Andrew Moray

Andrew Moray (em francês normando: Andreu de Moray; em latim: Andreas de Moravia), também conhecido como Andrew de Moray, Andrew of Moray ou Andrew Murray, foi um proeminente líder militar durante a Primeira Guerra de Independência da Escócia. Ele liderou uma revolta no norte da Escócia no verão de 1297 contra o rei Eduardo I da Inglaterra, conquistando vitórias e terras para o rei escocês João Balliol. Ele, subsequentemente, uniu forças com William Wallace e juntos levaram os escoceses a vitória na Batalha de Stirling Bridge. Moray foi mortalmente ferido, falecendo após o combate em uma data desconhecida, nos tardios meses de 1297.[1][2]

Andrew Moray
Nascimento Segunda metade do século XIII
Morte 1297
Nacionalidade Escocês
Progenitores Mãe: Uma filha de John I Comyn de Badenoch
Pai: Sir Andrew Moray
Parentesco Tios: Sir William Moray de Bothwell, David Moray, bispo de Moray
Cônjuge Desconhecida
Filho(s) 1 (Andrew Murray, lorde de Petty e Bothwell e Guardião da Escócia)
Ocupação Líder militar
Serviço militar
Lealdade Royal Arms of the Kingdom of Scotland.svg Reino da Escócia
Anos de serviço 1297
Patente Comandante
Conflitos Guerra de Independência da Escócia

Referências

  1. "Anglo-Scottish Relations 1174-1328: Some Selected Documents", ed. E. L. G Stones, 1970;
  2. Andrew Fisher, ‘Murray, Andrew (d. 1297) ’, Oxford Dictionary of National Biography, Oxford University Press, 2004.


  Este artigo sobre a Escócia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.