Alter Bridge

Alter Bridge
Myles and Mark (Alter Bridge).jpg
Informação geral
Origem Orlando, Flórida
País  Estados Unidos
Gênero(s) Metal alternativo[1], hard rock[2], Post-grunge[1], heavy metal[1]
Período em atividade 2004 – atualmente
Gravadora(s) Wind-Up (2004-2006)
Universal Republic (2007-2016)
Napalm Records (2016-presente)
Afiliação(ões) Creed, The Mayfield Four
Integrantes Myles Kennedy
Mark Tremonti
Scott Phillips
Brian Marshall
Página oficial www.AlterBridge.com

Alter Bridge é uma banda americana de rock formada em 2004, em Orlando, Flórida.[3]

A banda surgiu como um novo projeto do guitarrista e compositor Mark Tremonti, do baterista Scott Phillips e seu antigo companheiro, o baixista Brian Marshall, com a pausa nas atividades de sua antiga banda Creed, quando esses três músicos contrataram Myles Kennedy, ex-vocalista do The Mayfield Four, e atual vocalista da banda de Slash, como vocalista principal e, mais tarde, também guitarrista.[3]

A sonoridade do Alter Bridge tem sido descrita como Hard Rock, Pós-Grunge, Metal Alternativo e às vezes Metal Progressivo, tendo a banda desde canções pesadas, mais ligadas ao Heavy Metal, até as mais leves e que são executadas em formato acústico nas apresentações ao vivo.[4]

HistóriaEditar

FormaçãoEditar

Com a pausa do Creed em 2004, Mark Tremonti e Scott Phillips resolveram criar um projeto que, segundo Tremonti "era algo que ansiava não apenas profissionalmente, mas também pessoalmente. Algo mais voltado ao rock & roll" ou seja, algo mais introspectivo, com mais sentimento, mas sem perder o peso e a melodia. Os dois passaram a tocar a dois sempre que tinham tempo. "Nós começamos a perceber que partilhávamos a mesma visão, e com isso, ficamos ansiosos de voltar aos palcos" - disse Tremonti.

Chamaram então seu amigo Brian Marshall, que saiu do Creed após sérias desavenças com o vocalista Scott Stapp. A essa altura, Marshall trabalhava como produtor no seu estúdio caseiro, mas aceitou prontamente a proposta. "Quando recebi a ligação de Mark, consegui perceber, pelo seu tom de voz, que o Alter Bridge era um projeto acerca do qual ele estava realmente empolgado" - conta Marshall.

Falta então uma voz para dar mais força às canções, chamaram então o ex-vocalista do Mayfield Four, Myles Kennedy. Tremonti conhecia Myles de uma turnê do Creed em 1998, na qual tocaram com a antiga banda de Myles. Estava completa então a formação do novo projeto idealizado principalmente por Tremonti.

One Day Remains: 2004–2006Editar

Seu primeiro álbum foi gravado na mesma gravadora do Creed e também a do projeto solo de Scott Stapp, a Wind-Up Records. O álbum foi intitulado One Day Remains e foi lançado mundialmente no dia 10 de agosto de 2004.

Podem-se perceber nas canções algumas inevitáveis lembranças do Creed, mas isso é esperado, já que Tremonti participava ativamente da composição das canções do Creed e compôs este álbum praticamente sozinho, tendo a ajuda de Myles em algumas canções.

Começaram com o single "Open Your Eyes" de 2004, que se mostra a canção mais voltada à divulgação do álbum, mas nem por isso é de pouca qualidade. Lançaram o single "Broken Wings" em 2005. Uma das faixas especiais do álbum é a canção intitulada "In Loving Memory", de autoria de Tremonti, que foi feita em homenagem à sua mãe que faleceu devido a um câncer.

Blackbird: 2007–2009Editar

 
Myles Kennedy, vocalista da banda.

O grupo lançou o seu segundo álbum de estúdio em 8 de outubro de 2007, intitulado Blackbird. Estreou na 37ª posição no UK Albums Chart, e na 2ª posição no UK Rock Albums Chart. Nos Estados Unidos, o disco estreou na 13ª posição na Billboard 200 e na 4ª posição na Billboard Rock Album, com vendas superiores a 47 mil cópias na primeira semana.[5]

Nota-se nesse álbum uma pequena mudança do no som feito pela banda, no instrumental, que ganhou mais peso. Ela se distancia mais ainda no que refere a semelhanças com o Creed, mas sem perder o som bem mais melódico e bem arranjado que o diferencia da antiga banda da maioria seus membros.

