Andretti Formula E

A Andretti Formula E[6] é uma equipe de automobilismo que atualmente disputa o Campeonato de Fórmula E, competição organizada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).[7]

Andretti Formula E
Andretti Formula E
Informações gerais
Nome completo Andretti Formula E
Base Reino Unido[1]
Chefe de equipe Roger Griffiths[1]
Pilotos 1. Reino Unido Jake Dennis[2]
17. França Norman Nato[3]
Piloto(s) de teste Barbados Zane Maloney[4]
Motor Porsche 99X Electric[5]
Chassis Gen3
Pneu Hankook
Fórmula E
Estreia ePrix de Pequim de 2014
Corridas concluídas 117
Campeã de equipes 0
Campeã de pilotos 1 (2022–23)
Vitórias 10
Pódios 22
Pontos 1.062
Pole Positions 12
Volta mais rápida 10
Última corrida ePrix de Londres de 2023
Posição no último campeonato (2022–23) 3° lugar (252 pontos)

História

editar

Em julho de 2013, foi anunciado que a Andretti ingressaria na temporada inaugural da Fórmula E.[8][9] Com isso, a Andretti se tornou na terceira equipe a ingressar na categoria, atrás apenas da Drayson Racing (posteriormente transformada na Trulli Formula E Team) e da China Racing.[8] Criada como Andretti Formula E Team[10] — sendo uma das várias equipes de corrida associadas atualmente à Andretti Global —, a equipe estadunidense contou com os pilotos Franck Montagny e Charles Pic para sua estreia na Fórmula E. Após Montagny ser banido por doping, Jean-Éric Vergne recebeu um assento regular. Porém, nenhum segundo piloto fixo foi contratado para a vaga inicialmente ocupada por Pic, nas outras corridas a Andretti contou com Matthew Brabham, Marco Andretti, Scott Speed, Justin Wilson e Simona de Silvestro. A equipe terminou em sexto lugar na classificação do Campeonato de Equipes, marcando 119 pontos e, conquistando um total de quatro pódios.

Antes do início da temporada de 2015–16, a Andretti assinou um acordo com a Amlin, que se tornou o patrocinador titular, com isso, a equipe passou a se chamar Amlin Andretti Formula E Team[11] e, contratou Robin Frijns e Simona de Silvestro como seus pilotos titulares para a disputa do campeonato.[12][13] A partir desta temporada, as equipes receberam a permissão para desenvolver seus próprios trens de força.[14] Entretanto, em 25 de agosto de 2015, a Andretti anunciou que iria continuar utilizando o trem de força fornecido pela McLaren para a temporada anterior.[15] Após uma ligeira queda no desempenho, a equipe terminou em sétimo lugar no Campeonato de Equipes, marcando 49 pontos.

 
António Félix da Costa no ePrix de Berlim de 2017.

Para a disputa da temporada de 2016–17, de Silvestro deixou a equipe e foi substituída por António Félix da Costa.[16] A partir desta temporada, a Andretti se tornou equipe de fábrica e passou a usar seus próprios trens de força, que eram construídos pela empresa irmã Andretti Technologies.[17] Em junho de 2016, a equipe revelou a alteração de seu nome para MS Amlin Andretti Formula E, a mudança ocorreu em razão da aquisição da Amlin pela Mitsui Sumitomo em setembro de 2015.[18][19] Em setembro de 2016, a Andretti anunciou que havia firmado uma parceria técnica de dois anos com a BMW, permitindo assim que a fabricante alemã se familiarizasse com a categoria em vista de uma potencial formação de uma equipe de fábrica para a temporada de 2018-19, dependendo do progresso da Fórmula E.[20] Como equipe de fábrica, a Andretti ficou novamente no sétimo o lugar no Campeonato de Equipes, mas marcou apenas 34 pontos e não conquistou pódios.

Para a temporada de 2017–18, a equipe foi renomeada para MS&AD Andretti Formula E[21] e, contratou Kamui Kobayashi como substituto de Frijns.[22] Porém, após disputar duas corridas Kobayashi foi substituído por Tom Blomqvist,[23] que por sua vez foi substituído por Stéphane Sarrazin a partir da nona etapa.[24] A BMW aumentou seu envolvimento de engenharia com a Andretti já na temporada de 2017–18 para tentar recuperar o terreno perdido após a equipe enfrentar dificuldades na temporada de 2016–17.[25] Entretanto, mesmo com o apoio da fabricante alemã, a equipe piorou sua posição na tabela de classificação ao somar apenas 24 pontos, o que foi suficiente para classificar no décimo lugar no Campeonato de Equipes.

