Abrir menu principal
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde dezembro de 2011). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Andaraí
Fundação 1 de dezembro de 1946 (72 anos)
Escola-madrinha Mangueira[1]
Cores
Símbolo Coroa sobre uma serpente e um surdo
Bairro Santa Marta
Presidente Márcio Roberto
Presidente de honra Toninho
Desfile de 2018
Enredo “Quem conta um conto aumenta um ponto com a certeza de quem viu! Mas não leve tão a sério é 1° de Abril”

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Andaraí é uma escola de samba da cidade de Vitória, no estado brasileiro do Espírito Santo.

Índice

HistóriaEditar

A agremiação carnavalesca surgiu na década de 40, a partir do time de futebol, nas cores azul e branco, posteriormente, a batucada do Andaraí, desfilava em vitória, dentre outras batucadas Chapéu de lado, Fonte Grande, entre outros. Mais tarde essa agremiação ficou durante bom tempo fora do carnaval de Vitória, retornando como bloco na década de 70, fazendo estágio para acessar a condição de Escola de Samba, enfim, conseguiu o seu intento, firmando-se como Grêmio Recreativo Escola de Samba Andaraí, sendo batizada pela Mangueira-RJ, ainda no final da década de 70, as suas cores passaram a ser verde e rosa. Paralelamente, para reviver a história, o time foi reativado, também nas mesmas cores na década 80, time de várzea, mas com muita luta chegou a segunda divisão, disputando, inclusive dois campeonatos dessa mesma categoria promovido pela FES. Este time se manteve ativo até 89.

Não devemos esquecer dos seus fundadores Seu Sebastião, Dona Amélia, Bolinha, Vadinho e outros.

Na década de 80, uma rapaziada aguerrida, a nova geração do bairro Santa Marta - Celino (Marinho), Evaldo (Nunes), Carlos (Beré), Luís (Luisito),

Eliane e Evandro (Vandinho) resolvem colocar a Agremiação há quase uma década fora da Avenida, e de fato, retornou com enredo "Andaraí e sua história através dos tempos " tema de Luisito - samba-enredo de: Beré e Luisito. A essa rapaziada teve o sonho de resgatar toda uma história de uma importante agremiação desportiva e carnavalesca do Espírito Santo - Agradecemos o apoio de Chico Banha - Francisco Gonçalves, Jorge Reis, Foneves e moradores antigos, fundadores, Bolinha,Vadinho,Neca,Elvira, Cícero e outros que apoiaram a luta dos rapazes.

De lá pra cá, sofreu com a inatividade do desfile das escolas de samba de vitória até meados da década 90, retornando com força total e participando até os dias de hoje.

Em 2008, com o enredo "Comprar, vender… viver é aprender", foi a vice-campeã do Grupo Especial - 1A, equivalente à primeira divisão do carnaval da cidade. Neste mesmo ano se destacou pela sua comissão de frente sendo considerada a melhor do carnaval 2008, pela sua bateria arrojada, considerada também uma das melhores do carnaval e pelo seu lindo samba-enredo, perfeitamente interpretado pelo Lauro.

Em 2009, com o enredo "Sete Portais, Sete Encantos: Divino Espírito Santo", foi a oitava colocada no Grupo Especial. Fez um desfile razoável, longe os carnavais anteriores, mas com muita garra e emoção, levou para avenida outro bom samba, bem interpretado, que junto com a bateria foram os destaques da agremiação.Pecou pela falta de qualidade em suas fantasias, que haviam sido os destaques dos 2 anos anteriores, pecou nas alegorias e na comissão de frente. Mesmo assim,chegou a empolgar no final e seu desfile com belas e transadas paradinhas e coreografias de sua bateria.

No ano de 2010, mostrou o enredo O pão nosso de cada povo - argamassa da vida e medula dos mortais, teve problemas com o carros alegóricos que não ficaram prontos a tempo e também com a ala de baianas que não desfilou por falta de fantasias, que não foram entregues a tempo pela costureira, que segundo a mesma, teve problemas de saúde na semana o desfile e teve que ser hospitalizada não tendo condições de entregar a tempo, o que ocasionou a perda de 10 pontos. Sendo assim, a agremiação terminou entre as três rebaixadas que voltaram a formar o grupo de acesso.

