Abrir menu principal

Antibes

comuna francesa
(Redirecionado de Antípolis)
Antibes
  Comuna francesa França  
Litoral de Antibes
Litoral de Antibes
Símbolos
Brasão de armas de Antibes
Brasão de armas
Localização
Antibes está localizado em: França
Antibes
Localização de Antibes na França
Coordenadas 43° 34' 51" N 7° 7' 26" E
País  França
Região Blason région fr Provence-Alpes-Côte d'Azur.svg Provença-Alpes-Costa Azul
Departamento Arms of Nice.svg Alpes Marítimos
Administração
Prefeito Jean Leonetti; 2008-2014
Características geográficas
Área total 26,5 km²
População total (2010) 74 120 hab.
Densidade 2 797 hab./km²
Altitude máxima 163 m
Altitude mínima 0 m
Código Postal 06600
Código INSEE 06004

Antibes (no occitano provençal: Antíbol ou Antíbo) é uma comuna francesa (designação para cidades emancipadas pela obtenção de carta de autonomia fornecida pelo rei ou, modernamente, termo referente à menor subdivisão administrativa do território) situada no departamento de Alpes-Maritimes, na região de Provence-Alpes-Côte d'Azur. A comuna tem uma superfície de 26,48 km². Tem uma longitude de 7° 07' 26" Este uma latitude de 43° 34' 51" Norte. Atinge a altitude máxima de 2. 648 m de altitude.

GeografiaEditar

Antibes está situada nas margens do Mar Mediterrâneo na Costa Azul, a 205 km a este de Marselha, 23 km a sudoeste de Nice, 15 km a sudeste de Grasse e a 10 km de Cannes. La Brague lança-se no Mediterrâneo sobre o território da comuna de Antibes.

A comuna é constituída por várias zonas bem distintas, cujas principais são as seguintes:

Antibes deu o seu nome antigo, Antipolis, a uma importante zona de de actividades Sophia Antipolis, situada nos seus arredores, sobretudo na comuna de Valbonne), onde estão estabelecidas empresas que se dedicam à pesquisa e ao desenvolvimento no domínio das novas tecnologias.

HistóriaEditar

Antibes terá sido fundada no século V ou IV a.C. pelos Fenícios de Marselha também conhecidos por massaliotas, que segundo o geógrafo Malte-Brun, lhe teriam dado o seu nomes, pela sua «situação sobre a costa em frente de Nice» afirmação que a geografia da costa exige uma certa atenção.

Antibes foi sede de um episcopado desde o século IV até 1244, data em que a sede episcopal foi transferida para Grasse.

Chegada dos Grimaldi, uma família genovesa aliada dos Angevinos e que a partir daí estiveram muito presentes na Provença oriental. Entre os membros dessa família, Luc e Marc Grimaldi, filhos de António, tinham avançado com fundos ao Papa de Avinhão que não pôde reembolsar essa dívida. Por consequência, os irmãos Grimaldi tornaram-se senhores de Antibes - o mais belo porto da região - e aí estiveram até 1384. Foi integrada no território francês em 1860.

AdministraçãoEditar

Lista dos Presidentes de Câmara (equivalentes a prefeitos no Brasil)
Período Nome Partido Qualidade
1948/1950 Charles Guillaumont *
1950/1953 Henri Rambaud *
1953/1959 Marc Pugnaire *
1959/1971 Pierre Delmas *
1971/1995 Pierre Merli UDF-RAD deputado dos Alpes-Maritimes
25 de Junho de 1995 Jean Leonetti UDF-RAD
Março de 2001 Jean Leonetti UMP deputado dos Alpes-Maritimes
Os dados anteriores ainda não são conhecidos.

DemografiaEditar

Evolução demográfica
ca. 1882 1982 1990 1999 2005 2008
6 752 62 859 70 005 72 412 72 300 76 994

Lugares e monumentosEditar

  • Cabo de Antibes
  • Mercado Provençal
  • Museu Picasso
  • Museu Peynet e do desenho humorístico, sobre o ilustrador criador dos «amorosos», ditos de Peynet
  • Farol de La Garoupe

Património religiosoEditar

  • Igreja Notre-Dame de la Garoupe. Inscrita no património suplementar dos monumentos históricos por portaria de 29 de Outubro de 1926.
  • Igreja paroquial: capela Saint-Esprit e torre Grimaldi. Edificada no século XII, sobre o local de um antigo templo romano dedicado a Diana, e mais tarde restaurada no século XVII. Foi parcialmente classificada como monumento histórico por decreto de 16 de Outubro de 1945.
  • Capela de Saint-Jean, no cruzamento da Rua Saint-Jean e do caminho de Saint-Maymes. Foi construída no século XVII. Foi inscrita no Inventário suplementar de monumentos históricos através de portaria de 14 de Dezembro de 1989.
  • Capela Saint-Bernardin, Rua Costan, 14. Parcialmente construída no século XVI. Foi inscrita no Inventário suplementar dos monumentos históricos através de portaria de 13 de Março de 1995.

Património civilEditar

  • Forte Carré construído em meados do século XVI sob Henrique II e desenvolvido no fim do século XVII sob o reinado de Luís XIV por Vauban. Actualmente é o centro regional de educação física, propriedade do Estado. Está classificado com o título de monumento histórico através de portarias sucessivas de 7 de Novembro de 1906 e 20 de Agosto de 1913, modificados pelos decretos de 17 de Outubro de 1937 e 19 de Outubro de 1976.
  • Fonte e coluna romana, R. Georges-Clemenceau. Inscritos como monumentos históricos, desde 31 de Março de 1928.
  • Castelo dos Grimaldi, que abriga o actual Museu Picasso. Este castelo data do século XV e do século XVI. Está classificado como monumento histórico desde 29 de Abril de 1928.
  • Vestígios do aqueduto de Clausonnes, numa propriedade privada, no lugar chamado de « Vallon du Fuguerret » Estes vestígios estão classificados como monumentos históricos desde 25 de Julho de 1936.
  • Vestígios não datados de uma cerca greco-romana, monumento histórico desde 16 de Fevereiro de 1939.
  • Batida do Rei e os seus jardins, propriedade de uma sociedade privada, situada na Avenida Jules-Grec.
  • Farol de la Garoupe, situado no cabo de Antibes. Foi edificado no lugar de um antigo farol de 1837 destruído em 1944.

Personalidades ligadas à comunaEditar

CulturaEditar

GeminaçãoEditar

Referências

Ligações externasEditar