Andrew Strominger

físico norte-americano

Andrew Eben Strominger ( /ˈstrɑːmɪnər/;[1] 1955) é um físico estadunidense.

Andrew Strominger
Andy Strominger em Harvard
Modelo de CGHS
Nascimento 1955 (68 anos)
Cambridge
Nacionalidade estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Progenitores
Alma mater Universidade Harvard (B.A., 1977), Universidade da Califórnia em Berkeley (M.A., 1979), Instituto de Tecnologia de Massachusetts (Ph.D., 1982)
Ocupação físico, professor universitário, físico teórico
Prêmios Medalha Oskar Klein (2014), Prêmio Dirac (2014), Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática (2016), Fundamental Physics Prize (2017)
Empregador Universidade Harvard, Universidade da Califórnia em Santa Bárbara
Instituições Universidade Harvard
Campo(s) física

PesquisaEditar

Contribuições notáveisEditar

  • um artigo com Cumrun Vafa que explica a origem microscópica da entropia do buraco negro, originalmente calculada termodinamicamente por Stephen Hawking e Jacob Bekenstein, a partir da teoria das cordas.
  • um artigo com Philip Candelas, Gary Horowitz e Edward Witten na década de 1980 sobre a relevância das variedades Calabi – Yau para obter o Modelo Padrão da teoria das cordas.
  • outros artigos que discutem a correspondência dS / CFT e a correspondência Kerr / CFT (variações da correspondência AdS / CFT).
  • S-branas (uma variação de D-branas).
  • Teoria OM (com Shiraz Minwalla e Nathan Seiberg).
  • solitons não comutativos (com Shiraz Minwalla e Rajesh Gopakumar).
  • buracos negros sem massa na forma de D3-branas embrulhadas que regulam a física de uma conifold e permitem a mudança de topologia.
  • a conjectura SYZ, uma interpretação da simetria do espelho como um caso especial de dualidade T (com Eric Zaslow e Shing-Tung Yau).
  • ação puramente cúbica para a teoria do campo de cordas.
  • supercordas com torção.
  • um estudo da relação entre simetrias assintóticas em espaços-tempos assintoticamente planos, teoremas suaves e efeitos de memória.
  • um cálculo analítico do espectro exato de emissão de ondas gravitacionais de inspirais de extrema razão de massa (EMRIs) em buracos negros em rotação rápida (espera-se que essas ondas gravitacionais sejam detectadas com futuros detectores de ondas gravitacionais baseados no espaço, como eLISA).[2]

Referências

  1. The Dirac Roundtable
  2. «INSPIRE». inspirehep.net. Consultado em 23 de julho de 2021 

Ligações externasEditar


Precedido por
Pierre Ramond
Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática
2016
com Cumrun Vafa
Sucedido por
Carl M. Bender


  Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.