Abrir menu principal
Altar de Marte
Tipo Altar
Construção século VIII/VII a.C.
Promotor / construtor Numa Pompílio
Geografia
País Itália
Cidade Roma
Localização Região VII - Via Lata
Coordenadas 41° 53' 47" N 12° 28' 51" E
Altar de Marte está localizado em: Roma
Altar de Marte
Altar de Marte

O Altar de Marte (em latim: Ara Martis), na Roma Antiga, foi o mais antigo altar e um dos mais importantes monumentos religiosos dedicados ao deus romano Marte na cidade de Roma. Sabe-se que localizava-se no Campo de Marte, tendo talvez emprestado seu nome ao campo, porém é incerto onde precisamente situava-se. Alguns estudiosos sugerem que estava na seção norte do Campo de Marte, nas imediações do Panteão. Para Christian Hülsen estaria próximo a moderna Praça de Jesus, enquanto para Lawrence Richardson Jr., no interior da Vila Pública.[1][2]

Outra hipótese, apresentada por Filippo Coarelli, baseia-se numa série de muros descobertos sob a Via do Plebiscito em 1925. Segundo ele, estes muros, oriundos duma reconstrução sob o imperador Adriano (r. 117–138), pertenceriam a um períbolo, ca. 65 x 65 metros, dentro do qual o altar localizava-se sob uma massiva plataforma elevada. As escavações também descobriram traços duma estrutura mais antiga.[1]

A dedicação do Altar de Marte remonta ao período da expulsão dos Tarquínios por Lúcio Júnio Bruto, porém sua edificação é datada, segundo Festo, no reinado do rei Numa Pompílio (r. 715–673 a.C.).[1] Durante a República Romana, esteve associado com as atividades dos censores. Tito Lívio menciona que os novos censores colocavam suas cadeiras curuis próximo a ele após sua eleição e que, com a conclusão do censo, um dos censores, aleatoriamente selecionado, realizava a purificação solene dos cidadãos reunidos mediante a Suovetaurília.[2]

Em 193 a.C., foi construído por Marco Emílio Lépido e Lúcio Emílio Paulo Macedônico um pórtico que ligou a Porta Fontinal ao Altar de Marte.[3] Durante o Império Romano, segundo Richardson, após o incêndio ocorrido no reinado do imperador Tito (r. 79–81), o Altar de Marte teria sido reconstruído e poderia ser identificado no edifício quadrangular exposto no Plano de Mármore.[2]

LocalizaçãoEditar

Referências

  1. a b c «Mars, Ara» (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2015 
  2. a b c Richardson 1992, p. 245.
  3. Platner 1929, p. 328.

BibliografiaEditar

  • Platner, Samuel Ball (1929). A Topographical Dictionary of Ancient Rome. Londres: Oxford University Press