gregos.

Seu nome completo é Alexia de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg e da Dinamarca.

Seu tios são a Rainha Margarida da Dinamarca, a Princesa Benedita da Dinamarca, a Rainha Sofia da Espanha e a Princesa Irene de Grécia e ela é prima em primeiro grau do Rei Felipe da Espanha e do Príncipe Herdeiro Frederico da Dinamarca.

BiografiaEditar

Nasceu no Palácio Real de Mon Repos, na Grécia, mas seu pai teve que ir para o exílio em 1967 quando uma Junta Militar tomou o poder, tendo ela então morado, após isto, primeiro em Roma e depois em Londres. [1] [2]

Na capital da Inglaterra, foi educada, como seus irmãos, no Colégio Helênica. Formou -se em História pela Universidade de Londres, no Sussex, e posteriormente especializou-se em Educação no East End de Londres, onde lecionou em uma escola primária estadual antes de se mudar para Barcelona, onde se tornou uma professora de crianças com deficiências de desenvolvimento.[3] [4] [5]

Em 1994, tanto ela como seus pais e irmão, perderam a cidadania grega por iniciativa do ministro socialista Giorgios Papandreu. No entanto, a cidadania lhes foi restaurada no início dos anos 2010, quando seus pais decidiram voltar a morar no país, mais especificamente em Porto Helli. [1] [2]

Desde seu nascimento até o nascimento, em 20 de Maio de 1967, de seu irmão Paulo, Alexia era herdeira presuntiva do Trono dos Helenos, a então monarquia existente.[6]

Casamento e descendênciaEditar

Casou-se com empresário espanhol Carlos Morales em julho de 1999, em Londres. O casal tem quatro filhos: Arrieta, Ana Maria, Carlos e Amélia. A família vive em Lanzarote, Espanha. [2] [5]

Interesses pessoaisEditar

É pelo mar e pelas atividades náuticas. ""Sempre tive uma forte ligação ao mar. O meu pai ganhou uma medalha de ouro olímpica na classe Dragão em 1960... Na verdade, existe uma tradição marinheira na minha família, sempre estivemos ligados ao mar de forma natural", disse para a Caras Portugal em 2010. [7]

TítulosEditar

  • Sua Alteza Real a Princesa Alexia da Grécia, Princesa da Dinamarca.

Referências

  1. a b Galaz, Mábel (9 de março de 2014). «O regresso do cidadão Constantino». EL PAÍS. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  2. a b c «La familia real griega ha elegido Lanzarote para vivir alejados del ruido mediático y de los flashes de los paparazzi». vf (em espanhol). 8 de maio de 2010. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  3. Eilers, Marlene. Queen Victoria's Descendants. Rosvall Royal Books, Falkoping, Sweden, 1997. pp. 31-33, 132, 173. ISBN 91-630-5964-9
  4. de Badts de Cugnac, Chantal. Coutant de Saisseval, Guy. Nouvelle Imprimerie Laballery. Paris. 2002. pp. 522-525, 536-539 (French) ISBN 2-9507974-3-1
  5. a b «Alexia de Grecia cumple 50 años un mes después que su prima y mejor amiga, la infanta Cristina». HOLA USA (em espanhol). 8 de julho de 2015. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  6. Montgomery-Massingberd, Hugh. "Burke’s Royal Families of the World: Volume I Europe & Latin America, 1977, pp. 67, 316, 327-328. ISBN 0-85011-023-8
  7. «Princesa Alexia da Grécia e o marido, Carlos Morales, visitam a Madeira». Caras. Consultado em 10 de janeiro de 2020 

Ligações externasEditar