Lista de presidentes da Venezuela

artigo de lista da Wikimedia

O Presidente da República é o chefe de Estado e de Governo da República Bolivariana da Venezuela bem como o Comandante-em-chefe das Forças Armadas do país, sendo o mais alto cargo do Poder Executivo nacional.

Presidente da Venezuela
Presidente da Venezuela
Standard President of Venezuela.png
Estandarte Presidencial
Residência La Casona
Duração 6 anos, com direito a reeleição
Criado em 5 de março de 1811
Primeiro titular Cristóbal de Mendoza
Sucessão Vice-presidente
Website presidencia.gob.ve

O Presidente é eleito pelo voto popular e deve exercer mandato de seis anos, segundo o estipulado pela Constituição de 1999. O cargo atualmente está em disputa entre Nicolás Maduro e Juan Guaidó, acarretando em uma crise no país desde janeiro de 2019.

São considerados presidentes da Venezuela todos os seus chefes de Estado a partir de sua Independência, em 5 de julho de 1811, sendo, portanto, desconsiderados os representantes do Império Espanhol durante o Período Colonial.

O primeiro presidente foi Cristóbal Mendoza, apontado pelo Primeiro Congresso em 1811, embora o título de Pai da Nação seja usualmente aplicado a Simón Bolívar, o mais proeminente dentre os chamados Libertadores da América.

Lista de presidentes da VenezuelaEditar

Legenda: Partido Socialista Partido Conservador Partido Liberal Independente ou outros FEI Ação Democrática COPEI Convergência e PPT Polo Patriótico
Mandato #
(Presidência)
Imagem Presidente Tempo no poder Via de chegada Profissão
1 1 1   Cristóbal Mendoza, Juan Escalona, Baltasar Padrón 5 de março de 1811 – 21 de marzo de 1812 Triunvirato Executivo eleito pelo primeiro Congresso Advogado / Militar / Fazendeiro (respectivamente)
2 2 2   Francisco de Miranda 3 de abril de 1812 – 25 de julho de 1812 Nomeado pelo Congresso Militar (general)
3 3 3   Simón Bolívar 6 de agosto de 1813 – 7 de julho de 1814 Eleições indiretas - Nomeado chefe civil e militar do Ocidente de Venezuela Militar (general)
4

5

6

3 4   Simón Bolívar 6 de maio de 1816 – 25 de novembro de 1829 Eleições indiretas - Chefe Supremo da República e seus Exércitos (1816 - 1819)


Eleições indiretas - Presidente da Venezuela (1819)


Eleições indiretas - Presidente da Grã-Colômbia (1819 - 1829)

