Anactória

Anactória é uma mulher mencionada pela poetisa grega Safo como no Fragmento 16.[1][2] O Fragmento 31 é tradicionalmente chamado de Ode a Anactória, embora dele não conste nenhum nome (A. C. Swinburne, citado em Lipking, 1988). Anactória também é mencionada em outro poema de Safo, Para uma mulher militar, em Sardis.

Anactória

Algernon Charles Swinburne escreveu um longo poema intitulado Anactória, no qual Safo refere-se a Anactoria em situações de sadomasoquismo, canibalismo e misoteísmo.

Referências

  1. «Para Anactória - Histórias filosóficas». Só Filosofia. Consultado em 16 de julho de 2019 
  2. Arte, Revista Prosa Verso e (3 de janeiro de 2017). «Safo - poemas». Revista Prosa Verso e Arte. Consultado em 16 de julho de 2019 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.