Abrir menu principal
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Ana Paula Pereira
Nome completo Ana Paula de Lima Pereira
Nascimento 23 de outubro de 1971 (47 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileira
Ocupação Jornalista

Ana Paula de Lima Pereira, (Rio de Janeiro, 23 de outubro de 1971) é uma designer de moda e ex-rainha de bateria brasileira.[1][2][3][4][5]

Índice

CarreiraEditar

CarnavalEditar

Ana Paula nasceu no subúrbio do Rio de Janeiro, no universo artístico. Debuta para o carnaval com apenas 8 anos, tornando-se a mais nova Rainha do Bloco Carnavalesco Dragão de Camara, bairro onde Ana Paula nasceu e passou grande parte de sua infância. Desfila pela sua escola de coração, Mocidade.[6][7] Participou de vários concursos sempre ligados ao carnaval, entre eles: Rainha do Carnaval do Bangu Atlético Clube (1990), Casino Bangu (1991) e America Football Club (1992), Musa do Baile do Vermelho e Preto (1996,1997 e 1998), Rainha do Cordão da Bola Preta (1992). Em 1993, convidada pelo então Carnavalesco Miguel Falabella e pela diretoria da escola de samba Império da Tijuca, faz o seu debuto como componente da Comissão de frente da escola.

No ano seguinte, 1994, fica fora do desfile da Império da Tijuca, por ter sido eleita no Parque Garota de Ipanema, no Arpoador a Rainha do Carnaval do Rio de Janeiro,[8][9] nos jornais matérias diziam que Ana Paula era “Muito Rainha”,[10] a Rainha mais elegante desde a criação do concurso,[11] uma Rainha com grande preocupação social,[12] uma Rainha que falava três idiomas, fluente em Inglês, Francês e Italiano.[13] Nessa época, Ana Paula era noiva do restauranter Italiano, Luciano Pollarini,[14][15] dono tradicional restaurante Arlecchino em Ipanema.[16] Em 1995, volta a escola do Morro da Formiga, dessa vez, desfila no carro abre alas, ao lado de Viviane Araújo, com grande repercussão nos jornais por desfilar de seios nus.[17] A escola sobe para o Grupo Especial, é convidada para ser Rainha de Bateria da verde e branco em 1996. Nesse ano debuta à frente da Bateria de uma escola do Grupo Especial. Ainda no ano de 1995, foi Rainha da tradicional Banda do Recreio.

Completou seu ciclo no carnaval em 1997, quando é convidada por Ivo Meirelles, a participar do concurso para Rainha da Bateria da Mangueira. Apesar de ser personagem notório no carnaval, aceita o convite, vence o concurso, torna-se Rainha da Bateria no ano de 1997 sendo a primeira Rainha de Bateria da Estação Primeira de Mangueira de fora da comunidade. O que gerou muitos protestos inclusive tomando proporções jornalísticas.[18] A frente da Bateria da Mangueira, vence o Estandarte de Ouro de Melhor Passista Feminina.[19][20] Entra para a história do Carnaval Carioca como a Primeira Rainha de Bateria a vencer um Estandarte de Ouro desfilando como Rainha, premio antes concedidos apenas as passistas das escolas. Recebe também o Troféu Babadinho e é eleita pelo público a Musa do Carnaval do ano de 1997 (fonte: Jornal O Povo).

DesignerEditar

Passou a trabalhar na moda como designer de moda em 2003. Em setembro de 2009 vence a competição Yang Bravado na Itália, organizado pela ANCI, Associazione Nazionale dei Calzaturieri di Milano, recebendo o prêmio de melhor estilista revelação de 2009. No mesmo ano, vence o primeiro lugar no concurso de sapato feminino social organizado pela Francal no Brasil, o Top de Estilismo.[21][22] Em julho de 2011, Ana Paula foi convidada para fazer parte da galeria Web http://www.virtualshoemuseum.com/, um museu virtual dedicado às criações de sapatos, que reúne obras de designers do mundo todo.

Desiner de acessórios, é empresária do atelier scarpam, uma empresa de criação de acessórios femininos,[23] onde presta consultoria no Brasil e no exterior.[24]

Outros projetosEditar

Devido sua forte ligação com a cultura Italiana, recebeu convite para trabalhar na televisão da Itália. Na Rai International, faz documentário sobre o carnaval carioca.[25] Apresenta o programa Miss Itália nel Mondo.[26][27] Participou em 1992 de uma montagem do projeto “Novo Olhar” com a direção de João Brandão.