Militar (general)
8 4 8   José Antonio Páez 25 de novembro de 1829 – 6 de maio de 1830 Presidente provisório designado pela Assembleia de San Francisco Militar (general)
9 4 9   José Antonio Páez 6 de maio de 1830 – 24 de março de 1831 Presidente de Venezuela designado pelo Congresso de Valência Militar (general)
10 4 10   José Antonio Páez 24 de março de 1831 – 20 de janeiro de 1835 Eleições indiretas Militar (general)
11 5 10   Andrés Narvarte 20 de janeiro de 1835 – 9 de fevereiro de 1835 Presidente interino Advogado / Político
12 6 11   José María Vargas 9 de fevereiro de 1835 – 9 de julho de 1835 Eleições indiretas Médico
13 7 11   José María Carreño 27 de julho de 1835 – 20 de agosto de 1835 Presidente interino Militar (general)
14 6 11   José María Vargas 20 de agosto de 1835 – 24 de abril de 1836 Restituição Médico
15 5 11   Andrés Narvarte 24 de abril de 1836 – 20 de janeiro de 1837 Presidente interino Advogado / Político
16 7 11   José María Carreño 20 de janeiro de 1837 – 11 de março de 1837 Presidente interino Militar (general)
17 8 11   Carlos Soublette 11 de março de 1837 – 1 de fevereiro de 1839 Presidente interino Militar (general)
18 5 12   José Antonio Páez 1 de fevereiro de 1839 – 20 de janeiro 1843 Eleições indiretas Militar (general)
19 12   Santos Michelena 20 de janeiro de 1843 – 28 de janeiro 1843 Presidente interino Político / Diplomata
20 8 13   Carlos Soublette 28 de janeiro de 1843 – 20 de janeiro de 1847 Eleições indiretas Militar (general)
21 13   Diego Bautista Urbaneja 20 de janeiro de 1847 – 1 de março de 1847 Presidente interino Advogado / Militar
22 9 14   José Tadeo Monagas 1 de março de 1847 – 20 de janeiro de 1851 Eleições indiretas Militar (general)
23 14   Antonio Leocadio Guzmán 20 de janeiro de 1851 – 5 de fevereiro de 1851 Presidente interino Político / Jornalista
24 10 15   José Gregorio Monagas 5 de fevereiro de 1851 – 20 de janeiro de 1855 Eleições indiretas Militar (general)
25 15   Joaquín Herrera 20 de janeiro de 1855 – 31 de janeiro de 1855 Presidente interino Militar
26 9 16   José Tadeo Monagas 31 de janeiro de 1855 – 15 de março de 1858 Eleições indiretas Militar (general)
27 11 16   Pedro Gual Escandon 15 de março de 1858 – 18 de março de 1858 Presidente provisório Advogado
28 12 17   Julián Castro 18 de março de 1858 – 2 de agosto de 1859 Golpe de Estado Militar (general)
20 11 11   Pedro Gual Escandon 2 de agosto de 1859 – 29 de setembro de 1859 Presidente provisório Advogado
21 13 12   Manuel Felipe de Tovar 29 de setembro de 1859 – 20 de maio de 1861 Golpe de Estado;
Eleições diretas (1860) (segundo período)
Político
22 11 11   Pedro Gual Escandon 20 de maio de 1861 – 29 de agosto de 1861 Presidente provisório Advogado
23 5 4   José Antonio Páez 29 de agosto de 1861 – 15 de junho 1863 Ditadura Militar (general)
24 14 13   Juan Crisóstomo Falcón 15 de junho de 1863 – 18 de março de 1865 Vitória da Guerra Federal (primeiro período) Militar (general)
25 14 13   Juan Crisóstomo Falcón 18 de março de 1865 – 25 de abril de 1868 Eleições indiretas (segundo período) Militar (general)
26 15 14   Manuel Ezequiel Bruzual 25 de abril de 1868 – 28 de junho de 1868 Presidente provisório Militar
27 16 15   Guillermo Tell Villegas 28 de junho de 1868 – 20 de fevereiro de 1869 Presidente provisório Advogado / Militar
28 17 16   José Ruperto Monagas 20 de fevereiro de 1869 – 16 de abril de 1870 Revolução Azul Militar (general)
29 16 15   Guillermo Tell Villegas 16 de abril de 1870 – 27 de abril de 1870 Presidente provisório Advogado / Militar
30 18 17   Antonio Guzmán Blanco 27 de abril de 1870 – 20 de fevereiro de 1873 Revolução de abril (primeiro período) Advogado / Militar (general)
31 18 17   Antonio Guzmán Blanco 20 de fevereiro de 1873 – 27 de fevereiro de 1877 Eleições indiretas (segundo periodo) Advogado / Militar (general)
32 19 18   Francisco Linares Alcántara 27 de fevereiro de 1877 – 30 de novembro de 1878 Eleições indiretas Militar (general)
33 20 19   José Gregorio Valera 30 de novembro de 1878 – 26 de fevereiro de 1879 Presidente provisório Militar (general)
34 18 17   Antonio Guzmán Blanco 26 de fevereiro de 1879 – 12 de maio de 1880 Eleição pelos Estados Federais Advogado / Militar (general)
35 18 17   Antonio Guzmán Blanco 12 de maio de 1880 – 1882 Eleição pelos Estados Federais Advogado / Militar (general)
36 18 17   Antonio Guzmán Blanco 1882 – 26 de abril de 1884 Eleição pelos Estados Federais Advogado / Militar (general)
