Abrir menu principal
Aliança Nacional
Nacionālā Apvienība
Líder Raivis Dzintars
Fundação 2010 (aliança)
23 de julho de 2011 (partido)
Sede Kaļķu iela 11 3.stāvs Riga LV-1050,  Letônia
Ideologia Nacionalismo letão[1]
Conservadorismo[1]
Conservadorismo social[2]
Populismo de direita[3][4]
Liberalismo económico[5]
Espectro político Direita[6][7][8] a extrema-direita[3][4]
Ala jovem Nacionālās apvienības jauniešu organizācija[9]
Membros 1.094[10]
Afiliação europeia Aliança dos Reformistas e Conservadores Europeus
Grupo no Parlamento Europeu Reformistas e Conservadores Europeus
Saeima
13 / 100
Parlamento Europeu
1 / 8
Cores Dourado e Marrom

A Aliança Nacional (em letão: Nacionālā Apvienība, NA), de nome oficial Aliança Nacional "Tudo pela Letónia - Pela Pátria e Liberdade/LNNK" (em letão: Nacionālā apvienība „Visu Latvijai!” – „Tēvzemei un Brīvībai/LNNK) é um partido político da Letónia.

Inicialmente, a Aliança foi formada como uma coligação eleitoral por dois partidos nacionalistas: Pela Pátria e Liberdade/LNNK e Tudo pela Letónia, após terem sido recusados na Unidade.[11]

A Aliança foi transformada em partido político em 2011.

O partido junta várias correntes políticas: nacionalistas,[12] conservadoras e populistas, sendo defensor do liberalismo económico[13][14] e crítico da União Europeia, da Globalização e anteriormente da Rússia, mas passou a se aliar a Rússia com o passar do tempo.[15] Esta possível aliança com a Rússia foi rompida a partir de Maidan, com o partido a formar com os diverso movimentos nacionalistas ucranianos e assumindo uma retórica fortemente anti-russa[16][17].

O partido é membro da Aliança dos Reformistas e Conservadores Europeus e, o seu secretário-general é Raivis Zeltīts.

Índice

Resultados eleitoraisEditar

Eleições legislativasEditar

Data CI. Votos % +/- Deputados +/- Status
2010 4.º 74 028
7,8 / 100,0
8 / 100
Oposição
2011 4.º 127 208
13,9 / 100,0
 5,1
14 / 100
 6 Governo
2014 4.º 151 567
16,6 / 100,0
 2,7
17 / 100
 3 Governo
2018 5.º 92 963
11,0 / 100,0
 5,6
13 / 100
 1 Governo

Eleições europeiasEditar

Data CI. Votos % Deputados
2014 2.º 63 229
14,3 / 100,0
1 / 8

ReferênciasEditar

  1. a b Nordsieck, Wolfram (2014). «Latvia». Parties and Elections in Europe. Consultado em 21 de maio de 2018 
  2. «Detail». Bti-project.org. Consultado em 8 de novembro de 2018 
  3. a b Auers; Kasekamp, Comparing Radical-Right Populism in Estonia and Latvia, pp. 235–236 
  4. a b Pausch, Robert (4 de fevereiro de 2015). «Populismus oder Extremismus? – Radikale Parteien in Europa». Die Zeit. Consultado em 28 de abril de 2017 
  5. E. L. (18 de setembro de 2011). «Snap election falls flat». The Economist. Consultado em 15 de setembro de 2011 
  6. Bogushevitch, Tatyana; Dimitrovs, Aleksejs (novembro de 2010). «Elections in Latvia: status quo for minorities remains» (PDF). Journal on Ethnopolitics and Minority Issues in Europe. 9 (1): 72–89 
  7. «Pro-Russia party wins most votes in Latvia election». BBC News. 18 de setembro de 2011. Consultado em 15 de setembro de 2011 
  8. «Pro-Russia party led by young mayor poised to win historic Latvian election». Washington Post. 18 de setembro de 2011. Consultado em 15 de setembro de 2011 
  9. Jaunieši (9 de maio de 2017). «Jaunieši - Nacionālā apvienība VL-TB/LNNK». Nacionalaapvieniba.lv. Consultado em 8 de novembro de 2018 
  10. «'Nacionālā Neatkarība', parties monthly newspaper» (PDF) (em Latvian). Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  11. «Unity forgoes merging with far-right | balticreports.com». Consultado em 20 de novembro de 2015 
  12. «Parties and Elections in Europe». www.parties-and-elections.eu. Consultado em 20 de novembro de 2015 
  13. «Snap election falls flat». The Economist. ISSN 0013-0613 
  14. «Reboot in Riga». The Economist. ISSN 0013-0613 
  15. «Baltijas nacionālisti paraksta sadarbības līgumu, vēršoties pret globālajiem apdraudējumiem». Nacionālā apvienība VL-TB/LNNK. Consultado em 20 de novembro de 2015 
  16. «Jāņa Dombravas runa, Saeimas ikgadējās ārlietu debatēs pārstāvot NA frakcijas viedokli». Nacionālā apvienība VL-TB/LNNK (em letão). Consultado em 17 de março de 2019 
  17. «Edvīns Šnore EDSO PA nosoda Krievijas agresiju un aicina Ukrainai sniegt militāru palīdzību». Nacionālā apvienība VL-TB/LNNK (em letão). Consultado em 17 de março de 2019