Abrir menu principal

Andaraí

município na Bahia, Brasil
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Andaraí (desambiguação).
Andaraí
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico andaraiense
Localização
Localização de Andaraí na Bahia
Localização de Andaraí na Bahia
Andaraí está localizado em: Brasil
Andaraí
Localização de Andaraí no Brasil
Mapa de Andaraí
Coordenadas 12° 48' 25" S 41° 19' 51" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Distância até a capital 429 km
História
Fundação 28 de abril de 1891 (128 anos)
Aniversário 19 de maio
Administração
Distritos
Prefeito(a) João Lúcio Passos Carneiro (PSD, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 1 895,162 km²
População total (IBGE/2018[2]) 13 153 hab.
Densidade 6,94 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 46830-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,555 baixo
PIB (IBGE/2016[4]) R$ 95 028 mil
PIB per capita (IBGE/2016 [4]) R$ 6 920,19
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Glória
www.andarai.ba.gov.br (Prefeitura)

Andaraí é um município do estado da Bahia, no Brasil. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 13 153[2] habitantes.

É a terra natal e o cenário de vários romances do escritor Herberto Sales.[carece de fontes?]

TopônimoEditar

"Andaraí" é um termo oriundo da língua tupi. Significa "rio dos morcegos", pela junção dos termos andirá (morcego)[5] e y (rio, água)[6]..

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 22 de outubro de 2018 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 0 de maio 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 13 de outubro de 2011 
  6. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.

Ligações externasEditar