37 21 19   Joaquín Crespo 26 de abril de 1884 – 15 de setembro de 1886 Eleição pelos Estados Federais Militar (general)
38 18 17   Antonio Guzmán Blanco 15 de setembro de 1886 – 8 de agosto de 1887 Eleição pelos Estados Federais Advogado / Militar (general)
39 22 20   Hermógenes López 8 de agosto de 1887 – 2 de julho de 1888 Presidente interino Militar (general)
40 23 21   Juan Pablo Rojas Paúl 2 de julho de 1888 – 19 de março de 1890 Eleição pelos Estados Federais Advogado
41 24 28   Raimundo Andueza Palacio 19 de março de 1890 – 17 de junho de 1892 Eleição pelos Estados Federais Advogado
42 16   Guillermo Tell Villegas 17 de junho de 1892 – 31 de agosto de 1892 Presidente provisório Advogado / Militar
43 16   Guillermo Tell Villegas Pulido 31 de agosto de 1892 – 7 de outubro de 1892 Presidente provisório Advogado
44 21 29   Joaquín Crespo 7 de outubro de 1892 – 14 de março de 1894 Revolução Legalista Militar (general)
45 22 30   Manuel Guzmán Álvarez novembro de 1893 – 14 de março de 1894 Revolução Legalista Presidente do Conselho de Governo Militar (general)
46 21 31   Joaquín Crespo 14 de março de 1894 – 28 de fevereiro de 1898 Eleições diretas (1894) Militar (general)
47 25 32   Ignacio Andrade 28 de fevereiro de 1898 – 20 de outubro de 1899 Elecciones diretas (1897) Político
48 26 32   Cipriano Castro 20 de outubro de 1899 – 19 de dezembro de 1908 Revolução Liberal Restauradora Militar (general)
49 27 33   Juan Vicente Gómez 19 de dezembro de 1908 – 5 de agosto de 1913 Golpe de Estado de 1908 Militar (general)
50 28   José Gil Fortoul 5 de agosto de 1913 – 19 de abril de 1914 Presidente provisório Advogado
51 29   Victorino Márquez Bustillos 19 de abril de 1914 – 1922 Presidente provisório Advogado
52 27 33   Juan Vicente Gómez 1922 - 30 de maio de 1929 Eleições indiretas Militar (general)
53 30   Juan Bautista Pérez 30 de maio de 1929 – 13 de junho de 1931 Eleição pelo Congresso Nacional Advogado / Magistrado
54 27 33   Juan Vicente Gómez 13 de junho de 1931 – 17 de dezembro de 1935 Eleição pelo Congresso Nacional Militar (general)
55 31 34   Eleazar López Contreras 18 de dezembro de 1935 – 30 de junho de 1936 Presidente interino (primer periodo) Militar (general)
56 31 35   Eleazar López Contreras 30 de junho de 1936 – 5 de maio de 1941 Eleições indiretas (segundo periodo) Militar (general)
57 32 36 Isaías Medina Angarita 5 de maio de 1941 – 18 de outubro de 1945 Eleições indiretas Militar (general)
58 33 37   Rómulo Betancourt 19 de outubro de 1945 – 17 de fevereiro de 1948 Golpe de Estado Político
59 34 38   Rómulo Gallegos 17 de fevereiro de 1948 – 24 de novembro de 1948 Eleições diretas (1947) Escritor / Romancista
60 35 39   Carlos Delgado Chalbaud 24 de novembro de 1948 – 13 de novembro de 1950 Golpe de Estado de 1948 Engenheiro / Militar
61 36 40   Germán Suárez Flamerich 27 de novembro de 1950 – 2 de dezembro de 1952 Designado presidente pela Junta Militar de 1948 Advogado
62 37 41   Marcos Pérez Jiménez 2 de dezembro de 1952 – 19 de abril de 1953 Presidente provisório (golpe de Estado) Militar (general)
63 37 41 Marcos Pérez Jiménez 19 de abril de 1953 – 23 de janeiro de 1958 Eleito pela Assembleia Nacional Constituinte Militar (general)
64 38 42   Wolfgang Larrazábal 23 de janeiro de 1958 – 14 de novembro de 1958 Golpe de Estado de 1958 (Junta Cívico-Militar de Governo) Militar (almirante)
65 39 43   Edgar Sanabria 14 de novembro de 1958 – 13 de fevereiro de 1959 Presidente interino Advogado
66 33 44   Rómulo Betancourt 13 de fevereiro de 1959 – 13 de março de 1964 Eleições diretas (1958) Político
67 40 45   Raúl Leoni 13 de março de 1964 – 11 de março de 1969 Eleições diretas (1963) Advogado
68 41 46   Rafael Caldera 11 de março de 1969 – 12 de março de 1974 Eleições directas (1968) Advogado
69 42 47   Carlos Andrés Pérez 12 de março de 1974 – 12 de março de 1979 Eleições diretas (1973) Político
70 43 48   Luis Herrera Campins 12 de março de 1979 – 2 de fevereiro de 1984 Eleições diretas (1978) Advogado
71 44 49   Jaime Lusinchi 2 de fevereiro de 1984 – 2 de fevereiro de 1989 Eleições diretas (1983) Médico
70 42 50   Carlos Andrés Pérez 2 de fevereiro de 1989 – 21 de maio de 1993 Eleições diretas (1988) Político
71 45   Octavio Lepage 21 de maio de 1993 – 5 de junho de 1993 Presidente interino Advogado / Político
72 46 51   Ramón José Velásquez 5 de junho de 1993 – 2 de fevereiro de 1994 Designado presidente constitucional pelo Congresso Escritor
73 41 52   Rafael Caldera 2 de fevereiro de 1994 – 2 de fevereiro de 1999 Eleições diretas (1993) Advogado
74

