Abrir menu principal
Amílcar de Queiroz
Deputado federal pelo Acre
Período 1979-1987
Dados pessoais
Nascimento 28 de janeiro de 1936 (83 anos)
Rio Branco, AC
Alma mater Universidade Federal Rural da Amazônia
Cônjuge Maria de Queiroz
Partido ARENA, PDS, PPR, PPB
Profissão engenheiro agrônomo

Amílcar Alves de Queiroz (Rio Branco, 28 de janeiro de 1936) é um engenheiro agrônomo e político brasileiro que foi deputado federal pelo Acre.

BiografiaEditar

Filho de André Anastácio de Queiroz e de Francisca Alves de Queiroz. Engenheiro agrônomo graduado em 1962 pela Universidade Federal Rural da Amazônia em Belém, dirigiu o departamento agropecuário do Ministério da Agricultura no Acre (1963-1964) e a seção estadual do Instituto Brasileiro de Reforma Agrária (1965-1966). Cursou mecânica e engenharia agrícola na Universidade de São Paulo em 1966 e em 1975 fez um curso de Projetos e Planejamento em Recife. A partir de 1970 tornou-se membro do Conselho Rodoviário do Acre e mais tarde assumiu a diretoria da Associação de Poupança e Empréstimo do Acre.

Genro de Jorge Lavocat filiou-se à ARENA e foi eleito deputado federal em 1978. Com o fim do bipartidarismo no governo João Figueiredo foi para o PDS e reelegeu-se em 1982.[1] Em seu segundo mandato votou contra a emenda Dante de Oliveira[2] em 1984 e apoiou Paulo Maluf no Colégio Eleitoral contra Tancredo Neves em 1985. Candidato a reeleição em 1986 obteve apenas uma suplência, mas foi convocado a exercer o mandato na vaga de Francisco Diógenes.[3] Com a extinção do PDS em 1993, filiou-se sucessivamente ao PPR e ao PPB sendo derrotado na disputa por um mandato de deputado estadual em 1998.

Referências

  1. «Candidatos eleitos, período 1945-1990: estado do Acre». Consultado em 18 de agosto de 2011 [ligação inativa]
  2. Primeira página: Folha de S.Paulo - Coletânea das mais importantes primeiras páginas do jornal desde 1921. São Paulo: Publifolha. p. 170 
  3. Entre 1º de junho e 29 de setembro de 1990.

Ligações externasEditar