American Motors Corporation

A American Motors Corporation (AMC) foi uma empresa automobilística norte-americana criada em 14 de janeiro de 1954 pela fusão da Nash-Kelvinator Corporation e da Hudson Motor Car Company. Foi considerada na época a maior fusão corporativa da história dos EUA, no valor de US $ 198 milhões, cerca de US $ 1,44 bilhões em 2006.[1] As razões para a fusão entre Nash e Hudson incluíram ajudá-los a cortar custos e fortalecer suas organizações de vendas para atender a intensa concorrência do "Big Three" ( as três maiores companhias da época: Ford, GM e Chrysler). Em 1970 é incorporada a Kaiser Motors.

American Motors Corporation
American-motors.svg
Automobilística
Fundação 14 de janeiro de 1954
Encerramento 9 de março de 1987
Sede Southfield, Michigan, Estados Unidos
Produtos Automóveis
AMC Rambler de 1958.
1968 AMC AMX.

A competição feroz, somada o declínio das vendas e o aumento da concorrência no mercado americano levou a uma parceria com a Renault em 1979 e que durou 8 anos apenas. O objetivo era manter a escala, suporte e a oferta de carros competitivos, mas o resultado não foi exatamente o esperado.[2] Em 9 de março de 1987 a AMC foi comprada pela Chrysler Corporation e o uso das marcas American Motors e Renault cessaram nos Estados Unidos.

ModelosEditar

 
AMC Javelin de 1971.
 
1973 AMC Hornet.
 
AMC Gremlin de 1974.
 
1975 AMC Pacer.
 
AMC Eagle de 1987, último modelo lançado pela companhia.

Modelos compactosEditar

Modelos médiosEditar

  • 1958-1965: Rambler Ambassador
  • 1963-1966: Rambler Classic
  • 1965-1966: Rambler Marlin, AMC Marlin
  • 1967-1970: AMC Rebel
  • 1971-1978: AMC Matador
  • 1979: AMC Borgward Isabella

Modelos grandesEditar

BibliografiaEditar

  • Conde, John A. (1987). The American Motors Family Album. American Motors Corporation. OCLC 3185581.
  • Derdak, Thomas, ed. (1988). International Directory of Company History, Volume 1. St. James Press. ISBN 978-0-912289-10-6.
  • Foster, Patrick (2004). AMC Cars: 1954–1987, An Illustrated History. Motorbooks International. ISBN 978-1-58388-112-5.
  • Foster, Patrick (1993). The Last Independent. Motorbooks International. ISBN 978-0-87341-240-7.
  • Foster, Patrick (1996). The Metropolitan Story. Krause Publications. ISBN 978-0-87341-459-3.
  • Foster, Patrick (1998). The Nash Styling Sketchbook. Olde Milford Press. ISBN 978-0-9662019-0-1.
  • Gunnell, John, ed. (1987). The Standard Catalog of American Cars 1946–1975. Krause Publications. ISBN 978-0-87341-096-0.
  • Gunnell, John, ed. (1993). The Standard Catalog of American Motors 1902–1987. Krause Publications. ISBN 978-0-87341-232-2.
  • Lutz, Robert A. (1999). Guts: The Seven Laws of Business That Made Chrysler the World's Hottest Car Company. John Wiley & Sons. ISBN 978-0-471-35765-0.
  • Mann, Jim (1997). Beijing Jeep: A Case Study of Western Business in China. Perseus Publishing. ISBN 978-0-8133-3327-4.
  • Mays, James C. (2001). Rambler Canada: The Little Company That Could. Syam Publications. ISBN 978-0-9685864-7-1.
  • Mitchell, Larry (1994). AMC Buyers Guide. Motorbooks International. ISBN 978-0-87938-891-1.
  • Swygert, Francis G. (1992). The Compact Chronicles – A Complete History of American Motors Corporation 1954–1987 (With Restoration Information). FARNA Systems Publishing.
  • Swygert, Francis G. (1996–current year). American Motors Cars Magazine (formerly published as "American Independent Magazine"). FARNA Systems Publishing.
  • Zinn, Chris L. (2002). AMX Photo Archive: From Concept to Reality. Iconographix. ISBN 978-1-58388-062-3.

Referências

  1. «AMC | Cartype». cartype.com. Consultado em 11 de novembro de 2016 
  2. «Clássicos raríssimos: conheça os carros (e a história) da AMC - American Motors Corporation | AutoVídeos». AutoVídeos. 29 de janeiro de 2016 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.