Abrir menu principal
Anders Celsius
Nascimento 27 de novembro de 1701
Uppsala
Morte 25 de abril de 1744 (42 anos)
Uppsala
Sepultamento Igreja de Gamla Uppsala
Cidadania Suécia
Progenitores Pai:Olof Celsius
Alma mater Universidade de Uppsala
Ocupação astrônomo, físico, matemático, professor universitário, inventor, químico, meteorologista
Prêmios membro da Royal Society
Empregador Universidade de Uppsala
Causa da morte tuberculose
Assinatura
Anders Celsius Signature.svg

Anders Celsius (Uppsala, 27 de novembro de 1701 — Uppsala, 25 de abril de 1744) foi um astrônomo, físico e geofísico sueco. [1][2][3]

Celsius foi professor da Universidade de Uppsala (1730-1744), tendo em 1732-1735 feito uma longa viagem de estudo à Alemanha, Itália e França. Em 1741, fundou o Observatório Astronômico de Uppsala, e em 1742 propôs os graus Celsius de temperatura, escala que leva seu nome. [4][5] A escala inicial de Celsius atribuía o valor de 0 °C ao ponto de ebulição da água e de 100 °C ao ponto de fusão da água. Em 1745, um ano após a morte de Celsius, Carl Linnaeus inverteu a escala para a sua forma atual: 0 °C para o ponto de fusão da água e 100 °C para o ponto de ebulição da água. [6]

Índice

Vida e obraEditar

Anders Celsius nasceu em 27 de novembro de 1701, na cidade sueca de Uppsala, numa família em que o pai e os avós tinham sido astrônomos. Mostrou muito cedo inclinação para a matemática, e, aos 29 anos de idade, foi nomeado professor de astronomia na Universidade de Uppsala, onde permaneceu no período de 1730 a 1744. Entre 1732 e 1735, fez uma viagem de estudo pela Alemanha, Itália e França, onde visitou principalmente observatórios astronômicos. A ele se deve a introdução da pesquisa astronômica na Suécia, tanto prática como teórica. [4][3]

Em 1733 publicou em Nurembergue (Nürnberg) uma coleção de 316 observações da Aurora Boreal feitas por ele próprio e outros durante os anos 1716-1732. [3]

Em Paris, em 1734, defendeu a medida do arco de meridiano na Lapônia, e em 1736 fez parte da expedição organizada com este intuito pela Academia Francesa de Ciências e dirigida por Pierre Louis Maupertuis, tendo chegado à conclusão de que a Terra era achatada nas regiões polares. [2][3]


Celsius foi um dos fundadores do Observatório Astronômico de Uppsala em 1741, sendo porém mais conhecido pela escala de temperatura Celsius, proposta pela primeira vez em um documento endereçado à Academia Real das Ciências da Suécia em 1742. Esta escala foi revisada por Carolus Linnaeus em 1745 e permanece como padrão até hoje. A maior contribuição de Celsius, no entanto, foi a invenção do termômetro centígrado. [4][2][3]

Celsius morreu de tuberculose em Uppsala, em 25 de Abril de 1744, aos 42 anos de idade. Encontra-se sepultado no cemitério da Igreja da Velha Uppsala. [7]

PublicaçõesEditar

  • "Nova Method us distantiam solis a terra determinandi" (1730)
  • "De observationibus pro figura telluris determinanda" (1738)

Referências

  1. Hadenius, Stig; Torbjörn Nilsson, Gunnar Åselius (1996). «Celsius, Anders». Sveriges historia - Vad varje svensk bör veta (História da Suécia – O que todos os suecos devem saber) (em sueco). Estocolmo: Bonnier Alba. p. 200. 447 páginas. ISBN 91-34-51784-7 
  2. a b c Kaare Aksnes. «Anders Celsius» (em norueguês). Store norske leksikon (Grande Enciclopédia Norueguesa). Consultado em 10 de maio de 2019 
  3. a b c d e Knud Erik Sørensen. «Anders Celsius» (em dinamarquês). Den Store Danske Encyklopædi (Grande Enciclopédia Dinamarquesa). Consultado em 10 de maio de 2019 
  4. a b c «Anders Celsius». Enciclopédia Mirador Internacional. UOL - Educação. Consultado em 27 de novembro de 2012 
  5. «Anders Celsius». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007–2008. p. 202. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  6. H. J. Heyman. «Anders Celsius» (em sueco). Svenskt biografiskt lexikon (Riksarkivet) - Dicionário Biográfico Sueco (Arquivo Nacional Sueco). Consultado em 14 de novembro de 2016 
  7. Anders Celsius (em inglês) no Find a Grave

Ligações externasEditar