Antão Martins Homem

político português

Antão Martins Homem (? – Praia, 1531) foi o 3.º capitão do donatário da Praia por força da carta régia datada de 26 de Março de 1483 e exerceu o cargo até 1520, foi antecedido no cargo pelo seu pai, Álvaro Martins Homem tendo-lhe seguido Álvaro Martins Homem (neto).

Antão Martins Homem
Nascimento 1450
Açores
Morte 1531
Cidadania Portugal
Ocupação político,

BiografiaEditar

Foi fidalgo da Casa Real e fundador do Mosteiro da Nossa Senhora da Luz, na referida vila da Praia, actual cidade da Praia da Vitória.

Faleceu na vila da Praia antes de 5 de Dezembro de 1531, data da abertura do seu Testamento, datado de 21 de Maio de 1530, e está sepultado na capela-mor da igreja da Misericórdia da vila da Praia, na ilha Terceira.

Relações familiaresEditar

Foi filho de Álvaro Martins Homem, 2.º Capitão-Donatário da vila da Praia e de sua mulher Inês Martins Cardoso. Casou em 1483 na ilha da Madeira com Isabel de Ornelas da Câmara, filha primogénita sucessora de Pedro Álvares da Câmara (1470 - ?) e de sua mulher Catarina de Ornelas de Saavedra, de quem teve:

  1. Catarina da Câmara Homem, casou com Diogo Paim,
  2. Álvaro Martins Homem, casou com D. Beatriz de Noronha, filha de D. João Henriques, Vedor da Casa da Infanta D. Guiomar Coutinho, Duquesa da Guarda, mulher do Infante D. Fernando de Portugal, Duque da Guarda, e de sua mulher Inês de Abreu (c. 1510 - ?), filha de João Fernandes do Arco e de sua mulher Inês de Abreu, com geração
  3. Pedro Álvares da Câmara

Ver tambémEditar