 
António Félix da Costa no ePrix de Marraquexe de 2019.
 
Logotipo da equipe na época de sua parceria com a BMW

A partir da temporada de 2018–19, a entrada da Andretti na Fórmula E foi em grande parte assumida pela BMW. Como resultado da parceria entre as duas entidades, a equipe foi renomeada para BMW i Andretti Motorsport.[26] A fabricante alemã manteve António Félix da Costa e trouxe o piloto de fábrica da BMW, Alexander Sims.[27] A Andretti continuou a servir como equipe de corrida, mas é cada vez mais apoiada pelos engenheiros da BMW. Com trens de força e inversores, liberados para desenvolvimento interno no Campeonato de Fórmula E da FIA, foram desenvolvidos pela BMW.[28][29] Após uma melhora no desempenho em sua primeira temporada usando trens de força fornecidos pela BMW, a equipe terminou em quinto lugar no Campeonato de Equipes, marcando 156 pontos.

Em 2 de dezembro de 2020, a BMW anunciou que iria deixar a Fórmula E após o término da temporada de 2020–21, sua terceira temporada como fabricante de trens de força.[30] Entretanto, como a BMW era apenas parceira da Andretti, a equipe permaneceu no esporte sob a entidade Avalanche Andretti Formula E, após assinar um acordo de patrocínio com a Avalanche.[31] Posteriormente, a Andretti anunciou que permaneceria utilizando os trens de força da BMW na temporada de 2021-22, após a saída oficial da montadora alemã.[32]

Após quatro temporadas usando trens de força da BMW, em 2022 a equipe assinou um contrato para utilizar trens de força fornecidos pela Porsche a partir da temporada de 2022–23.[33] Após Oliver Askew se retirar da Fórmula E, a equipe contratou André Lotterer.[34] Em sua temporada inaugural com os trens de força da Porsche, a Andretti conquistou o seu primeiro Campeonato de Pilotos com Jake Dennis.[35]

Para a disputa da temporada de 2022–23, a Andretti encerrou sua parceria com a Avalanche. Com isso, a equipe passou a se chamar apenas Andretti Formula E.[6] Lotterer deixou a equipe e foi substituído por Norman Nato.[36]

Resultados

editar

(legenda) (resultados em negrito indicam pole position; resultados em itálico indicam volta mais rápida)

