Alvin C. York

Alvin Cullum York (13 de dezembro de 1887 – 2 de setembro de 1964), conhecido como Sergeant York, foi o soldado mais bem condecorado dos Estados Unidos durante a Primeira Guerra Mundial.[1] Entre várias comendações ele recebeu a Medalha de Honra após ter liderado um ataque contra uma posição alemã na Colina 223, destruindo 32 metralhadoras, matando 28 militares alemães e capturando outros 132. Este confronto aconteceu durante o ataque americano na Ofensiva Meuse-Argonne, na França, que fez parte das tentativas dos Aliados de quebrar a linha Hindenburg e adentrar a Alemanha.[2]

Alvin York
Conhecido(a) por "Sargento York"
Nascimento 13 de dezembro de 1887
Condado de Fentress, Tennessee
Morte 2 de setembro de 1964 (76 anos)
Nashville, Tennessee
Nacionalidade norte-americano
Ocupação Soldado e diarista
Serviço militar
País  Estados Unidos
Serviço Flag of the United States Army (unofficial proportions).svg Exército Americano
Anos de serviço 1917–1919 (exército)
1942–1945 (exército)
1941–1951 (Guarda Nacional do Tennessee)
Patente Sargento (durante a guerra)
Coronel (quando recebeu a medalha de honra)
Unidades 82ª Divisão de Paraquedistas
Army Signal Corps
Conflitos Primeira Guerra Mundial
Condecorações

Medal of Honor ribbon.svg Medalha de Honra
Distinguished Service Cross ribbon.svg Distinguished Service Cross
Legion Honneur Chevalier ribbon.svg Legião de Honra
Croix de Guerre 1914-1918 ribbon.svg Croix de guerre (Palm)
Croce di guerra al merito BAR.svg Cruz de Mérito de Guerra
ME Order of Danilo I Cross BAR.svg Ordem do Príncipe Danilo I

Referências

  1. Ron Owens, Medal of Honor: Historical Facts and Figures (Paducah, KY: Turner Publishing, 2004), 97–8, available online, 21 de setembro de 2010.
  2. Tom Skeyhill, ed. (1928). Sergeant York: His Own Life Story and War Diary. Nova Iorque: Doubleday, Doran 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.