Para 2011, houve mudanças na diretoria, e outros postos: Marcos Machado assumiu a presidência no lugar de Thiago Ferreira Nunes. Além disso, Patrícia Telles substituirá Juliana como rainha de bateria, e Jerdan será o coreógrafo. A escola abordará em seu carnaval o enredo "Andaraí canta São Pedro: A terra sonhada era mangue, na lama prometida, a redenção! Luta, é a riqueza do lugar de toda bravura".[2] Segundo a crítica, possui um os melhores sambas de 2011 e foi campeã do grupo e retornando ao grupo Especial em 2012.[3]

Em 2013, a escola homenageou o tradicional Rio Branco.

Em outubro de 2015 a Escola anuncia novo primeiro casal de Mestre Sala e Porta Bandeira: Marcos Paulo e Pricylla Pirola.

SegmentosEditar

PresidentesEditar

Nome Mandato Ref.
Márcio Roberto outubro de 2013-atualidade [4][5][6][7]

Presidentes de honraEditar

Nome Mandato Ref.
Edwaldo Luiz Nunes ?-? [8]
Toninho ?-atualidade [6]

DiretoresEditar

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2009 Marcelo Costa [8]
2014 Marcelo Costa Marcelo Ricardo Jorginho
2017 Sandro de Oliveira Thiago Bandeira Kaio Amorim [6]
2018 Sandro de Oliveira Marinilce Pereira Kaio Amorim [9][7]

CoreógrafoEditar

Período Nome Ref.
2011-2014 Jerdan
2015- George Falcão [10][6][9]

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeiraEditar

Período Nome Ref.
2012 Neném e Renatinha [11]
2013-2015 Tony e Delma [11]
2016-2017 Marcos Paulo e Pricylla Pirola [6]
2017-2018 Marcos Paulo e Julia Demoner [9]
2018-2019 Marcos Paulo e Marina Zanchetta

Corte de bateriaEditar

Período Rainha Madrinha Ref.
2011-2016 Patrícia Telles [12]
2017- Juliany Simon Gisele Simon [6][9]

CarnavaisEditar

Andaraí
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
1984 9º lugar B Andaraí! Três anos de glória [13]
1985 Vice-Campeã B Vem quem tem, quem quiser pode chegar
1986 8º lugar A Os grandes shows da vida
1987 9º lugar A Yes, nós temos Bahia
1988 6º lugar A Um século de liberdade
1989 A Aniversário da Rede Gazeta
1990 Campeã C Revolta de Queimados
1991 Campeã B As histórias que vovó contava
1992 Campeã B Aracruz, estrelando o papel principal
Entre 1993 e 1997 não houve desfile oficial
1998 A escola de samba não desfilou
1999 Desfile não competitivo Amores da lua [14]
2000 Desfile não competitivo Milson Henriques - Criador e criaturas
2001 Desfile não competitivo Ibiraçu - Ibira-Pau-Açu, Gigante
2002 10º lugar Especial O menino de Pindobas que conquistou o Espírito Santo, o Brasil e o mundo
2003 4º lugar Especial Árvore encantada que deu a origem a Santa Marta
2004 5º lugar Especial Mármore e granito: A força das pedras no Espírito Santo
2005 7º lugar Especial Liberdade, a luta continua
2006 5º lugar Especial Na loucura da vida e na folia... Todo mundo tem sua magia
2007 Vice-campeã Especial A Ferro e Fogo, a trajetória de um setor Paulo Balbino
2008 Vice-campeã Especial Comprar, vender... viver é prender Paulo Balbino
2009 8º lugar Especial Sete Portais, Sete Encantos: Divino Espírito Santo Marcello Portella Lauro da Andaraí [15][8]
2010 11º lugar Especial O pão nosso de cada povo - argamassa da vida e medula dos mortais Marcão Oliva Lauro da Andaraí
2011 Campeã Acesso Andaraí canta São Pedro: A terra sonhada era mangue, na lama prometida, a redenção! Luta, é a riqueza do lugar de toda bravura Marcão Oliva Lauro da Andaraí [16]
2012 9º lugar Especial Milson Henriques, Bodas de Ouro em Verde e Rosa Marcão Oliva Lauro da Andaraí
2013 8º lugar Especial Andaraí canta em verso e prosa! 100 anos do Rio Branco, áureos tempos de lutas e glórias Sandro de Oliveira Lauro da Andaraí [17][18]
2014 5º lugar Especial-B Misticismo, sentimento, fé ou fascinação? Andaraí desvenda os mistérios da magia Sandro de Oliveira Lauro da Andaraí [19]
2015 Campeã Acesso S.O.S. “TERRA“! Uma explosão de vida Sandro de Oliveira Lauro da Andaraí
2016 Vice-campeã A Era uma vez... Sandro de Oliveira Lauro da Andaraí [20]
2017 Campeã A Com uma paleta de cores vibrantes, Andaraí pinta seu carnaval Sandro de Oliveira Lauro da Andaraí [6]
2018 7º lugar Especial Quem conta um conto aumenta um ponto com a certeza de quem viu! Mas não leve tão a sério é 1° de Abril Sandro de Oliveira Lauro da Andaraí [9][7]
2019 A

