Abrir menu principal

António Pires de Azevedo Loureiro

António Pires de Azevedo Loureiro
Arcebispo da Igreja Católica
Administrador Apostólico da Braga

Título

Administrador Apostólico de Braga
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 1835
Brasão episcopal
Bishopcoa.png
Dados pessoais
Nascimento Moreira de Baixo, Santar, Nelas, Portugal Portugal
Morte Reino de Portugal Portugal
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

António Pires de Azevedo Loureiro, Administrador Apostólico de Braga (Nelas, Santar, Moreira de Baixo - ?), foi um prelado português.

BiografiaEditar

António Pires de Azevedo Loureiro era filho de Sebastião de Loureiro Pires (Nelas, Santar, Moreira de Baixo) e de sua mulher (Nelas, Carvalhal Redondo, 24 de Maio de 1774) Ana Maria (Nelas, Carvalhal Redondo, Quinta da Silveira), neto paterno de Manuel Fernandes (Nelas, Canas de Senhorim, Casal de São José) (filho de Manuel Fernandes (Nelas, Canas de Senhorim, Casal de São José) e de sua mulher Eufémia Pires (Santar, Nelas, Nelas)) e de sua mulher Josefa de Loureiro (Nelas, Santar, Moreira de Baixo) (filha de Manuel de Loureiro Nisa (Nelas, Santar, Quinta do Pisão) e de sua mulher Brízida de Figueiredo (Nelas, Santar, Moreira de Baixo)) e neto materno de Silvestre de Loureiro (Nelas, Santar, Moreira de Baixo) (filho de Pascoal Henriques (Nelas, Carvalhal Redondo, Aguieira) e de sua mulher Caetana Pais (Santar, Nelas, Moreira de Baixo)) e de sua mulher Águeda Maria (Seia, Santiago, Folgosa do Salvador) (filha de Salvador Marques (Nelas, Nelas, Nelas) e de sua mulher Maria de Azevedo (Seia, Santiago, Folgosa do Salvador)).[1]

Era irmão de D. Manuel Pires de Azevedo Loureiro (Nelas, Santar, Moreira de Baixo, 15 de Março de 1777 - Beja, 26 de Setembro de 1848), Bispo de Beja e Administrador Apostólico de Portalegre, e tio paterno de António Pires da Silva de Azevedo Loureiro.[2]

Doutor, foi Juiz Desembargador Provisor, e, por ausência do Governador e Vigário Capitular, em situação de Sede Vacante, encarregado do governo espiritual do Arcebispado de Braga.[3][4]

A 23 de Dezembro de 1835, é colocado por seu irmão Manuel Pires de Azevedo Loureiro como seu substituto na qualidade de Vigário Capitular da Arquidiocese de Braga.[4]

Foi Pároco Prior da Igreja da Freguesia de Santo André, em Lisboa, como havia sido seu irmão, por Carta de 11 de Agosto de 1843.[5]

Referências

  1. «Registos Paroquiais, Nelas, Carvalhal Redondo, Liv. 2 Mistos, Fl.s 82v e 83». Resultado da visualização da representação digital 86. Arquivo Distrital de Viseu. Consultado em 8 de Fevereiro de 2016 
  2. Armando Freire Cabral de Sacadura Falcão (1.ª Edição, Braga, 1993). Os Lucenas. [S.l.]: Carvalhos de Basto. pp. I/II. 653  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  3. «Capela de Santa Cruz». Santuário Alexandrina de Balasar Página Oficial. Consultado em 8 de Fevereiro de 2016 
  4. a b «António Pires de Azevedo Loureiro e Manuel Pires de Azevedo Loureiro». Póvoa de Varzim. 20 de Fevereiro de 2011. Consultado em 8 de Fevereiro de 2016 
  5. «António Pires de Azevedo Loureiro, Registo Geral de Mercês, D. Maria II, Liv. 22, Fl. 77 e 77v». Arquivo Nacional. Consultado em 8 de Fevereiro de 2016. Arquivado do original em 21 de maio de 2014 

BibliografiaEditar