Em 2017, participa, ao lado do marido, da segunda temporada do reality show Power Couple Brasil, também da rede Record.[28]Ambos deixaram a competição na 8ª semana de disputas.

Vida pessoalEditar

Entre idas e vindas a Italia, conhece o cantor Sylvinho Blau-Blau,[29][30] começam a namorar em 1995 e no ano seguinte vão morar juntos, oficializando a união. O casal tem dois filhos, Maria Luiza nascida em 23 de março de 1997 e Antonio Luiz em 11 de julho de 1999. Formada em Comunicação Social pela FACHA, nunca exerceu a profissão,.

Títulos no CarnavalEditar

•1989 - Rainha do Carnaval do Cassino Bangu

•1991 - Rainha do Carnaval do Bangu Atlético Clube

•1992 - Segunda Princesa do América Futebol Clube [carece de fontes?]

•1992 - Segunda Princesa do Carnaval do Cordão da Bola Preta[carece de fontes?]

•1993 – Comissão de Frente da Império da Tijuca

•1994 - Rainha do Carnaval da Cidade do Rio de Janeiro[carece de fontes?]

•1995 - Destaque no carro Abre Alas da Império da Tijuca[carece de fontes?]

•1995 - Rainha da Banda do Recreio[carece de fontes?]

•1996 – Rainha da Bateria da Império da Tijuca[carece de fontes?]

•1996 - Rainha do Baile do Vermelho e Preto[carece de fontes?]

•1997 - Rainha do Baile do Vermelho e Preto[carece de fontes?]

•1997 – Rainha da Bateria da Estacão Primeira de Mangueira[31]

•1997 – Estandarte de Ouro de Melhor Passista Feminina a frente da bateria da Mangueira[32]

•1997 - Segunda Princesa do Carnaval do Rio de Janeiro[carece de fontes?]

•1998 – Rainha do Baile do Vermelho e Preto[carece de fontes?]

TeatroEditar

•1992 - Tablado - Projeto Novo Olhar - Mostra de Atores

FilmografiaEditar

•1992 -Taxi Rai 3

•1997 à 2003 - Miss Italia nel Mondo[33][34]

•1997 - Varietà Rai International

•2017 - Power Couple Brasil (reality show)

•2019 - Troca de Esposas (reality show)

Prêmios e reconhecimentoEditar

•1997 – Estandarte de Ouro[35]

•1997 – Troféu Babadinho[36]

•2009 – Premio Young Bravado Estilista Revelação

•2009 – Premio Top de Estilismo – Categoria Calçado Social Feminino – Francal[37][1]

•2012 – Galeria do Virtual Shoe Museum[38]

