Abrir menu principal
António Baião
Nome completo António Eduardo Simões Baião
Nascimento 10 de outubro de 1878
Ferreira do Zêzere, Portugal
Morte 21 de maio de 1961 (82 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Historiador e pedagogo

António Eduardo Simões Baião (Alqueidão de Santo Amaro, Beco, Ferreira do Zêzere, 10 de Outubro de 1878Lisboa, 21 de Maio de 1961), mais conhecido por António Baião, foi um historiador e pedagogo português.

Baião foi funcionário e 48.° e último Guarda-Mor desde 1908 até 1910 e 1.° Director desde 1910 até 1949 do Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Ele publicou algumas centenas de artigos sobre temas diversos da História de Portugal, com destaque para a historiografia da Inquisição em Portugal e nos seus domínios coloniais.[1][2]

BiografiaEditar

Fez os seus estudos primários na terra natal, os secundários no colégio jesuíta de São Fiel (Louriçal do Campo) e em Santarém, depois de concluir os seus estudos inscreveu-se no curso de Direito da Universidade de Coimbra que concluiu em 1900. Terminado o curso empregou-se como professor provisório do Liceu de Santarém, cargo que manteve por um curto período de tempo. Nos anos imediatos leccionou nas escolas industriais e comerciais de Machado de Castro e de Ferreira Borges, sempre como professor provisório.[carece de fontes?]

Em 1902 iniciou funções no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, cargo que manteve durante 40 anos, e onde ascenderia ao cargo de director em 1908.

Foi sócio efetivo (1920) da Academia das Ciências de Lisboa, tendo chegado a vice-secretário geral e a diretor dos Portugaliae Monumenta Historica, para além de ter sido sócio fundador da Academia Portuguesa de História, na refundação de 1936, onde foi 2º vice-presidente, 1º vice-presidente e presidente interino.

Entre 1903 e 1905 foi director da Revista Pedagógica, dedicando-se a temas da área das ciências da educação. Colaborou em diversas publicações periódicas, nomeadamente nos Anais das bibliotecas, arquivo e museus municipais[3] (1931-1936), no Boletim cultural e estatístico[4] (1937), na Revista de Arqueologia [5] (1932-1938) e na revista Serões[6] (1901-1911). Nos seus estudos de história, dedicou-se ao estudo da Inquisição, tema sobre o qual publicou cerca de duas centenas de estudos esclarecendo factos da história portuguesa.

Publicou, também, numerosos estudos nos Anais da Academia Portuguesa de História e algumas monografias.

Publicações de António Baião existentes na Biblioteca do Arquivo Nacional da Torre do Tombo


ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA. Comissão dos Centenários de Ceuta e Albuquerque - Relatório dos trabalhos da Comissão Académica dos centenários lido na sessão solene de 16 de Dezembro de 1915. Lisboa: Academia das Sciências de Lisboa, 1915. 15 p.


AZEVEDO, Pedro de ; BAIÃO, António - O Archivo da Torre do Tombo: sua historia, corpos que o compõem e organização. Lisboa: [s.n.], 1905. 222, [1] p.


AZEVEDO, Pedro de ; BAIÃO, António - Arquivo da Torre do Tombo: sua história, corpos que o compõem e organização. Lisboa: Livros Horizonte, 1989. 222 p.


BAIÃO, António - Herculano e Camilo. Lisboa: Academia Portuguesa da História, 1958. 25 p.


BAIÃO, António - Discurso acerca do centenário do nascimento do Dr. António José Viana da Silva Carvalho, proferido na sessão plenária de 13 de Março de 1958. Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa, 1958. 20 p.


BAIÄO, António - O Arquivo Nacional da Torre do Tombo [Policopiado]. Lisboa: Imprensa Nacional, [1927]. [16]p.


BAIÃO, António - A Inquisição de Goa: correspondência dos inquisidores da Índia (1569-1630). Coimbra: Imprensa da Universidade, 1930


BAIÃO, António - A infância da Academia (1788-1794): visita aos arquivos do Reino: correspondência a tal respeito de João Pedro Ribeiro, Santa Rosa de Viterbo, etc.. Lisboa: [s.n.], 1934. L, 213 p.


BAIÃO, António - Documentos do Corpo Cronológico relativos a Marrocos (1488 a 1514). Coimbra: Imprensa da Universidade, 1925. IX, 141 p.


BAIÃO, António - Homenagem ao mestre: Alexandre Herculano e a Torre do Tombo: Cartas inéditas de Herculano. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1910. 19 p.


BAIÃO, António - Gama Barros na Torre do Tombo e a sua grande colaboradora. Coimbra: Universidade. Faculdade de Letras, 1949. 13 p.


