Abrir menu principal

Anghel Iordănescu (Iaşi, 4 de maio de 1950) é um ex-futebolista, treinador de futebol e político romeno que atuava como atacante.

Anghel Iordănescu
Anghel Iordănescu
Anghel Iordănescu em 2008
Informações pessoais
Nome completo Anghel Iordănescu
Data de nasc. 4 de maio de 1950 (69 anos)
Local de nasc. Iaşi, Romênia
Altura 1,76 m
Informações profissionais
Posição Ex-Atacante
Função Treinador
Clubes de juventude
1962–1968 Steaua Bucareste
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1968–1982
1982–1984
1986
Steaua Bucareste
OFI Creta
Steaua Bucareste
Seleção nacional
1971–1981[1] Romênia 0064 000(26)
Times/Equipas que treinou
1984–1986
1986–1990
1990–1992
1992–1993
1993–1998
1998–1999
1999–2000
2000
2001–2002
2002–2004
2005–2006
2006
2014–2016
Steaua Bucareste (assistente)
Steaua Bucareste
Anorthosis Famagusta
Steaua Bucareste
Romênia
Grécia
Al-Hilal
Rapid Bucareste
Al-Ain
Romênia
Al-Ittihad
Al-Ain
Romênia

Índice

CarreiraEditar

Em 18 anos como jogador, Iordănescu defendeu apenas 2 equipes: o Steaua Bucareste, onde chegou em 1962 para jogar nas categorias de base e onde se profissionalizou em 1968, e o OFI Creta, pelo qual atuou por duas temporadas.

Pelo Steaua, foram 317 partidas entre 1968 e 1982, com 155 gols marcados. No OFI Creta, atuou em 54 jogos, balançando as redes adversárias 20 vezes. Encerrou sua carreira em 1984 para virar auxiliar-técnico do Steaua, mas voltou a jogar em 1986, na decisão da Taça dos Campeões Europeus, contra o Barcelona.[2] Após o jogo, encerrou definitivamente a carreira de jogador.

Seleção RomenaEditar

Com a camisa da Seleção Romena, Iordănescu fez sua estreia em setembro de 1971, contra a Finlândia - ele disputou ainda 2 jogos, contra a Albânia, mas a FIFA desconsiderou tais partidas, juntamente com outras 5 (um contra a Dinamarca, também em 1971, e contra as Seleções Olímpicas de França e Holanda, em 1976) em 1999.

Até 1981, foram 57 jogos oficiais (considerando os jogos pelo qualificatório das Olimpíadas de 1972 e 1976, 64 partidas) e 21 gols marcados (26, incluindo os jogos citados).

Carreira como treinador e trajetória políticaEditar

Entre 1984 e 1986, Iordănescu trabalhou como assistente de Emerich Jenei, que deixou o comando técnico do Steaua para treinar a Seleção Romena, abrindo espaço para o ex-atacante, que exerceria a função até 1990.

Seu trabalho mais conhecido foi justamente pela Romênia, pela qual teve 3 passagens, com destaque para o período 1993-98, levando o selecionado às Copas de 1994 (parou nas quartas-de-final) e 1998 (oitavas-de-final), além da Eurocopa de 1996, onde os romenos ficaram na primeira fase, não tendo marcado pontos em seu grupo. Voltaria a treinar a Seleção entre 2002 e 2004, sem repetir o sucesso da primeira passagem.

Além da Seleção Romena, Iordănescu treinou ainda Anorthosis Famagusta, Al-Hilal, Rapid Bucareste, Al-Ain e Al-Ittihad, além da Seleção Grega. Chegou a encerrar sua carreira no futebol em 2006, quando deixou o comando técnico do Al-Ain, passando a ocupar uma cadeira no Senado romeno, pelo PSD. Em 2011, tornou-se um senador independente, pela União Nacional para o Progresso da Romênia, tendo exercido o mandato até 2014, retomando a carreira futebolística ao ser escolhido como novo treinador da Seleção Romena, substituindo Victor Piţurcă,[3] com o objetivo de classificá-la à Eurocopa de 2016, sendo bem-sucedido.[4]

TítulosEditar

Como jogadorEditar

Steaua Bucareste

Como treinadorEditar

Steaua Bucareste
Al-Hilal
Al-Ain
Al-Ittihad

Referências

Ligações externasEditar