Abrir menu principal

Alija Izetbegović

Alija Izetbegović
Nascimento 8 de agosto de 1925
Šamac
Morte 19 de outubro de 2003 (78 anos)
Sarajevo
Residência Sarajevo, Bósnia e Herzegovina
Cidadania Bósnia e Herzegovina, República Socialista Federativa da Iugoslávia
Etnia bósnios
Filho(s) Bakir Izetbegović
Alma mater Faculdade de Direito da Universidade de Sarajevo
Ocupação advogado, filósofo, político, escritor, Comissário político
Religião Sunismo, Islã
Causa da morte doença cardiovascular
Assinatura
Alija Izetbegović signature.gif

Alija Izetbegović (no alfabeto cirílico: Алија Изетбеговић; IPA[alija izɛtbɛɡɔʋitɕ]; Bosanski Šamac, 8 de agosto de 1925Sarajevo, 19 de outubro de 2003) foi um ativista, advogado, escritor, filósofo e político bósnio. Em 1990 tornou-se o primeiro presidente da Bósnia e Herzegovina, cargo que ocupou até 1996, quando passou a fazer parte da Presidência da Bósnia e Herzegovina, onde ficou até 2000. É autor de diversos livros, como Islã entre Ocidente e Oriente e a Declaração Islâmica.[1]

Izetbegović ganhou as eleições de 1990 como candidato do Partido da Ação Democrática. Como presidente da República, tentou manter a Bósnia e Herzegovina como uma república monoétnica independente, mas não conseguiu evitar a guerra civil que eclodiu em 1992.

Em 21 de novembro de 1995, assinou um acordo de paz em Dayton (Estados Unidos) com os presidentes da Croácia e da Sérvia.

Referências

  1. Binder, David (20 de outubro de 2003). «Alija Izetbegovic, Muslim Who Led Bosnia, Dies at 78». New York Times 
  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alija Izetbegović