Anne Robert Jacques Turgot

Anne Robert Jacques Turgot (Paris, 10 de maio de 1727Paris, 18 de março de 1781) foi um economista e estadista francês cuja obra é considerada um elo entre a fisiocracia e a escola britânica de economia clássica. Ele estudou na Universidade de Sorbonne e foi trabalhar na administração real.

Anne Robert Jacques Turgot
Nascimento 10 de maio de 1727
Paris
Morte 18 de março de 1781 (53 anos)
Paris
Cidadania França
Progenitores
  • Michel-Étienne Turgot
Alma mater
Ocupação economista, político, tradutor, Enciclopedistas, escritor, filósofo
Prêmios
  • Hommes illustres
  • Concours général
Título barão

Nascido em Paris, Turgot estava destinado por sua família a entrar para o sacerdócio, porém, por conta de uma herança recebida pôde prosseguir seus estudos e carreira na administração. [1]

Grande admirador dos enciclopedistas, os pensadores iluministas que formaram a primeira escola de economia científica, tornou-se um adepto da fisiocracia.

Como intendente de Limoges (a partir de 1761), aplicou com grande sucesso uma série de medidas destinadas à racionalizar a economia. Defendeu o livre comércio e a interdependência entre as diferentes classes econômicas.

Pelo sucesso, foi nomeado ministro-geral das Finanças do rei Luís XVI de França (1774). Porém, suas ideias de reforma econômica liberal ( tinha a ideia de eliminar as restrições estatista da economia[2]) despertaram a ira do clero e da nobreza, pois lhes tiravam certas mordomias e privilégios. Sob pressão, Luis XVI é obrigado a demitir-lhe em 1776, menos de dois anos após subir ao cargo. Jacques Necker o sucederia, em 1778. Segundo alguns, suas reformas, caso fossem aplicadas, poderiam ter evitado a Revolução Francesa de 1789.[3]

O mercantilismo baseada no metalismo, intervenção forte do Estado, hegemonia nacional, protecionismo, Sobre as regulamentações mercantilistas, foi um profundo critico, pois associava a regulamentação com a atividade de um cartel e privilégios concedida pelo Estado.[2] Seus estudos econômicos também eram para entender como a pobreza acontecia na França.[4]

Suas principais obras são os livros: Le Conciliateur (1754) Lettres sur la tolérance civile (1754), Réflexions sur la formation et la distribution des richesses (1766) e Lettres sur la liberté de commerce des grains (1770).

Teve como mentor Vincent de Gournay ( Jacques Claude Vincent, barão de Gournay) este foi um proeminente tradutor de economistas ingleses como Richard Cantillon e Sir Josiah Child.[2]

Tímido e sério, Turgot não tinha o jeito persuasivo daqueles que serviam ao rei francês. Ele estava ansioso para ajudar a França a superar suas dificuldades financeiras e fazer mudanças sociais para ajudar aos pobres, que eram penalizados com a maior parte dos impostos. Ele fez também pequenas reformas, a princípio, mas, em 1776, introduziu os seus Seis Éditos. Um deles abolia a taxa que os camponeses tinham que pagar por trabalhar. Em resposta, as raivosas classes privilegiadas planejaram sua queda, usando algumas cartas forjadas e a influência da rainha Maria Antonieta. Turgot foi dispensado em 12 de maio de 1776, e morreu em Paris no dia 18 de março de 1781. Todavia, por meio de seus escritos, principalmente o Reflections on the Formation and Distribution of Wealth, de 1766, suas ideias sobreviveram e proveram as bases das teorias econômicas posteriores.

O capital

Turgot apresenta um papel importante na definição do conceito de capital, reconstituindo o conceito de juro de David Hume para definir o conceito de capital como todos os bens acumulados sem distinção. Entretanto, logo um tempo depois Adam Smith entra para estabelecer uma nova definição.

ReferênciasEditar

  1. O Livro da Economia - Editora Globo - 2013
  2. a b c ROTHBARD, Murray N. O brilhantismo de Turgot Parte I. Revista interdisciplinar de filosofia, direito e economia, vol III, N° 1 janeiro - junho, 2015.
  3. O Livro da Economia - Editora Globo - 2013
  4. OLIVEIRA. Daniela Cristina, NOGUEIRA, Liliana Grubel. Concepções clássicas acerca do comercio: uma analise do pensamento de Quesnay, Turgot e Adam Smith. XIV encontro regional de história: Universidade de Maringa/ Campo Mourão, 7 a 10 de outubro de 2014.
  Este artigo sobre um(a) economista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Anne Robert Jacques Turgot
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Anne Robert Jacques Turgot