Anquíale (Trácia)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Anquíale.
Anquíale
Ἀγχιάλη
Tumba trácia em Pomorie (antiga Anquíale)
Localização atual
Anquíale está localizado em: Bulgária
Anquíale
Coordenadas 42° 34' N 27° 37' E
País  Bulgária
Província Burgas
Notas
Acesso público Sim

Anquíale[1] (em grego clássico: Ἀγχιάλη; transl.: Anchiále) ou Anquíalo[2] (em grego clássico: Ἀγχιάλος; transl.: Anchíalos; em latim: Anchialus ou Anchialum) foi uma pequena cidade na costa do mar Negro, ao norte de Apolônia, a qual os seus habitantes estiveram sujeitos segundo Estrabão.[3] Era de origem trácia. Segundo a tradição, era uma cidade cristã desde o século I e Eusébio de Cesareia cita o bispo Sotas de ca. 170. No Império Romano Tardio (395–476), pertencia à província do Hemimonto. Segundo Amiano Marcelino, era uma "cidade magna" (em latim: civitas magna). No fim do século VI, foi ocupada pelos ávaros. Desde o século VII, foi um bispado autocéfalo subordinado a Constantinopla.[4]

Desde o século VIII, foi litigada pelos Impérios Bizantino e Búlgaro: em 708, o Tervel derrotou as tropas do imperador Justiniano II[5] e em 763, o imperador Constantino V derrotou os búlgaros de Teletzes no "campo de Anquíale". Irene de Atenas (r. 797–802) ordenou que a cidade fosse fortificada, mas sob Miguel I (r. 811–813) sua população cristão a deixou. Em 917, os búlgaros derrotaram o exército bizantino no rio Aqueloo, perto da cidade, e Anquíale foi conquistada. Nos séculos XIII-XIV, esteve em posse dos búlgaros e Miguel VIII (r. 1259–1282) tentou reavê-la ao casar sua parente Maria com Constantino Tico (r. 1257–1277). Estava sob controle dos bizantinos em ca. 1423, mas logo foi conquistada pelo Império Otomano.[4]

Referências

  1. Cruz 1952, p. 14.
  2. Cruz 1952, p. 14 e 67.
  3. Schmitz 1872, p. 132.
  4. a b Kazhdan 1991, p. 90.
  5. Angelov 2018, p. 1463.

BibliografiaEditar

  • Angelov, Alexander (2018). «Tervel». In: Nicholson, Oliver. Oxford Dictionary of Late Antiquity Vol. II. Oxônia: Imprensa da Universidade de Oxônia 
  • Cruz, Antônio da (1952). Prosódia de nomes próprios pessoais e geográficos. Petrópolis: Editora Vozes 
  • Kazhdan, Alexander (1991). «Anchialos». In: Kazhdan, Alexander. The Oxford Dictionary of Byzantium. Nova Iorque e Oxônia: Imprensa da Universidade de Oxônia. ISBN 0-19-504652-8 
  • Schmitz, Leonhard (1872). «Anchiale». In: Smith, William. A Dictionary of Greek and Roman Geography Vol. I Abacaenum-Hytanis. Londres: John Murray