Ano Nome Chassi Trem de força Pneu N.° Piloto 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Pontos Class.
2014–15   Andretti Formula E Team Spark SRT01-e SRT01-e[nota 1] M PEQ PUT PDE BNA MIA LBH MON BER MSC LON 119
27   Franck Montagny 2 DSQ
  Jean-Éric Vergne 14 6 18 2 Ret 7 4 3 16†
28   Charles Pic 4
  Matthew Brabham 13 Ret
  Marco Andretti 12
  Scott Speed 2 Ret 12 13
  Justin Wilson 10
  Simona de Silvestro 11 12
2015–16   Amlin Andretti Formula E Team Spark SRT01-e SRT01-e[nota 2] M PEQ PUT PDE BNA MEX LBH PAR BER LON 49
27   Robin Frijns 10 3 10 8 5 15 7 6 Ret Ret
28   Simona de Silvestro Ret 13 11 14 14 9 15 9 11 Ret
2016–17   MS Amlin Andretti Formula E Spark SRT01-e Andretti ATEC-02 M HKG MAR BNA MEX MON PAR BER NIQ MTR 34
27   Robin Frijns 6 11 14 11 12 6 17 18 9 9 8 13
28   António Félix da Costa 5 Ret 11 Ret 11 Ret 16 11 12 15 14 15
2017–18   MS&AD Andretti Formula E Spark SRT01-e Andretti ATEC-03 M HKG MAR SAN MEX PDE ROM PAR BER ZUR NIQ 24 10°
27   Kamui Kobayashi 15 17
  Tom Blomqvist 8 11 15 16 15 Ret
  Stéphane Sarrazin 20 14 12 12
28   António Félix da Costa 6 11 14 9 7 11 11 Ret 15 8 11 15
2018–19   BMW i Andretti Motorsport Spark SRT05e BMW iFE.18 M DAR MAR SAN MEX HKG SNY ROM PAR MON BER SUI NIQ 156
27   Alexander Sims 18 4 7 14 Ret Ret 17 Ret 13 7 11 4 2
28   António Félix da Costa 1 Ret Ret 2 10 3 9 7 DSQ 4 12 3 9
2019–20   BMW i Andretti Motorsport Spark SRT05e BMW iFE.20 M DAR SAN MEX MAR BER BER BER 118
27   Alexander Sims 8 1 Ret 5 Ret 9 19 10 13 11 13
28   Maximilian Günther 18 11 1 11 2 DSQ Ret 1 Ret Ret 12
2020–21   BMW i Andretti Motorsport Spark SRT05e BMW iFE.21 M DAR ROM VAL MON PUE NIO LON BER 157
27   Jake Dennis 12 Ret Ret 13 8 1G 16 5 5G Ret 16 1 9 5 Ret
28   Maximilian Günther Ret Ret 9 5 Ret 12 5 12 7 1 10 18 6 8 15
2021–22   Avalanche Andretti Formula E Spark SRT05e BMW iFE.21 M DAR MEX ROM MON BER JAC MAR NIO LON SEU 150
27   Jake Dennis 3 5 10 13 Ret 9 13 13 6 7 10 8 1 2 4 3
28   Oliver Askew 9 11 17 14 15 15 15 15 13 11 19 Ret 4 Ret Ret 5
2022–23   Avalanche Andretti Formula E Spark Gen3 Porsche 99X Electric H MEX DAR CCB SPL BER MON JAC PRT ROM LON 252
27   Jake Dennis 1 2 2 16 13 Ret 18 2 3 2 2 2 4 1 2 3
36   André Lotterer 4 9 12 9 9 12 8 21 Ret 19 Ret Ret 13 21
  David Beckmann 16 Ret
2023–24   Andretti Formula E Spark Gen3 Porsche 99X Electric H MEX DAR SPL TOQ MIS MON BER XAN PRT LON 3* 7º*
1   Jake Dennis 9
17   Norman Nato 10
Notas

* Temporada ainda em andamento.
† – Não completaram a prova, mas foram classificados pois concluíram 90% da prova.
G – Volta mais rápida na fase de grupos da classificação.

  1. Na temporada inaugural, todas as equipes receberam um trem de força idêntico da McLaren.
  2. A equipe optou por voltar ao motor anterior fornecido pela McLaren usado na temporada inaugural.[15]