BAIÃO, António - O processo desconhecido da Inquisição contra o lente do Colégio das Artes Mestre Marcial de Gouveia. Lisboa: Academia Portuguesa da História, 1944. 45 p.


BAIÃO, António - A devassa de 1628 [Policopiado]: Inquisição Coimbrã. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1923. 26 p.


BAIÃO, António - A vila e o concelho de Ferreira do Zêzere: apontamentos para a sua história documentada. 2ª. Ferreira do Zêzere: Câmara Municipal, 2008. 407, 73, 22 p.


BAIÃO, António - Os mais antigos índices da Torre do Tombo: regras inéditas para as pesquisas nos livros da Leitura Nova. V. 10, nº 37 e 38 (1932)


BAIÃO, António - Uma pequena achega para a história da arquivologia portuguesa. Vol. 14, nºs 55 e 56 (1939)


BAIÃO, António - Manuel da Maia como guarda-mór da Torre do Tombo. Vol. 16, nºs. 63 e 64 (1942)


BAIÃO, António - O inventário geral da Torre do Tombo: tentativas e indispensabilidade. Vol. 12, nºs 49 e 50 (1937)


BAIÃO, António - As certidões da Torre do Tombo no tempo do guarda-mór Fernão Lopes. Vol. 11, nºs 43 e 44 (1933)


BAIÃO, António - O historiador Verhagen e a Torre do Tombo: uma rectificação importante. Vol. 11, nºs 41 e 42 (1933)


BAIÃO, António - O guarda-mór Damião de Góis e alguns serviços da Torre do Tombo no seu tempo. V. 9, nº 33 (1931)


BAIÃO, António - El-Rei D. João IV e a Inquisição. Lisboa: Academia Portuguesa da História, 1942. 70 p.


BAIÃO, António - A censura literária inquisitorial. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1919. 90 p.


BAIÃO, António - Fernão de Magalhães e a primeira circum-navegação ao globo. Vol. 2 (1904)


BAIÃO, António - A Inquisição em Portugal e no Brasil: subsídios para a sua história. Vol. 4 (1906): p. 205, 389 ; Vol. 5 (1907): p. 1, 94, 192, 272, 411 ; Vol. 6 (1908): p. 42, 81, 169, 469 ; vol. 7 (1909): p. 1, 141, 227, 441 ; Vol. 8 (1910): p. 47, 415, 470 ; Vol. 9 (1914): p. 471 ; Vol. 10 (1916): p. 474


BAIÃO, António - Episódios dramáticos da inquisição portuguesa. 2ª. ed. melhorada e acrescentada com documentos inéditos e informações novas. Lisboa: Seara Nova, 1936-1953. 3 vols.


BAIÃO, António - Fernão de Magalhães: dados inéditos para a sua biografia. Vol. 3 (1905)


BAIÃO, António - Escavando no passado. Lisboa: [s.n.], 1958/1959


BAIAO, António - O manuscrito. Lisboa: Academia Portuguesa da História, 1940. 240 p.


BAIAO, António - Alexandre Herculano e Gomes Monteiro: Alexandre Herculano como Presidente da Câmara de Belém : Gomes Monteiro como rendeiro da Horta do Galvão. Lisboa: Academia Portuguesa da História, 1956. 108 p.


BAIÃO, António - Herculano inédito: quadros biográficos do grande historiador (dezassete). Lisboa: [s.n.], 1955. 55 f., p. var.


BAIÃO, António - A segunda incorporação de pergaminhos coimbrãos na Torre do Tombo. Coimbra, 1956. 9 p.


BAIÃO, António - D. António Caetano de Sousa como censor literário. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1930. 46 p.


BAIÃO, António - Comunicações académicas: Fernandes Costa, Rodrigo da Fonseca Magalhães, Braancamp Freire, os Távoras de Viana, o historiador brasileiro Varnhagen, Alexandre Herculano e a Academia (1844-1857). Lisboa: [s.n.], 1951. 109, [2] p.


BAIÃO, António - Documentos inéditos sobre João de Barros, sobre o escritor seu homónimo contemporâneo, sobre a família do historiador e sobre os continuadores das suas "Décadas". Coimbra: Impr. da Universidade,, 1917. 159 p.


BAIÃO, António - Affonso d'Albuquerque. Lisboa: Ferin, 1913. 158 p., [2] f. il.


BAIÃO, António - O Cardeal Saraiva como guarda-mór da Torre do Tombo. Lisboa: Biblioteca Nacional, 1928. 14 p.


BAIÃO, António - A beleza e a história do concelho de Ferreira do Zêzere: vistas de relance. Ferreira do Zêzere: [s.n., ca 1920]. 8 p.


BAIÃO, António - Estudos sobre a inquisição portuguesa. Coimbra: Imprensa da Universidade, 920. 48 p.


