Abrir menu principal

Andrea Fortunato

futebolista italiano

Andrea Fortunato (Salerno, 26 de julho de 1971 - Perugia, 25 de abril de 1995) foi um futebolista italiano que atuava como lateral-esquerdo.

Andrea Fortunato
Informações pessoais
Nome completo Andrea Fortunato
Data de nasc. 26 de julho de 1971
Local de nasc. Salerno,  Itália
Falecido em 25 de abril de 1995 (23 anos)
Local da morte Perugia,  Itália
Altura 1,78 m
Informações profissionais
Posição Lateral-esquerdo
Clubes de juventude
Itália Como
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1989–1991
1991–1992
1992–1993
1993–1995
Itália Como
Itália Pisa
Itália Genoa
Itália Juventus
43 (0)
25 (0)
35 (3)
27 (1)
Seleção nacional
1993 Flag of Italy.svg Itália 1 (0)

CarreiraEditar

Considerado um dos atletas mais promissores de sua posição no futebol italiano, Fortunato profissionalizou-se em 1988, no Como, e fez sua estreia em outubro do ano seguinte, tendo jogado 43 vezes pelos Lariani. Contratado pelo Genoa em 1991, não teve chances na equipe principal, uma vez que o titular da lateral-esquerda era o experiente brasileiro Branco. Foi emprestado ao Pisa entre 1991 e 1992, participando em 25 partidas. Com a saída de Branco, Fortunato assumiu a titularidade. No clube da Ligúria, atuou em 35 jogos e marcou 3 gols.[1]

Na temporada 1993-94, assinou com a Juventus. Considerado pela Vecchia Signora o sucessor de Antonio Cabrini,[2] Fortunato vestiu a camisa 3, e chamou a atenção do técnico Arrigo Sacchi, que o convocou para um jogo da Seleção Italiana pelas grupo 1 das eliminatórias europeias da Copa de 1994, contra a Estônia. O desempenho do jogador agradou Sacchi, que incluiu Fortunato em sua lista de pré-convocados ao torneio.

MorteEditar

Durante a segunda parte da temporada, Fortunato sofreu uma inesperada queda de rendimento, e foi afastado do elenco da Juventus. Em maio de 1994, os médicos da equipe descobriram que o lateral era portador de uma forma rara de leucemia.[3]

O jogador decidiu procurar um doador compatível, passou por um processo de quimioterapia em Turim e por 2 transplantes; o primeiro, de sua irmã Paola, não deu certo, e o segundo, por parte de seu pai, rendeu-lhe uma recuperação aparentemente bem-sucedida. O técnico Marcello Lippi chegou a reintegrar Fortunato ao time principal no jogo contra a Sampdoria, em fevereiro de 1995.

Embora sua condição fosse boa, o lateral contraiu uma gripe que o levou de volta ao mesmo hospital de Perugia em que passou pelo segundo transplante de medula óssea. A gripe evoluiu para uma grave pneumonia que causou sua morte, em 25 de abril, aos 23 anos.[4][5] No dia seguinte, a Itália enfrentaria a Lituânia pelas eliminatórias da Eurocopa de 1996, e prestou uma homenagem com 1 minuto de silêncio.[6] A Juventus, que viria a conquistar o título da Serie A, dedicou a conquista a Fortunato,[7] batizando o troféu de Fortunato' Scudetto.[8]

TítulosEditar

Juventus

Referências

  1. «Quella volta che la Samb rovinò l' ultimo spettacolo» (em italiano). La Repubblica. 7 de junho de 2003. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  2. Luca Gunby (25 de abril de 2015). «Remembering Andrea Fortunato: 20 Years since he was taken from Calcio and Juventus». forzaitalianfootball.com. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  3. «Sporting Digest: Football». The Independent. 22 de maio de 1994. Consultado em 25 de julho de 2016 
  4. Alberto Costa (26 de abril de 1995). «Fortunato ha perso la sua sfida» (em italiano). Corriere della Sera. p. 19. Consultado em 25 de julho de 2016. Arquivado do original em 24 de setembro de 2014 
  5. Piero Bianco (26 de abril de 1995). «Fortunato, l'ultima sconfitta» (em italiano). La Stampa. p. 13. Consultado em 25 de julho de 2016 
  6. «Andrea Fortunato, la sua storia in un libro» (em italiano). Il Corriere del Mezzogiorno. 19 de março de 2010. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  7. Roberto Perrone; Giuseppe Toti (23 de maio de 1996). «"Questa squadra ha vinto tutto"» (em italiano). Corriere della Sera. p. 7. Consultado em 25 de julho de 2016 
  8. «Calcio Champion: Andrea Fortunato». goal.com. 25 de dezembro de 2008. Consultado em 25 de julho de 2016 
   Este artigo sobre futebolistas italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.