Ali ibne Iúçufe

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ali I.

Ali ibne Iúçufe ibn Taxifine/Taxufine (Ali ibn Yusuf ibn Tashfin; em grego: علي بن يوسف; m. 1143), filho de Iúçufe ibne Taxufine, foi o segundo emir da dinastia dos almorávidas, de 1106 a 1143. Venceu os Cristãos na Batalha de Uclés. Extinguiu a Taifa de Saragoça em 1110 e atacou e tomou Coimbra (excepto o castelo) em 1117.

Ali ibne Iúçufe
Emir almorávida do Magrebe e Alandalus
Dinar de ouro emitido durante seu governo
Reinado 1106-1143
Consorte Gania
Antecessor(a) Iúçufe ibne Taxufine
Sucessor(a) Taxufine ibne Ali ibne Iúçufe
Descendência Iáia
Maomé
Taxufine
Casa Almorávida
Morte 1143
Pai Iúçufe ibne Taxufine
Religião Islamismo

Durante o seu governo ocorreu a revolta dos almóadas em Marrocos e o seu general, Sir, reconquistou Sintra, Lisboa e Santarém ao Condado Portucalense. Por ocasião da Tomada de Santarém em 15 de Março de 1147, o poeta ibne Abdune escreveu famosa carta a este governante. Foi sucedido pelo seu filho Taxufine ibne Ali ibne Iúçufe.

Ver tambémEditar

Precedido por
Iúçufe ibne Taxufine
Emir almorávida
Sucedido por
Taxufine ibne Ali ibne Iúçufe

BibliografiaEditar

  • Viguera, María Jesús; Los reinos de taifas y las invasiones magrebíes : (Al-Andalus del XI al XIII). 1992. Editorial MAPFRE. ISBN 84-7100-431-3 página 179-187


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.