Abrir menu principal

António Pereira de Sousa da Câmara

Se procura o fundador da YDreams e investigador na área das ciências da informação, veja António da Nóbrega de Sousa da Câmara.

António Pereira de Sousa da Câmara ComSEGCMAI (Lisboa, Mártires, 6 de Janeiro/Novembro de 1901 — Lisboa, 19 de Julho de 1971) foi um professor português.

Índice

FamíliaEditar

Filho de Manuel de Sousa da Câmara, Senhor da Casa dos de Sousa da Câmara, em Vila Viçosa, e de sua mulher Maria Luísa Pereira de Eça Mardel Ferreira.[1][2][3]

BiografiaEditar

Co-Senhor da Casa dos de Sousa da Câmara, em Vila Viçosa.[2][4]

Engenheiro Agrónomo e Professor Universitário Catedrático do Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa, fundador e primeiro Diretor da Estação Agronómica Nacional, a primeira instituição de investigação científica de moldes modernos criada em Portugal (1936) e que serviu de modelo aos diversos laboratórios do Estado que seriam fundados nas décadas imediatas. Agrónomo formado no Instituto de Agronomia e Veterinária, estagiou nos Estados Unidos da América, na Alemanha e no Reino Unido, tendo sido um dos pioneiros do estudo da Genética. Foi Professor das cadeiras de Agricultura Geral e de Máquinas Agrícolas e do curso de Trematologia (antecessor da cadeira de Genética) no Instituto de Agronomia e Veterinária. A partir de 1936 foi director da Estação Agronómica Nacional, em Sacavém. Fundou as revistas Agronomia Lusitana e Genética (em Madrid) e escreveu várias obras, entre as quais ABC da Genética (1942) e No Caminho – Guiando Uma Empresa Científica (1943). Foi Presidente da Comissão Nacional da FAO de Portugal, Sócio Efetivo da Academia das Ciências de Lisboa e Sócio da Real Academia das Ciências de Madrid.[2][4][5] Colaborou na Revista Municipal[6] da Câmara Municipal de Lisboa (1939-1973).

Foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada a 2 de Fevereiro de 1959 e com a Grã-Cruz da Ordem Civil do Mérito Agrícola e Industrial Classe Agrícola a 28 de Maio de 1969 e com a Grã-Cruz da Ordem de Afonso X, o Sábio de Espanha, etc.[2][4][7]

Casamento e descendênciaEditar

Casou em Lisboa, Santa Isabel, a 30 de Abril de 1927 com Francisca de Campos Camacho Rodrigues (Lisboa, Santa Isabel, 2 de Setembro de 1904 - Lisboa, 18 de Janeiro de 1892), filha de Inocêncio Joaquim Camacho Rodrigues e de sua mulher Maria do Carmo da Silva de Campos,[2][8][9] de quem teve duas filhas e dois filhos:

Referências

  1. "Livro Genealógico das Famílias desta Cidade de Portalegre de Manuel da Costa Juzarte de Brito", Nuno Gonçalo Pereira Borrego e Gonçalo Manuel de Melo Gonçalves Guimarães, 1.ª Edição, Lisboa, 2002, pp. 308
  2. a b c d e "Costados Alentejanos", António Luís de Torres Cordovil Pestana de Vasconcelos, Edição do Autor, 1.ª Edição, Évora, 1999, Volume I, N.º 68
  3. "Anuário da Nobreza de Portugal - 2006", António Luís Cansado de Carvalho de Matos e Silva, Dislivro Histórica, 1.ª Edição, Lisboa, 2006, Tomo IV, p. 635
  4. a b c "Livro Genealógico das Famílias desta Cidade de Portalegre de Manuel da Costa Juzarte de Brito", Nuno Gonçalo Pereira Borrego e Gonçalo Manuel de Melo Gonçalves Guimarães, 1.ª Edição, Lisboa, 2002, p. 308
  5. "Anuário da Nobreza de Portugal - 2006", António Luís Cansado de Carvalho de Matos e Silva, Dislivro Histórica, 1.ª Edição, Lisboa, 2006, Tomo IV, pp. 635 e 636
  6. Revista Municipal (1939-1954) [cópia digital, Hemeroteca Digital]
  7. Presidência da República Portuguesa. Ordens.presidencia.pt http://www.ordens.presidencia.pt/  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  8. "Livro Genealógico das Famílias desta Cidade de Portalegre de Manuel da Costa Juzarte de Brito", Nuno Gonçalo Pereira Borrego e Gonçalo Manuel de Melo Gonçalves Guimarães, 1.ª Edição, Lisboa, 2002, pp. 308 e 309
  9. "Anuário da Nobreza de Portugal - 2006", António Luís Cansado de Carvalho de Matos e Silva, Dislivro Histórica, 1.ª Edição, Lisboa, 2006, Tomo III, p. 1575 e Tomo IV, pp. 636, 637, 638 e 881
  • D. R. V. Pires, "No 70.º Aniversário do Professor António Câmara", separata da Agronomia Lusitana, Lisboa, 1971.
  • Miguel Pereira Coutinho, "O Prof. António Câmara: Um verdadeiro Mestre", in Homenagem à Memória do Professor António Câmara. Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal, Lisboa, 1981.
  • J. J. P. Reis, "O Professor António Câmara Presidente da Comissão Nacional da FAO", in Homenagem à Memória do Professor António Câmara. Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal, Lisboa, 1981.
  Este artigo sobre um(a) cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.