Abrir menu principal

António de Noronha, 1.º Conde de Linhares

António de Noronha
Armas duques linhares.png
1.º Conde de Linhares
Senhor da Pena Verde
Senhor de Fornelos
Senhor de Algodres
Antecessor(a) Nenhum
Sucessor(a) Francisco de Noronha
Cônjuge Joana da Silva e Ayala
Casa Noronha
Nascimento 1464
  PortugueseFlag1385.svg ?, Reino de Portugal
Morte 1 de março de 1551 (87 anos)
  Flag of Portugal (1521).svg ?, Reino de Portugal
Pai Pedro de Meneses
Mãe Beatriz de Bragança
Religião Catolicismo romano
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de António de Noronha, veja António de Noronha (desambiguação).

Dom António de Noronha, 1.º Conde de Linhares (14641 de março de 1551) foi um nobre português, filho de Dom Pedro de Meneses, 1.º Marquês de Vila Real e de Dona Beatriz de Bragança. Foi feito Conde de Linhares por Dom João III de Portugal, em 1532. Foi governador de Ceuta.

BiografiaEditar

D. António de Noronha era um fidalgo muito valente, muito vaidoso e arrogante. Foi escrivão da puridade do rei D. Manuel I (1495 - 1521), ou seja era o mais próximo colaborador do rei. Além de ser o 1º conde de Linhares era: senhor da Pena Verde, senhor de Fornelos e senhor de Algodres. Foi também o dono do alcouce (casa ou estabelecimento de prostituição) da cidade de Lisboa.

Alcunha "o narizes"Editar

Era conhecido por "o narizes", não era porque tinha o nariz muito comprido, era sim porque não tinha nariz. Em Ceuta numa caçada aos leões, uma fera tinha lhe caído em cima, e tinha-lhe arrancado parte da face.

DescendênciaEditar

Casou-se com Dona Joana da Silva e Ayala, filha de Diogo da Silva, 1.º Conde de Portalegre e tiveram os seguintes filhos:

Referências


Precedido por
João de Noronha, senhor de Sortelha
Governador de Ceuta
1487 — 1490
Sucedido por
Fernando de Meneses, 2.º Marquês de Vila Real
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.