Abrir menu principal
Antonio Pereira Ignacio
Nome completo Antonio Pereira Ignacio
Nascimento 29 de março de 1875
Distrito de Baltar, Porto,
Portugal
Morte 14 de fevereiro de 1951 (75 anos)
São Paulo, SP, Brasil
Nacionalidade português
brasileiro
Ocupação empresário

António Pereira Inácio (nasceu em Baltar, distrito da Cidade do Porto no dia 29 de março de 1875 faleceu em São Paulo no dia 14 de fevereiro de 1951) filho de João Pereira Inácio e Maria Coelho Pereira. Foi fundador do Grupo Votorantim.

HistóriaEditar

Seu pai era sapateiro e com 10 anos de idade, por volta de 1886, emigrou para o Brasil chegando a Sorocaba. Estudou no Colégio João Ribeiro, então localizado na rua Itararé, estudando à noite para trabalhar e ajudar o pai. Mais tarde, se mudou para São Manoel e posteriormente para Boituva. Logo se tornou um comerciante de destaque no Estado de São Paulo. Mais tarde viveu em Botucatu, onde se casou com Lucinda Pereira Inácio. Teve três filhos, João, Paulo e Helena Pereira Inácio. Voltou a Sorocaba, onde montou a fábrica de óleo Santa Helena. Adquiriu as empresas de tecidos Lucinda, em São Bernardo do Campo, Lusitana e Paulistana em São Paulo e em 1918, adquiriu em Votorantim, então distrito de Sorocaba, a massa falida pertencente ao Banco União de São Paulo.[1] Seu genro, o engenheiro pernambucano José Ermírio de Moraes, comprou as ações desta empresa e assumiu o seu controle. Sob a administração de José Ermírio o negócio cresceu e diversificou-se, tornando-se o que é hoje o Grupo Votorantim.[2] O grupo de empresas foi posteriormente comandado pelo seu neto, Antônio Ermírio de Moraes, falecido em agosto de 2014.

Referências

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.