Abrir menu principal

António Reis (professor)

professor e político português
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de António Reis, veja António Reis.
António Reis
Nascimento 9 de maio de 1948 (71 anos)
Lisboa, Portugal
Prémios Ordem da Liberdade
Género literário História, 25 de abril de 1974

António Fernando Marques Ribeiro Reis GOL (Lisboa, 9 de maio de 1948) é um professor universitário, político e franco-mação português, que foi docente na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa até 2009. Ocupou o cargo de Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano - Maçonaria Portuguesa entre 2005 e 2011.[1]

Índice

Biografia social e políticaEditar

Dirigente do movimento estudantil, tornou-se militante activo da Oposição Democrática ao regime salazarista pelo que foi perseguido pelas suas actividades.

Foi co-fundador do Partido Socialista e redactor da Revista Seara Nova de 1969 a 1974. Mais tarde, foi Director-Adjunto da Revista de Reflexão e Crítica Finisterra.

Como oficial miliciano, participou na preparação e execução da operação militar que pôs termo à Ditadura em 25 de Abril de 1974, tendo integrado o destacamento da Escola Prática de Administração Militar que ocupou os estúdios da RTP, onde regressou em 1985 como Director-Adjunto de Programas Culturais, cargo que exerceu durante dois anos.

Antes disso, foi membro do Conselho de Imprensa, entre 1980 e 1982, e posteriormente à sua passagem pela RTP foi membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social, entre 1991 e 1994.

Integra actualmente o comité de especialistas escolhido pelo Parlamento Europeu para orientar a criação da futura Casa da História Europeia.[2]

Biografia académicaEditar

Licenciado em Filosofia pela Universidade de Friburgo (Suíça).

Doutorado em História, especialidade História Cultural e das Mentalidades Contemporâneas pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com uma dissertação intitulada Raúl Proença – Biografia de um Intelectual Político Republicano.[3]

Professor Auxiliar da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, aposentado desde Setembro de 2009.

Responsável pelo Seminário de História Cultural e das Mentalidades do Mestrado de História Contemporânea (secção século XX).[3]

Presidente do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, de 1993 a 1995.[3]

Vice-Presidente do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

A 25 de abril de 2004, por ocasião das Comemorações do 30.° Aniversário da Revolução dos Cravos, foi agraciado com o grau de Grande-Oficial da Ordem da Liberdade.[4]

Funções políticasEditar

Após o 25 de Abril de 1974, desempenhou vários cargos políticos:

  • Deputado à Assembleia Constituinte;
  • Deputado na Assembleia da República (1976-1983 nas 1ª, 2ª, e 3ª legislaturas) e de 1995-2002 (7ª e 8ª legislaturas), nas quais foi Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista, Presidente da Comissão Parlamentar de Ética e Presidente da Delegação portuguesa à Assembleia da OSCE;
  • Fez parte do II Governo Constitucional (1978) como Secretário de Estado da Cultura, liderado por Mário Soares.

Funções maçónicasEditar

Obra Públicada[5]Editar

  • O Marxismo e a Revolução Portuguesa, Edições Portugal Socialista, Lisboa, 1979;
  • Portugal Contemporâneo (1820-1992), Seis volumes, Publicações Alfa, Lisboa, 1990-1993 (Direcção e Co-autoria);
  • Portugal: Vinte Anos de Democracia, Círculo de Leitores, Lisboa, 1994 (Coordenação e Co-autoria);
  • Mediateca do Século XX, Lexicultural, Lisboa, 1998 (direcção e co-autoria da versão portuguesa);[3][8]
  • Portugal: Ano 2000, Círculo de Leitores, Lisboa, 2000 (Coordenação e Co-autoria);
  • Raúl Proença - Biografia de um Intelectual Político Republicano, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, Lisboa, 2003;
  • As Grandes Correntes Políticas e Culturais do Século XX, Lisboa, Colibri/Instituto de História Contemporânea, 2003, (Coordenação).

Referências

  1. a b 4 de junho de 2011. [1] Ex-deputado do PS ganha maçonaria - Notícia do DN Online de 07.06.05 Arquivado em 22 de setembro de 2008, no Wayback Machine.
  2. António Reis vai orientar futura Casa da História Europeia, Noticia do Diário Digital
  3. a b c d «CURRICULUM VITAE de António Reis». Consultado em 20 de abril de 2008. Arquivado do original em 19 de junho de 2008 
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "António Fernando Marques Ribeiro dos Teis". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 6 de outubro de 2015 
  5. a b «Grande Oriente Lusitano - Maçonaria Portuguesa » Dados Biográficos». Consultado em 20 de abril de 2008. Arquivado do original em 22 de outubro de 2007 
  6. «Diário de Noticiais - Um grão-mestre que só se iniciou aos quarenta». Consultado em 11 de junho de 2008. Arquivado do original em 5 de janeiro de 2009 
  7. «Grão-Mestres do GOL – 1803 – 2011». Consultado em 9 de outubro de 2015 
  8. IHC - Instituto de História Contemporânea

Ligações externasEditar