75

47 53   Hugo Chávez 2 de fevereiro de 1999 – 12 de abril de 2002 Eleições diretas (1998)

Eleições diretas (2000)

Militar (tenente coronel)
75 48 54   Pedro Carmona Estanga[nota 1] 12 de abril de 2002 – 13 de abril de 2002 Golpe de Estado de 2002 Empresário
(Fedecámaras)
76 49 54   Diosdado Cabello[nota 2] 13 de abril de 2002 – 14 de abril de 2002 Presidente interino (instalado como presidente após golpe ) Militar, político e engenheiro
75

76

77

47 54   Hugo Chávez 14 de abril de 2002 – 5 de março de 2013 Reposto como presidente constitucional de Venezuela

Eleições diretas (2006)

Eleições diretas (2012)

Militar (tenente coronel)
78 50 57   Nicolás Maduro

[1][2]

5 de março de 2013 - presente[nota 3] Vice-presidente, assumiu com a morte do titular

Eleições diretas (2013)

Eleições diretas (2018)

Político, Dirigente Sindical

Ver tambémEditar

Notas

  1. Hugo Chávez foi derrubado por Pedro Carmona devido a um golpe de estado, por um período de 47 horas (entre 12 de abril e 13 de abril de 2002).
  2. Após o derrube de Carmona, o vice-presidente de Hugo Chávez, Diosdado Cabello assume o poder temporariamente para restaurar a ordem constitucional.
  3. Desde a posse de Maduro para o seu segundo mandato, em 10 de janeiro de 2019, o cargo está sendo disputado entre ele e o presidente da Assembléia Nacional, o oposicionista Juan Guaidó.[3]

Referências

  Venezuela
História • Política • Forças Armadas • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens