Abrir menu principal

João Américo de Souza (Coroatá, 4 de fevereiro de 1932) é um economista, advogado e administrador de empresas. É bacharel em direito, em ciências econômicas, em administração, em ciências contábeis e pós-graduado em Engenharia Administrativo-Econômica. Advogado fundador da OAB em Brasília, elegeu-se deputado federal e senador pelo Maranhão, onde ocupou os cargos de Promotor de Justiça, Secretário de Estado e Procurador Geral de Justiça. Foi diretor da VARIG (1961-1978). É Ministro aposentado do Tribunal Superior do Trabalho e empresário.

BiografiaEditar

Quando parlamentar, integrou a delegação brasileira à Assembléia Geral da ONU, em 1972 e 1985, na condição de Observador.

Em 2002, foi lembrado pelo jornalista Rangel Cavalcante para candidato à presidência da República pelo PFL.

Além de sua atividade empresarial no ramo imobiliário e de loteamento, tem proferido palestras em Universidades, a autoridades federais e estaduais, a diplomatas estrangeiros, a líderes empresariais e à entidades de classe patronal e laboral para difundir sua tese de reforma tributária.

Em 2006, foi candidato a vice-presidente da República pelo PSL, tendo o pernambucano Luciano Bivar (presidente nacional da legenda) como candidato a presidente.

No mesmo ano, em novembro, lançou seu segundo livro: Um Novo Brasil - O Despertar do Gigante Adormecido "em berço esplêndido", editado pela M. Books, em cujo livro o Autor apresenta, em propostas, as soluções para os problemas brasileiros, livro que se tem revelado promissor êxito editorial, que pode ser conhecido no site Um Novo Brasil.

Foi pré-candidato a presidência da República em 2010 pelo PSL,[1] mas teve seu registro de candidatura à Presidência da República indeferido pelo TSE por não ter sido escolhido em convenção do PSL.[2]

Referências

  1. Membros do PSL se preparam para a campanha eleitoral 2010, 25/2/2010 Arquivado em 2 de março de 2010, no Wayback Machine. PKSL Nacional - fevereiro de 2017
  2. registro do Candidato Conjur - fevereiro de 2017

Ligações externasEditar