Abrir menu principal

Antônio Luís Sayão

Antônio Luiz Sayão
Nascimento 12 de abril de 1829
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Morte 31 de março de 1903 (73 anos)
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Ocupação advogado e espírita brasileiro.

Antônio Luiz Sayão (Rio de Janeiro, 12 de abril de 1829 - Rio de Janeiro, 31 de março de 1903), foi um advogado e espírita brasileiro.

BiografiaEditar

Oriundo de família humilde, conseguiu, à custa de sacrifícios, formar-se em Direito na Faculdade do Largo de São Francisco, em São Paulo, na turma de 1852.

Desesperado pela doença da sua esposa, Sayão, vendo-a moribunda e desenganada por vários médicos, resolveu aceitar os conselhos de um amigo que, insistentemente, tentava induzi-lo a recorrer ao Espiritismo. Pediu assim uma receita aos espíritos e, a homeopatia indicada, após extenso tratamento, logrou a recuperação e cura da paciente.

Em 1878, o advogado abraçou a Doutrina Espírita, militando ao lado de Francisco Leite de Bittencourt Sampaio na Sociedade de Estudos Espíritas Deus, Cristo e Caridade, que deu origem ao Grupo dos Humildes, futuro Grupo Ismael.[1]

Foi um protetor dos escravos, aos quais considerava como irmãos.

Foi o autor da obra Estudos Evangélicos, posteriormente reeditada com o título de Elucidações Evangélicas.

Referências

  1. THIESEN, Francisco. No oásis de Ismael: ensinos e meditações. 2ª ed. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, 2002. Pág. 12-13.

Ver tambémEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Antônio Luís Sayão
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.