Abrir menu principal

Alive! (álbum de Kiss)

álbum de Kiss
Alive!
Álbum ao vivo de Kiss
Lançamento 10 de Setembro de 1975
Gravação Junho a Março de 1975
Gênero(s) Hard rock
Duração 74:50
Formato(s) LP
CD
Gravadora(s) Casablanca Records
Produção Eddie Kramer
Cronologia de Kiss
Dressed to Kill
(1975)
Destroyer
(1976)
Singles de Alive!
  1. "Rock And Roll All Nite (ao vivo)"
    Lançamento: 14 de Outubro de 1975

Alive! é o primeiro álbum gravado ao vivo da banda Kiss.

Com 22 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, foi o primeiro ao vivo da banda. Ele contém versões ao vivo de canções dos álbuns: Kiss, Hotter Than Hell e Dressed to Kill.

O disco duplo, gravado de março a junho de 1975, e lançado em 10 de setembro de 1975, foi talvez um divisor de águas da primeira fase do Kiss. Isto porque, apesar do álbum Dressed to Kill, tendo como uma das faixas: "Rock And Roll All Nite", o maior hit da banda, o Kiss ainda era apenas uma banda promissora que poderia sofrer algumas mudanças (como ocorreria anos depois) ou quem sabe até mesmo poderia ocorrer a extinção da banda. O disco mostrou um Kiss bem virtuoso e maduro, apesar do pouco tempo de estrada. Com este disco duplo, eles cravaram sua marca na história do rock and roll. Inicialmente, a dupla platina foi uma brecha do Kiss para o mainstream e também contém a versão ao vivo do então hino do rock mundial "Rock And Roll All Nite".

Alive! vendeu tanto que mudou a carreira do Kiss. Foram mais de 500 mil cópias na primeira semana apenas nos Estados Unidos (onde atingiu a nona posição em vendas) alavancando a carreira da banda e o status dentre os grandes nomes do rock. A partir dele, o nome Kiss permaneceria como símbolo de marketing feito com muito talento e, principalmente, sinônimo de boa música.

O álbum é marcado pela polêmica dos overdubs, ou correções em estúdio, algo que tanto o produtor Eddie Kramer como os próprios membros do Kiss confirmaram anos depois em diversas ocasiões.[1]

O nome do álbum é uma homenagem ao álbum ao vivo Slade Alive! (1972) do grupo de glam rock inglês Slade. Banda essa que influenciou o trabalho do Kiss.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas. [2]
Pitchfork 10 de 10 estrelas. [3]
Rolling Stone 4 de 5 estrelas. [4]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Índice

FaixasEditar

Disco 1Editar

  1. "Deuce" (Gene Simmons, Paul Stanley) – 3:32
  2. "Strutter" (Paul Stanley, Gene Simmons) – 3:12
  3. "Got To Choose" (Paul Stanley) – 3:35
  4. "Hotter Than Hell" (Paul Stanley) – 3:11
  5. "Firehouse" (Paul Stanley) – 3:42
  6. "Nothin' To Lose" (Gene Simmons) – 3:23
  7. "C'mon and Love Me" (Paul Stanley) – 2:52
  8. "Parasite" (Ace Frehley) – 3:21
  9. "She" (Gene Simmons, Stephen Coronel) – 6:42

Disco 2Editar

  1. "Watchin' You" (Gene Simmons) – 3:51
  2. "100,000 Years" (Gene Simmons, Paul Stanley) – 12:10
  3. "Black Diamond" (Paul Stanley) – 5:50
  4. "Rock Bottom" (Ace Frehley, Paul Stanley) – 4:59
  5. "Cold Gin" (Ace Frehley) – 5:43
  6. "Rock And Roll All Nite" (Paul Stanley, Gene Simmons) – 4:23
  7. "Let Me Go, Rock N' Roll" (Paul Stanley, Gene Simmons) – 5:45

IntegrantesEditar

Posições atingidasEditar

Certificador Certicado
RIAA (Estados Unidos)   4× Platina

CompactosEditar

Ano Título Parada Posição
1975 "Rock And Roll All Nite" (ao vivo) Pop singles (E.U.A.) 2
1975 "Rock And Roll All Nite" (ao vivo) Pop singles (Áustria) 6
1975 "Rock And Roll All Nite" (ao vivo) Pop singles (Canadá) 3

AclamaçõesEditar

Publicação País - Ano Posição
Rolling Stone   Estados Unidos Os 500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos[5] 2003 80
Rolling Stone   Estados Unidos Os 25 Melhores Álbuns Ao Vivo 2007 1

CuriosidadesEditar

 
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde julho de 2012).
  • Alive! foi gravado durante cinco concertos feitos em quatro cidades: Cleveland, Detroit, Wildwood e Davenport[6], todas nos Estados Unidos.
  • A Revista Circus o elegeu o segundo melhor álbum 1975, perdendo apenas para Physical Graffiti do Led Zeppelin.
  • Aconteceu um erro na ordem das faixas no álbum a última canção; era para ser "Rock And Roll All Nite" e não "Let Me Go, Rock N' Roll".

Referências

  1. «How Kiss Came 'Alive!' – By Using Some Studio Magic». Ultimate Classic Rock (em inglês). Consultado em 23 de agosto de 2018 
  2. Avaliação no allmusic
  3. «Avaliação na Pitchfork». Consultado em 22 de março de 2008. Arquivado do original em 28 de setembro de 2008 
  4. Avaliação na Rolling Stone
  5. «The RS 500 Greatest Albums of All Time». Rolling Stone. 2003. Consultado em 6 de agosto de 2007 
  6. «KISS: 40 anos do revolucionário "Alive!"». Igor Miranda 


  Este artigo sobre um álbum de Kiss é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.