Referências

  1. a b «'80% NEW' ANDRETTI'S POST-BMW CHANGE IS BIGGER THAN YOU THINK». The Race. Consultado em 30 de janeiro de 2022 
  2. «Avalanche Andretti Formula E and Jake Dennis extend relationship with multi-year agreement». Andretti Autosport. Consultado em 30 de junho de 2023 
  3. «Andretti Global signs Nato to replace Lotterer in Formula E». www.motorsport.com (em inglês). 12 de setembro de 2023. Consultado em 15 de setembro de 2023 
  4. «Zane Maloney In As Reserve And Development Driver At Andretti». The Official Home of Formula E. (em inglês). 15 de novembro de 2023. Consultado em 8 de fevereiro de 2024 
  5. «Avalanche Andretti Formula E to be powered by Porsche from 2023». FIA Formula E (em inglês). Consultado em 21 de janeiro de 2023 
  6. a b «Andretti Formula E Mexico City E-Prix Race Report». andrettiautosport.com. 15 de janeiro de 2024. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  7. «BMW amplia presença no automobilismo, confirma entrada na F-E pela Andretti e anuncia volta a Le Mans em 2018». Grande Prêmio. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  8. a b «Andretti Autosport se "apunta" a la Formula E» (em espanhol). motorpasion.com. 13 de julho de 2013. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  9. «Teams: Andretti Autosport». fiaformulae.com. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  10. «Spotters guide to Formula E». FIA Formula E. Formula E Operations. 12 de dezembro de 2014. Consultado em 20 de janeiro de 2024. Arquivado do original em 4 de janeiro de 2015 
  11. «FIA homologates manufacturers for second Formula E season». Formula E Holdings Limited. 3 de agosto de 2015. Consultado em 20 de janeiro de 2024. Arquivado do original em 22 de agosto de 2015 
  12. «Andretti Formula E team welcomes Robin Frijns». Andretti Autosport. 17 de setembro de 2015. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  13. «Drones, drivers and 200mph». current-e.com. 6 de agosto de 2015. Consultado em 20 de janeiro de 2024. Arquivado do original em 8 de agosto de 2015 
  14. «Formula E permitirá construtores desenvolverem seus próprios motores». F1 Mania. 24 de fevereiro de 2015. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  15. a b «Andretti reverts to season one powertrain». fiaformulae.com. 27 de agosto de 2015. Consultado em 20 de janeiro de 2024. Arquivado do original em 31 de outubro de 2015 
  16. «Andretti confirms Felix da Costa for season three». 10 de agosto de 2016. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  17. «Andretti technologies to build Formula E powertrain». FIA Formula E. 26 de junho de 2015. Consultado em 3 de dezembro de 2018. Cópia arquivada em 22 de agosto de 2016 
  18. «Amlin Andretti FE makes slight team name change». nbcsports.com. 29 de junho de 2016. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  19. «Mitsui Sumitomo to buy insurer Amlin for £3.5bn». FT. 8 de setembro de 2015. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  20. Biesbrouck, Tim (27 de setembro de 2016). «BMW confirms Formula E involvement with Andretti». Electric Autosport. Consultado em 20 de janeiro de 2024. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2016 
  21. «Announcing MS&AD Andretti – the re-branded MS Amlin Formula E team - MS Amlin plc». www.msamlin.com. Consultado em 8 de novembro de 2017 
  22. «Kobayashi to make Formula E debut in Hong Kong». Motorsport.com (em inglês). 15 de novembro de 2017. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  23. «Formula E – Entry list for 2017/18 season confirmed». FIA. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  24. Smith, Topher (7 de maio de 2018). «Sarrazin makes surprise return to Formula E». e-racing.net. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  25. «BMW amplia suporte à F-E antes do esperado». br.motorsport.com. 23 de outubro de 2017. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  26. «Nine manufacturers homologated for Season 5». FIA Formula E. 21 de março de 2017. Consultado em 3 de dezembro de 2018. Cópia arquivada em 23 de março de 2017 
  27. «BMW takes covers off season five challenger». fiaformulae.com. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  28. «BMW i Andretti Motorsport Reveals Factory-Backed Formula E Contender». carscoops.com. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  29. «BMW lança seu carro iFE.18 Gen 2». F1 Mania. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  30. «BMW segue Audi e anuncia saída da F-E ao final da próxima temporada». motorsport.uol.com.br. Consultado em 21 de dezembro de 2020 
  31. «AVALANCHE BLOCKCHAIN PARTNERS WITH ANDRETTI FORMULA E TO ACCELERATE IMPACT OF ECO-FRIENDLY TECHNOLOGIES». Andretti Autosport. 20 de outubro de 2021. Consultado em 22 de outubro de 2021 
  32. «Andretti will keep BMW power for season after works pullout». The Race (em inglês). 23 de fevereiro de 2021. Consultado em 6 de março de 2021 
  33. «Avalanche Andretti Formula E to be powered by Porsche from 2023». FIA Formula E (em inglês). 13 de maio de 2022. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  34. «Andretti Autosport | ANDRÉ LOTTERER TO DRIVE FOR AVALANCHE ANDRETTI FORMULA E IN 2023». Andretti Autosport (em inglês). 6 de setembro de 2022. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  35. «Dennis é 2º e conquista título da Fórmula E 2023. Evans vence caótico eP de Londres 1». grandepremio.com.br. 29 de julho de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2024 
  36. «Andretti Global signs Nato to replace Lotterer in Formula E». www.motorsport.com (em inglês). 12 de setembro de 2023. Consultado em 20 de janeiro de 2024 

Ligações externas

editar