Ângelo Ceolino[2] (Anjinho) é um personagem da Turma da Mônica, criada em 14 de maio de 1964 por Maurício de Sousa. Anjinho resgata pessoas de casos tais como cair no buraco.[3]

Anjinho
Anjinho personagem.jpg
Nome completo Ângelo Ceolino
Outro(s) nome(s) Angel (em inglês)
Angelito (em espanhol)[1]
Ângelo (em Turma da Mônica Jovem)
Nascimento 1964
Olhos pretos
Criado por Maurício de Sousa
Série(s) Turma da Mônica
Primeira aparição 14 de maio de 1964
Editora(s) Editora Abril
Editora Globo
Panini Comics

AparênciaEditar

É um anjo da guarda loirinho e que usa uma roupa azul. Assim como Mônica, Cascão e Magali, não usa sapatos.

Primeira apariçãoEditar

Anjinho foi criado em 14 de maio de 1964, na tira de jornal do Cebolinha.

HistóriaEditar

É o único personagem que voa da Turma da Mônica. É também o único personagem da turma que não é nem do sexo masculino, nem do sexo feminino, pois ele é um anjo e anjos não tem sexo. Ele também defende Mônica, quando o Cebolinha vai xingá-la ou fazer algum mal para ela. Enfim, protege todo mundo. Mas ele é controlado por um senhor, que é chefe dele e lhe dá ordens. Tanto que se ele não obedecer, ele acaba levando bronca ou até mesmo sendo demitido de seu trabalho de anjo, virando um menino comum, o que aconteceu em uma edição da Mônica, que é mais antiga da Editora Globo.

Referências

  Este artigo sobre um(a) personagem de Banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.