Abrir menu principal

Alpendurada e Matos

vila e antiga freguesia de Portugal
Portugal Alpendurada e Matos 
  Freguesia portuguesa extinta  
Alpendurada e Matos está localizado em: Portugal Continental
Alpendurada e Matos
Localização de Alpendurada e Matos em Portugal Continental
Coordenadas 41° 05' N 8° 15' O
Concelho primitivo Marco de Canaveses
Concelho (s) atual (is) Marco de Canaveses
Freguesia (s) atual (is) Alpendorada, Várzea e Torrão
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
- Total 10,54 km²
População (2011)
 - Total 5 580
    • Densidade 529,4 hab./km²

Alpendurada, Várzea e Torrão é uma freguesia portuguesa do concelho de Marco de Canaveses, com 10,54 km² de área[1] e 5 580 habitantes.[2] A sua densidade populacional é de 529,4 hab/km². Foi elevada a vila em 16 de Agosto de 1991.

Até à revolução liberal fez parte do couto de Alpendorada, sendo então integrada no entretanto extinto concelho de Benviver.

A antiga freguesia foi extinta pela reorganização administrativa de 2013,[3] sendo o seu território integrado na freguesia de Alpendorada, Várzea e Torrão.

Índice

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Alpendurada e Matos [4]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1 148 1 329 1 355 1 326 1 473 1 453 1 596 2 028 2 101 2 497 3 072 3 937 4 234 4 883 5 580
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 1 145 837 2 530 371 23,4% 17,1% 51,8% 7,6%
2011 1 126 782 3 142 530 20,2% 14,0% 56,3% 9,5%

HistóriaEditar

  • Há notícia de Alpendorada referindo o ano do Senhor 870, século IX, conforme cópia na contra-capa do que será o documento Latino-Português mais antigo até hoje decifrado, que está escrito em pergaminho e arquivado na Torre do Tombo, em Lisboa.

A Enciclopédia Beneditina Lusitana (Tomo II), dedica a Alpendorada trinta e cinco páginas e aponta a fundação do Mosteiro de S. João Baptista de Pendorada para 1024.

O Dicionário Corográfico Américo Costa dedica a Alpendorada quase seis páginas e confirma a fundação em 1024.

O Padre Manuel Vieira de Magalhães, o elucidário de Santa Rosa do Viterbo, Pinheiro Leal em “Portugal Antigo e Moderno“, José Matoso, etc., apontaram 1054, 1059, 1062 e 1064 como datas da fundação, mas todos confirmam a sua existência em 1834.

Falam de Alpendorada Alberto Pimentel, século XIX, em corografia da Terra Portuguesa e Testamento de Sangue, Camilo Castelo Branco, século XIX, em “A Bruxa do Monte Córdoba”, Raul Rego, “Jornal de Notícias”, século XX, o Padre David Teixeira, “O Marcoense” de 1943, D. Rafael Abade de Singeverga, reitor do Instituto Pio XII em 1992, entre outros.

TurismoEditar

  • Museu da Pedra (O primeiro núcleo do Museu da Pedra do Marco de Canaveses foi hoje inaugurado e pretende "reunir os testemunhos da importância do granito para o concelho e para a região".

Este primeiro núcleo "corresponde à primeira fase de um projecto que visa estender o museu para muitos lugares". "Este museu [o único no país ligado ao granito] é diferente, pela sua concepção, pelo que está ligado à ancestralidade humana e que desce progressivamente até à actualidade", referiu. "O museu está pensado para se espalhar por vários espaços que marcam a relação do homem com a pedra, a pedra com a arte, com o património e com a sua história".)

EconomiaEditar

  • Actividades económicas: extracção e preparação de granito, construção civil, indústria têxtil e agricultura.
  • Artesanato: peças decorativas em granito e tecelagem.
  • Feiras: todos os Sábados.

Festas e romariasEditar

  • São João Baptista (Junho)
  • Marchas de São João (Junho)
  • São Miguel de Matos(Maio)
  • Senhora da Silva (Agosto)
  • São Sebastião (Janeiro)
  • Bienal da pedra (Outubro)

ColectividadesEditar

  • Futebol Clube de Alpendorada
  • Associação Recreativa Cultural de Alpendorada
  • Rancho Folclórico S. João Baptista de Alpendorada
  • Clube de Caça
  • Clube de Pesca e Desportos Náuticos
  • Clube de Atletismo CIAA
  • Fanfarra Juvenil de Alpendorada
  • Ginásio Clube de Alpendorada
  • Ass. Amadores de Pesca de Alpendorada
  • Grupo de Jovens - Pronúncia Jovem

Piscinas Municipais de Alpendorada

  • Academia de música (ARADUM) - inclui canto, dança, teatro, flauta transversal, piano, guitarra, formação musical, acordeão, etc..

PatrimónioEditar

Notas

Referências

  1. IGP (2012). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2012.1» (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2012.1. Instituto Geográfico Português. Consultado em 30 de julho de 2013. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2013 
  2. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_NORTE". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27 de julho de 2013. Cópia arquivada em 8 de outubro de 2014 
  3. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes