Abrir menu principal
Alfredo Rizzotti
Nome completo Alfredo Rullo Rizzotti
Nascimento 15 de agosto de 1909
Serrana, São Paulo|SP
Morte 12 de maio de 1972 (62 anos)
São Paulo, São Paulo|SP
Nacionalidade brasileiro
Italiano
Ocupação pintor
desenhista
decorador
Prêmios Medalha de Bronze no Salão Nacional de Belas Artes (1942)
Medalha de Prata no Salão Nacional de Belas Artes (1947)
Medalha de Bronze no Salão Paulista de Arte Moderna (1963)

Alfredo Rullo Rizzotti (Serrana, 15 de agosto de 1909São Paulo, 12 de maio de 1972) foi um pintor, desenhista e decorador brasileiro.

Antes de se dedicar à pintura, foi torneiro mecânico, mecânico de automóveis e fresador. Viveu em Turim, na Itália, de 1924 a 1935, onde cursou a Accademia Albertina.[1]

A partir de 1937 passou a integrar o Grupo Santa Helena, do qual faziam parte outros artistas de origem proletária como Francisco Rebolo, Mario Zanini, Humberto Rosa, Fulvio Penacchi, Clóvis Graciano, Manuel Martins e Alfredo Volpi.[2][3]

Em 1942 recebeu medalha de bronze no Salão Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Participou em 1946 no Chile de uma exposição de artistas brasileiros, onde se destacou por retratar paisagens bucólicas e tipos humanos populares. Em 1947 ganhou medalha de prata no Salão Nacional de Belas Artes e em 1963 foi medalha de bronze no Salão Paulista de Arte Moderna. De 1946 a 1961 pintou muito pouco em consequência de uma intoxicação por tinta, que lhe causavam eczemas e alergia.[4]

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.