Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ali I.
Ali ibne Iúçufe
Emir almorávida do Magrebe e Alandalus
Dinar de ouro emitido durante seu governo
Reinado 1106-1143
Consorte Gania
Antecessor(a) Iúçufe ibne Taxufine
Sucessor(a) Taxufine ibne Ali ibne Iúçufe
Descendência Iáia
Maomé
Taxufine
Casa Almorávida
Morte 1143
Pai Iúçufe ibne Taxufine
Religião Islamismo

Ali ibne Iúçufe ibn Taxifine/Taxufine (Ali ibn Yusuf ibn Tashfin; em grego: علي بن يوسف; m. 1143), filho de Iúçufe ibne Taxufine, foi o segundo emir da dinastia dos almorávidas, de 1106 a 1143. Venceu os Cristãos na Batalha de Uclés. Extinguiu a Taifa de Saragoça em 1110 e atacou e tomou Coimbra (excepto o castelo) em 1117.

Durante o seu governo ocorreu a revolta dos almóadas em Marrocos e o seu general, Sir, reconquistou Sintra, Lisboa e Santarém ao Condado Portucalense. Por ocasião da Tomada de Santarém em 15 de Março de 1147, o poeta ibne Abdune escreveu famosa carta a este governante. Foi sucedido pelo seu filho Taxufine ibne Ali ibne Iúçufe.

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Viguera, María Jesús; Los reinos de taifas y las invasiones magrebíes : (Al-Andalus del XI al XIII). 1992. Editorial MAPFRE. ISBN 84-7100-431-3 página 179-187


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.