António Cardoso e Cunha

político português
António Pascal Vieira e Cunha
Ministro(a) de Portugal Portugal
Período VI Governo Constitucional
  • Ministro da Agricultura e Pescas

VII Governo Constitucional

  • Ministro da Agricultura e Pescas
Dados pessoais
Nascimento 1933
Leiria
Partido PSD
Profissão Engenheiro Químico e Administrador de Empresas

António José Batista Cardoso e Cunha (Leiria, 1934) é um engenheiro e político português.[1]

Engenheiro na indústria química, foi militante destacado do Partido Social Democrata, pelo qual foi eleito deputado à Assembleia da República.

Nos primeiros dois governos formados pela Aliança Democrática foi Ministro da Agricultura e Pescas, sendo primeiros-ministros Francisco Sá Carneiro e Francisco Pinto Balsemão[2] .

Em 1986 foi o primeiro português nomeado para o cargo de Comissário Europeu, permanecendo nesta função até 1993. Primeiro, foi-lhe atribuída a pasta das Pescas, até que, em 1989, passou a ser o comissário responsável pelas áreas das Pequenas e Médias Empresas, Artesanato, Comércio, Turismo e Economia Social, Pessoal e Administração e Energia[3].

No final dos anos 1990 exerceu funções como comissário da Expo'98 e de administrador de empresas adjacentes ao evento, como a Parque Expo, depois substituído por José Torres Campos.

Foi, em seguida, presidente do Conselho de Administração da TAP[1], tendo saído do cargo em 2004, ano em que lhe sucedeu Fernando Pinto[4].

BibliografiaEditar

Funções governamentais exercidasEditar

  • Ministro da Agricultura e Pescas dos VI e VII Governos Constitucionais

Referências

  1. a b Eurohspot.eu (n.d.). «Título ainda não informado (favor adicionar)». Consultado em 16 de Maio de 2012. Arquivado do original em 24 de setembro de 2009 
  2. Infopedia
  3. Observador
  4. Observador
Precedido por
Joaquim da Silva Lourenço
Ministro da Agricultura e Pescas
VI e VII Governo Constitucional
Sucedido por
Basílio Horta
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.