Referências

  1. Prefeitura de Vitória. «Andaraí: verde e rosa na avenida» 
  2. Wagner Barbosa, para o GAZETAONLINE (25 de fevereiro de 2011). «Andaraí encerra o primeiro dia de desfiles». Consultado em 3 de dezembro de 2011 
  3. gazeta online (1 de março de 2011). «Andaraí é campeã do Grupo de Acesso». Consultado em 3 de dezembro de 2011 
  4. Viva Samba (3 de outubro de 2013). «Márcio Roberto é o novo presidente da Andaraí». Consultado em 5 de outubro de 2013. Arquivado do original em 12 de outubro de 2013 
  5. «Cópia arquivada». Consultado em 11 de dezembro de 2015. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2015 
  6. a b c d e f g Folha Vitória (27 de janeiro de 2017). «Andaraí promete "pintar o sete" na avenida ao falar das cores no Carnaval 2017». 12h49 
  7. a b c G1 (1 de fevereiro de 2018). «Carnaval 2018: G1 faz guia do desfile das escolas de samba do ES» 
  8. a b c [1]
  9. a b c d e Folha Vitória (24 de janeiro de 2018). «Andaraí contesta verdades incontestáveis em retorno ao Grupo Especial do Carnaval Capixaba». 20h01 
  10. [2]
  11. a b [3]
  12. [4]
  13. [http://www.brasilcarnaval.com.br/escolas/vitoria-ok/andarai.htm «Andara�»]. www.brasilcarnaval.com.br. Consultado em 16 de janeiro de 2019  replacement character character in |titulo= at position 7 (ajuda)
  14. [http://www.brasilcarnaval.com.br/escolas/vitoria-ok/andarai.htm «Andara�»]. www.brasilcarnaval.com.br. Consultado em 16 de janeiro de 2019  replacement character character in |titulo= at position 7 (ajuda)
  15. «Lieses – Carnaval 2009». Consultado em 13 de janeiro de 2010. Arquivado do original em 12 de outubro de 2013 
  16. Gazeta-ES (1 de março de 2011). «Andaraí é campeã do Grupo de Acesso». 15h25. Consultado em 2 de março de 2013 
  17. Andaraí homenageia centenário de time capixaba no Carnaval do ES
  18. Globoesporte.com (18 de maio de 2012). «G.R.E.S. Andaraí vai homenagear os 100 anos do Rio Branco-ES». 00h03. Consultado em 5 de outubro de 2013 
  19. Lucas Rezende - ES Hoje (13 de maio de 2013). «Andaraí aposta no misticismo para 2014». 15:49. Consultado em 5 de outubro de 2013. Arquivado do original em 12 de outubro de 2013 
  20. «Com enredo 'Era uma vez', Andaraí convida o folião à leitura». 27 de janeiro de 2016. Consultado em 27 de setembro de 2016