Abrir menu principal
Ana Free
Ana Free
Informação geral
Nome completo Ana Gomes Ferreira
Nascimento 29 de junho de 1987 (32 anos)
Origem Lisboa
País Portugal Portugal
Nacionalidade portuguesa
Gênero(s) Pop
Instrumento(s) Guitarra, vocal
Período em atividade 2007–presente
Outras ocupações Cantora, compositora
Afiliação(ões) Mia Rose
Página oficial www.anafree.com

Ana Free, nome artístico de Ana Gomes Ferreira (Lisboa, 29 de junho de 1987),[1] é uma cantora e compositora portuguesa, que teve uma série de singles no Top 5, incluindo um número 1, em Portugal. Ela é uma presença musical crescente no site de partilha de vídeos YouTube[2], tendo mais de 29 milhões de visualizações dos seus vídeos.[3][4][5][6] Ana Free é também considerada uma seguidora de Mia Rose. Aliás, em 2008, Ana Free e Mia Rose apareceram com um novo tema em público, "Seen your Face".

BiografiaEditar

Nascida em Lisboa, capital de Portugal, foi criada pela mãe britânica e pelo pai português,[7] Ana cresceu junto com o seu irmão mais velho em Cascais.[8] Desde muito cedo mostrou ser apaixonada por escrever poesia e histórias[7] e começou a escrever e compor aos 10 anos de idade. Aos 8 anos, o seu pai começou a ensiná-la a tocar numa pequena guitarra que pertencia ao irmão mais velho. Durante os últimos 16 anos, Ana Free tocou guitarra fluentemente e acumulou mais de 300 composições originais.[9] Ana teve aulas de piano durante 3 anos no início da adolescência mas desistiu por sentir que não podia tocar o que gostava. Foi também apaixonada por dança e participou em aulas de jazz, ballet e sapateado enquanto crescia. Durante a sua infância, estudou na St.Julians[7] International School em Carcavelos, onde adquiriu o seu sotaque característico.

InfluênciasEditar

Ana foi muito influenciada musicalmente pelas músicas que o seu pai costumava tocar para ela enquanto criança. Cresceu a ouvir artistas como Eric Clapton, The Beatles, Bob Marley, Carlos Santana, Sam Cooke, Joni Mitchell e Sheryl Crow.[10] Ela aprendeu a tocar imensas canções de blues na guitarra, que praticava com o pai. Enquanto adolescente, costumava pedir os álbuns do irmão emprestados e ouvia artistas como Bryan Adams, Guns'n'Roses, Bon Jovi, Aerosmith e 4 Non Blondes.[10] Também era fã de artistas pop muito conhecidos como Christina Aguilera, En Vogue, Britney Spears, Destiny's Child, Spice Girls, e Ace of Base. Entre estes, agora ouve artistas como Pink, John Mayer, Rihanna, Katy Perry, Jason Mraz, Pixie Lott, Ellie Goulding, Linkin Park e 30 Seconds To Mars, bem como tem fortes influências de música portuguesa, grega, espanhola e francesa.[10]

CarreiraEditar

Teve a sua primeira actuação ao vivo na televisão no Verão de 2007 na TVI, em Portugal, onde cantou "Crazy", uma canção original. Está actualmente a gravar o seu primeiro álbum depois do sucesso do primeiro single, que foi lançado a 23 de Maio de 2008, "In My Place".[11] A popularidade desta canção levou-a a estar presente na banda sonora de séries e novelas como Morangos com Açúcar e Podia Acabar o Mundo.[9]

Em Novembro de 2008, Ana foi convidada para gravar o tema português “Voa Até Ao Teu Coração” aquando do lançamento do filme da Disney “Sininho”, para o qual também gravou um videoclipe.[12]

No Outono de 2009, Ana gravou o seu primeiro EP "Radian" em Londres, com 5 faixas acústicas/pop, que foi distribuído nas lojas FNAC em Portugal no ano seguinte.[13][14][15] Em Fevereiro e Março de 2010 estreou este EP através de actuações em Miami e Nova Iorque.[16] Teve ainda grande destaque através de um outdoor exposto em Times Square.[17] As faixas seleccionadas para este álbum correspondem às músicas mais populares no seu canal do You Tube.

Em Maio de 2010, Ana viajou para a cidade de Nova Iorque para trabalhar com o realizador de cinema britânico, produtor musical e escritor, Mark Maclaine, com o objectivo de filmar o videoclipe de “Questions In My Mind”, o primeiro single do EP “Radian”.[13] Também viajou para Portugal para gravar um videoclipe com a banda portuguesa Hands On Approach,[13] com quem gravou vocais na canção “Black Tears”, do álbum “High And Above”.[18]

Ana está frequentemente em digressão por Portugal, e, ocasionalmente, em Londres e Nova Iorque,[19][20] e as suas actuações são gravadas por amigos e enviadas para os seus blogs e websites. Ana abriu o palco para o cantor/compositor britânico James Morrison[21] no Verão de 2010 e, em Novembro, abriu o espectáculo da Shakira,[13] momento que a Ana considera ser dos mais especiais e determinantes da sua carreira.[13] Mais tarde, foi a única artista feminina a abrir o palco ao cantor Joe Brooks na sua digressão pelo Reino Unido. Algumas das suas canções mais populares, com mais de um milhão de visualizações cada, incluem covers de Nickelback, "Savin 'Me", o sucesso dos The Rolling Stones, "Angie", e o tema do Campeonato do Mundo "Waka Waka (This Time for Africa)" de Shakira.[22]

