Angelo Iachino

Angelo Iachino (Sanremo, 24 de abril de 1889Roma, 3 de dezembro de 1976), também grafado como Angelo Jachino, foi um oficial naval italiano que comandou as forças da Marinha Real Italiana na Segunda Guerra Mundial.

Angelo Iachino
Nascimento 24 de abril de 1889
Sanremo, Ligúria, Itália
Morte 3 de dezembro de 1976 (87 anos)
Roma, Lácio, Itália
Progenitores Mãe: Emilia Piccione
Pai: Giuseppe Iachino
Alma mater Academia Naval
Serviço militar
País Reino da Itália
República Italiana
Serviço Marinha Real Italiana
Marinha Militar Italiana
Anos de serviço 1904–1954
Patente Almirante de armada
Conflitos Guerra Ítalo-Turca
Primeira Guerra Mundial
Guerra Civil Espanhola
Invasão italiana da Albânia
Segunda Guerra Mundial
Condecorações Ordem dos Santos
Maurício e Lázaro

Ordem da Coroa da Itália
Ordem Militar da Itália
e outras

BiografiaEditar

Iachino nasceu na cidade Sanremo, próximo de Gênova, em 24 de abril de 1889. Ele entrou na Academia Naval italiana aos quinze anos de idade e se formou como alferes. Durante seus primeiros anos de serviço ele lutou na Guerra Ítalo-Turca e na Primeira Guerra Mundial. Depois disso, comandou a canhoneira Ermanno Carlotto em Tianjin, na China, e em seguida realizou um cruzeiro ao redor do mundo como o oficial comandante do cruzador rápido Armando Diaz.[1]

Na Segunda Guerra Mundial, Iachino recebeu o comando das forças da Marinha Real Italiana no final de 1940 e permaneceu no posto até abril de 1943. Nesta capacidade ele liderou os navios italianos em vários confrontos contra a Marinha Real Britânica, incluindo na Batalha do Cabo Matapão em março de 1941. Ele escreveu vários livros sobre história naval depois da guerra em que discutiu os erros italianos no conflito. Iachino morreu em Roma em 3 de dezembro de 1976.[1]

Referências

  1. a b «Admiral Angelo Jachino». Janeiro de 1977. Consultado em 11 de julho de 2021 
  Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.