AB III: 2010–2012Editar

A nova página do MySpace para o DVD ao vivo foi criada. Mais tarde foi revelado pelo diretor Dan Catullo que quatro versões do DVD será lançado, o primeiro dos quais foi lançado em 4 de agosto, e foi um único disco versão vendida exclusivamente em locais durante a turnê do Alter Bridge. O vocalista Myles Kennedy emitiu um pedido de desculpas aos fãs pelo atraso na sua página do MySpace e do site oficial da banda.

No início de 2010, a banda entrou em estúdio para começar a fase de pré-produção do terceiro álbum. O disco, intitulado AB III, foi gravado entre fevereiro e abril de 2010, em Miami. O álbum conta com 14 faixas inéditas da banda e foi lançado no dia 11 de outubro.

Fortress: 2013Editar

No ano de 2013 o grupo esteve novamente em estúdio para a gravação do quarto álbum da carreira, intitulado Fortress. O disco, contendo 12 faixas, teve seu lançamento no dia 8 de outubro na América do Norte, e no dia 30 de setembro no restante do mundo.

The Last Hero: 2016 - 2018Editar

Desde meados de 2015, a banda vinha em processo de gravação e composição das músicas do novo álbum, que foi anunciado no site oficial em dia 26 de julho. Já foram lançados dois singles no Spotify, que são: Show me a Leader e My Champion,[6] essa ultima foi liberada no dia 8 de Setembro. O lançamento previsto do CD na íntegra está para o dia 7 de outubro com pré-venda já disponível.[7]

Walk The Sky: 2019 - AtualmenteEditar

Em junho de 2019, Alter Bridge anunciou uma turnê de arena no Reino Unido com Shinedown, Sevendust e The Raven Age a partir de dezembro de 2019, e que seu sexto álbum de estúdio, Walk the Sky, seria lançado em 18 de outubro de 2019. [8] "É como um filme de John Carpenter - esse tipo de vibração da velha onda de sintetizadores", explicou Mark Tremonti em uma entrevista em 2019 com Kerrang !, discutindo o Walk the Sky. "Alguém pode ouvir o disco e não tem idéia do que se pretendia, mas, para um lote de músicas, eu toquei em alguns loops antigos que criei ou encontrei aleatoriamente on-line, e trabalhei com eles em segundo plano para me inspirar a entrar em um direção diferente. Adorei trabalhar assim. Desafiamo-nos a não nos repetir e encontramos uma nova inspiração para adicionar uma camada diferente ao que fazemos. É particularmente desafiador quando você tem tantos registros, mas quando mostrei a Myles o que eu era pensando, ele absolutamente adorou e estava a bordo imediatamente." [9]

IntegrantesEditar

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdioEditar

Álbum ao vivoEditar

SinglesEditar

Ano Canção Posições nas paradas Álbum
Hot 100 Main Rock Mod Rock UK Rock
2004 "Open Your Eyes" 123 2 24 One Day Remains
2005 "Find the Real" 7
"Broken Wings" 29
2007 "Rise Today" 3 32 3 Blackbird
2008 "Ties That Bind" 3
"Watch Over You" 19
"Before Tomorrow Comes" 29
2011 "Isolation" 1 AB III
2013 "Addicted To Pain" 4 Fortress

Trilhas sonorasEditar

Ano Título Álbum
2005 "Save Me" Elektra: The Album
"Shed My Skin" Fantastic 4: The Album
2008 "Rise Today" Terminator: The Sarah Connor Chronicles
2011 "Isolation" Dirt 3

Referências

  1. a b c Alter Bridge Biography AMG
  2. Alter Bridge Tickets
  3. a b «Alter Bridge | Biography & History». AllMusic (em inglês). Consultado em 23 de maio de 2020 
  4. Simpson, Dave (16 de dezembro de 2019). «Alter Bridge review – holy mountain of noise from hard rock's nice guys». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  5. Jonathan Cohen, "Kid Rock Rolls To No. 1 Album Chart Debut", Billboard.com, 17 de outubro de 2007.
  6. Omelete (27 de setembro de 2016). «Alter Bridge divulga a inédita "Poison in Your Veins"». Consultado em 14 de março de 2020 
  7. loudmagazine.net (28 de maio de 2018). «ALTER BRIDGE: Lisboa em Outubro». Consultado em 14 de março de 2020 
  8. Gilberti, Jamie (19 de junho de 2019). «Alter Bridge to Return to for December 2019 Arena Tour With Shinedown and Sevendust». Consultado em 16 de abril de 2020 
  9. «Mark Tremonti On Alter Bridge's New Album: "We Challenge Ourselves To Not Repeat Ourselves"» 

Ligações externasEditar