BAIÃO, António - Duas comunicações sobre Alexandre Herculano. [S.l.: s.n.], 1950. 30, [1] p.


BAIÃO, António - Elogio histórico de A. Braamcamp Freire: recitado na sessão pública da Academia das Sciencias de Lisboa em 30 de Maio de 1925. Coimbra: Imp. da Universidade, 1925. 9 p.


BAIÃO, António - O Teatro Nacional em 1880 e 1881. Lisboa: Academia Port. da História, 1959. 2 f.,p. 243-262


BAIÃO, António - Dois testamentos históricos: o do primeiro vice-rei da Índia D. Francisco de Almeida e o do Inquisidor Geral D. Francisco de Castro. Lisboa: [s.n.], 1956. 21 p.


BAIÃO, António - Herculano inédito: a visita oficial a Coimbra em 1853: elogios à Universidade e como a Faculdade de Direito lhos retribuiu - relações com alguns lentes. Coimbra: Tip. Coimbra Editora, 1951. 32 p.


BAIÃO, António - Herculano inédito. Lisboa: [s.n.], 1955. 95 p.


BAIÃO, António - O Visconde de Santarém como guarda-mór da Torre do Tombo. Coimbra: Universidade, 1909-10. 2 v.


BAIÃO, António - A Inquisição de Goa: tentativa de história da sua origem, estabelecimento, evolução e extinção. Lisboa: Academia das Ciências, 1949-. v. Catalogo da bibliotheca que pertenceu ao ... conselheiro Dr. Jaime Moniz ... que será vendida em leilão .... Lisboa, 1922. [8], 453, [3] p.


BAIÃO, António - O poeta Andrade Caminha : E um seu cancioneiro desconhecido. Lisboa: Academia das Sciências de Lisboa, 1916. 29 p.


BAIÃO, António - Alguns ascendentes de Albuquerque e seu filho à luz de documentos inéditos: a questão da sepultura do Governador da Índia: memória. Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa, 1915. LIII, 150 p.


BAIÃO, António - Episódios dramáticos da inquisição portuguesa. Lisboa: Prefácio, 2004. V.. ISBN [[1]]


BAIÃO, António - António Feliciano de Castilho na academia. Lisboa: Tip. Ottosgráfica, 1952. 6 p., [1] f.


BAIÃO, António - Algumas provanças da Torre do Tombo no século XVI. [S.l., 1916. 49 p.


BAIÃO, António ; COELHO, P. M. Laranjo ; COSTA, Augusto Sá da, ed. lit. - Quadros sinópticos histórico-literários de Portugal [Visual gráfico]: navegadores e descobridores: Portugal no passado e no presente. Lisboa, [1928]. 1imagem


SANTOS, José dos ; BAIÃO, António, compil. - Catálogo da magnífica e curiosa livraria que pertenceu ao muito ilustrado Director do A.N.T.T. e da BNL. Porto: [s.n.], 1929. 427 p.

in wikitejo.mediatejo.pt

Tem uma biblioteca com o seu nome em Ferreira do Zêzere.[carece de fontes?]

Tem uma praça com o seu nome em Lisboa. toponímialisboa.wordpress.com

Irmão de Manuel Severiano Simões Baião, Capitão, Oficial da Antiga, Nobilíssima e Esclarecida Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, do Mérito Científico, Literário e Artístico a 29 de Março de 1919.[7]

Referências

  1. Faria, António Machado de (1969). Elogio do Dr. António Baião. Lisboa: Academia Portuguesa da História 
  2. Resende, Maria Leônia Chaves de; Sousa, Rafael José de; Resende, Maria Leônia Chaves de; Sousa, Rafael José de (2016). «"Por temer o Santo Oficio": As denúncias de Minas Gerais no Tribunal da Inquisição (século XVIII)». Varia Historia. 32 (58): 203–224. ISSN 0104-8775. doi:10.1590/0104-87752016000100009 
  3. Rita Correia (7 de Julho de 2013). «Ficha histórica: Anais das Bibliotecas, Arquivo e Museus Municipais (1931-1936).» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 5 de Maio de 2014 
  4. Rita Correia (20 de Janeiro de 2008). «Ficha histórica: Boletim cultural e estatístico (1937)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 11 de Julho de 2014 
  5. Alda Anastácio (26 de Setembro de 2018). «Ficha histórica:Revista de Arqueologia(1932-1938)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 22 de Março de 2019 
  6. Rita Correia (24 de Abril de 2012). «Ficha histórica: Serões, Revista Mensal Ilustrada (1901-1911).» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 23 de Setembro de 2014 
  7. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Manuel Severiano Simões Baião". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 26 de maio de 2019 

Ligações externasEditar