Referências

  1. Cesar Tartaglia. «Pessoas» 
  2. «Primeiro Caderno - Capa» 
  3. «Rio Show» 
  4. «Carnaval» 
  5. «Primeiro Caderno» 
  6. Jornal O Globo|Caderno Rio Show|Capa|sexta feira 04/02/1994
  7. Parafraseando Lecy Brandão, que comunidade bonita, aquela de Vila Vintem! Uma prova da perfeita harmonia destes dois quesitos é a Rainha do Carnaval 1994, Ana Paula Pereira, que se esbaldou de faixa e coroa a frente da bateria ao som de "Avenida Brasil tudo passa, quem não viu?"
  8. Jornal A Noticia. 28-11-1993. Ano 99 Numero 15.726
  9. Jornal Tribuna da Imprensa. 29 de novembro de 1993. "Ana Paula é a Rainha do Carnaval". Foi escolhida ontem em meio a muito calor, suor e cerveja a Rainha do Carnaval de 94. Agora, o Rei Bola não esta mais só. Foi escolhida a sua Rainha - Ana Paula Pereira, 22 anos - e duas princesas Andrea Caetano e Claudia Cristina, ambas também de 22 anos, que o acompanharão nos quatro dias de reinado no próximo carnaval. Ja pode começar a folia
  10. O Dia Cidade. 15/02/1994. Reco-Reco. Rainhas: Se a madrinha da bateria da Mangueira, a passista Rose, não queria Luma de Oliveira perto dela era para melhor mostrar a beleza. A mesma beleza que Ana Paula Pereira, Rainha do Carnaval mostrou a cada intervalo da Marques de Sapucai. Ana Paula, muito Rainha. Por Mariano Coelho
  11. Revista Caras. Estilo o que se usa. Ana Paula Pereira, Hippopotamus, Rio. 4/1.
  12. ELLE Antena. Revista numero 69. A cara do Rio. Samba mata a fome. Por Marcio Gomes
  13. Jornal Samba Rio Samba. Editor Edson Pinto. Dezembro de 1993. Ana Paula, rainha da beleza e do carnaval 94.
  14. Folha de Sao Paulo (16 de maio de 1997). «Arlecchino» 
  15. Veja Rio. «Restaurantes Italianos» 
  16. Revista Elle n°69 Antena - A cara do Rio - Samba mata a fome. Ana Paula, a rainha da folia, não perde o rebolado: samba no Rio, trabalha na Itália e faz gorda doação para a campanha do Betinho. Ela é também mulher do Restauranter Italiano Luciano Pollarine, dono do Arlecchino.
  17. Jornal O Dia. As cores da Folia. O Dia 27/02/1995. Por Carlos Moraes. A morena da Império da Tijuca, não deixaram a desejar.
  18. Jornal o Dia. 29-01-1997- Vip Vupt. Brigas e sobra na fogueira de vaidades do carnaval. Ana Paula Pereira esta no centro de uma polemica que agita a Mangueira. A moça foi eleita sábado passado, em meio a vaias, rainha de bateria da escola. Ex Miss Rio de Janeiro e folia de outros carnavais, ela garante que tem samba no pé. Mas os moradores do morro queriam é que Marcia dos Santos ficasse com o posto. Ela, no entanto, teve que se contentar em ser primeira princesa. Margareth Lipel
  19. Academia do Samba. «Estandarte de Ouro Melhor Passista Feminina» 
  20. «Cópia arquivada». Consultado em 31 de maio de 2019. Arquivado do original em 12 de setembro de 2014 
  21. Nayara Suzuki (21 de outubro de 2009). «Vencedores do Prêmio Francal Top de Estilismo» 
  22. Lilian Pacce (6 de outubro de 2009). «Ganhadores do Prêmio Francal Top de Estilismo» 
  23. Francal Top de Estilismo. «Vencedora do Francal Top de Estilismo inaugura atelier». 06-09-2011 [ligação inativa]
  24. «Atelier scarpAM». Consultado em 11 de setembro de 2014. Arquivado do original em 11 de setembro de 2014 
  25. programa exibido pela Rai International antigo canal 29 da NET TV no ano de 1998-1999
  26. Jornal Zero Hora. 21-07-1997. Segundo Caderno. Saul Junior. Noite Italiana
  27. programa exibido ao vivo para o mundo todo pelo canal 29 da NET TV atraves da Rai International em 20-07-1997
  28. «Power Couple 2 estreia em março! Conheça os participantes». R7. 30 de janeiro de 2017. Consultado em 6 de maio de 2017. Arquivado do original em 4 de maio de 2017 
  29. «Galo da Madrugada prepara festa para 1,6 milhão de foliões/VIPS NO CAMAROTE OFICIAL». 3 de março de 2011 
  30. Também marcam presença Sylvinho Blau-Blau e sua esposa Ana Paula Pereira, ex-rainha da Bateria da Mangueira, além da modelo Mariana Weickert e do casal de atores Fábio Villa Verde da novela “Amor e Revolução” do SBT, e Regiane Cesnique.
  31. «Rainha da Bateria-Ana Paula Pereira». Consultado em 31 de maio de 2019. Arquivado do original em 12 de setembro de 2014 
  32. «Estandarte Melhor Passista». Consultado em 11 de setembro de 2014. Arquivado do de Ouro original Verifique valor |url= (ajuda) em 11 de setembro de 2014 
  33. Jornal Zero Hora|Saul Junior|Noite Italiana|21 de julho 1997
  34. Apresentação bilíngue. Os animados apresentadores, Sebastiano Soma e Ana Paula Pereira, intercalaram diálogos em italiano e português. Nesses idiomas, realizaram divertidas entrevistas com algumas celebridades presentes ao concurso.
  35. «Estandarte de Ouro - Ana Paula Pereira». Consultado em 11 de setembro de 2014. Arquivado do de Ouro original Verifique valor |url= (ajuda) em 11 de setembro de 2014 
  36. Babadinho (Jornal A Noticia/José Carlos Neto/Ano 1997) - Ana Paula Pereira|1997|
  37. «Premio Francal-Ana Paula Pereira» 
  38. «Virtual Shoe Museum-Ana Paula Pereira» 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ana Paula de Lima Pereira