Vida pessoalEditar

Viveu no Reino Unido[7] e terminou em 2008, com menção honrosa, a licenciatura em Economia na Universidade de Kent.[23] Ana desenvolveu um gosto especial para temas como “Comércio Internacional” e “Teoria de Jogo” e decidiu escrever a sua dissertação sob o título de “Qual o Impacto da Tecnologia sobre a Estrutura das Grandes Gravadoras (entre 1995 e 2005)”, pela qual recebeu uma distinção.[24] No momento em que a sua popularidade online começou a aumentar, Ana foi abordada por várias gravadoras que queriam contratá-la, mas não se concretizou na altura devido ao seu desejo de terminar a Universidade antes de tomar uma decisão tão grande. Para além de ser fluente em Inglês e Português, Ana também fala Espanhol, Francês e Grego.[7]

Em 2016, vive e trabalha em Los Angeles. Em novembro de 2016, anunciou que está grávida do primeiro filho, fruto da relação com o músico argentino Rodrigo Crespo.[25]

CaridadeEditar

Ana tem contribuído para uma variedade de causas de caridade, incluindo dar o nome pela Liga Portuguesa contra o Cancro (LPCC) em 2009, como embaixadora da sensibilização para o cancro cervical.[26] Em 2010, a Make A Wish Foundation trabalhou com a Ana para satisfazer os desejos de uma jovem fã adolescente que sofre de fibrose cística, convidando-a a ela e à família a passar 5 dias em Londres, onde esteve acompanhada pela Ana no estúdio e no London Eye e assistiu ao concerto esgotado no clube “The Barfly”.[27]

DiscografiaEditar

SinglesEditar

Singles Ano Portuguese Chart
In My Place 2008 1
Self Inflicted 2009 2
Keep On Walking 2009 2
Questions In My Mind 2010 4
"Radian" 2010
"Summer Love" (ft. Claus e Vanessa) 2011

Referências

  1. Ana Free, conta-nos como se chega à fama no YouTube (vídeo) Arquivado em 23 de novembro de 2009, no Wayback Machine. em aeiou.exameinformatica.pt
  2. «AnaFree on Youtube». Youtube.com  Verifique data em: |acessodata= (ajuda);
  3. «Interview with Your Hidden Talent website». Yourhiddenpotential.co.uk. 2010 maio 12. Consultado em 2010 julho 6. Arquivado do original em 27 de maio de 2010  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  4. «anafree's channel». Youtube.com  Verifique data em: |acessodata= (ajuda);
  5. «Ana Free - Notícias - Antena 3». www.rtp.pt. Consultado em 25 de Setembro de 2009. Arquivado do original em 6 de setembro de 2013 
  6. «Meios & Publicidade » Como a internet ajuda a potenciar as campanhas». www.meiosepublicidade.pt. Consultado em 25 de Setembro de 2009 
  7. a b c d e «Ana Free - Blogspot». Blogspot. Consultado em 2010 agosto 9  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. «Ana Free». mnc.centralmusica.pt. Consultado em 2010 julho 19. Arquivado do original em 5 de agosto de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. a b «ANA FREE ANNOUNCES ONE OFF LONDON SHOW & TICKETS». stereoboard.com. Consultado em 2010 julho 19  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. a b c «About Me». anafreemusic.com. Consultado em 2010 dezembro 1  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  11. «In My Place». Amazon.com. Consultado em 2010 julho 6  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. «Sininho análise». disneyportugal.com. Consultado em 2010 julho 20  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. a b c d e «Ana Free abre o concerto da Shakira em Lisboa». lux.iol.pt. Consultado em 2010 novembro 10  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  14. «Ana Free: estou a gravar o meu primeiro disco em Londres!». lux.iol.pt. Consultado em 2010 julho 20  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  15. «Ana Free Radiante com "Radian"». Consultado em 2010 outubro 20. Arquivado do original em 4 de maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  16. «Ana Free lança novo trabalho nos Estados Unidos». lux.iol.pt. Consultado em 2010 julho 20  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  17. «Ana Free conquista Miami e Nova Iorque». lux.iol.pt. Consultado em 2010 julho 20  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  18. «Ana Free - Da Internet para os palcos do Mundo». blogspot. Consultado em 2010 agosto 7  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  19. «Shows and upcoming events — Ana Free». Collect.myspace.com. Consultado em 2010 julho 6. Arquivado do original em 28 de agosto de 2009  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  20. «Portuguese journal article about Ana's performances». Jornaldamadeira.pt. Consultado em 2010 julho 6. Arquivado do original em 26 de julho de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  21. «Ana Free e James Morrison juntos em palco». lux.iol.pt. Consultado em 2010 agosto 11  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  22. «Ana Free YouTube». Youtube.com  Verifique data em: |acessodata= (ajuda);
  23. «Mundo Portugues». mundoportugues.org. Consultado em 2010 julho 19. Arquivado do original em 27 de julho de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  24. «An interview with Ana Free». wavian.com. Consultado em 2010 julho 19  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  25. «Cantora Ana Free está grávida pela primeira vez» 
  26. «Campanha de prevenção do cancro do colo do útero». www.publico.pt. Consultado em 2011 fevereiro 13. Arquivado do original em 1 de outubro de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  27. «Ana Free at London Barfly». www.barflyclub.com. 2010 setembro 16. Consultado em 2011 setembro 10  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)

Ligações externasEditar