Antônio Xerxenesky

Antônio Xerxenesky
Nascimento 1984 (36 anos)
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Residência São Paulo
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Escritor e tradutor literário
Principais trabalhos As perguntas (2017), F (2014)
Movimento literário Pós-modernismo

Antônio Xerxenesky (Porto Alegre, 1984) é um escritor e tradutor brasileiro [1] radicado em São Paulo. É doutor em Teoria literária pela Universidade de São Paulo e mestre em Literatura comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi selecionado em 2012 como um dos 20 melhores jovens escritores pela revista britânica Granta. Sua obra mais conhecida é o romance F (Rocco, 2014), finalista do Prêmio São Paulo de Literatura e primeira seleção do Prix Médicis Étranger de melhor livro estrangeiro traduzido ao francês.

BiografiaEditar

Abandonou o curso de Física para se formar em Letras na UFRGS, iniciando em seguida o mestrado em Literatura Comparada na mesma universidade, defendendo dissertação sobre a obra de Roberto Bolaño e Enrique Vila-Matas em 2012. Foi um dos fundadores da Não Editora, uma editora dedicada a jovens autores gaúchos e responsável pela revista eletrônica de crítica literária Cadernos de Não-Ficção.

Seu primeiro livro, a coletânea de contos Entre, foi publicada em 2006, com apoio do Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural de Porto Alegre (Fumproarte)[2]. A partir de 2007, começou a participar das coletâneas Ficção de Polpa, focadas em narrativas curtas de gêneros como terror e ficção-científica. O desvio, que integra a primeira destas antologias, foi adaptada para a TV, sendo apresentada no programa Histórias curtas da RBS, em 2007.[3]

Areia nos dentes, seu primeiro romance, misturou temas como western e zumbis[4]. O livro, lançado originalmente em 2008 pela Não Editora, foi reeditado pela Editora Rocco em 2010, após esgotar a tiragem inicial. A editora francesa Asphalte comprou os direitos da obra e publicou o romance na França em 2014 com o título Avaler du Sable.[5] A editora espanhola Continta Me Tienes também adquiriu os direitos para publicação do livro.[6]

Em 2011, lançou o volume de contos A página assombrada por fantasmas, que traz como tema principal a própria literatura e a relação entre leitores e livros.[7] Seis anos depois, o livro foi traduzido e publicado em italiano pela editora Wordbridge.

Xerxenesky foi selecionado em 2012 como um dos 20 melhores jovens escritores da revista britânica Granta, "que indica os nomes que irão construir o mapa da literatura brasileira". No Brasil, a revista é publicada pelo selo Alfaguara, que pertence à editora Objetiva[8].

No dia 30 de Janeiro de 2013, Antônio teve seu artigo de opinião (Op-Ed, em Inglês), de título "When the Music Stopped"[9], publicado no jornal americano The New York Times, relatando sua opinião sobre a reação brasileira à Tragédia de Santa Maria, Rio Grande do Sul, no dia 27 de Janeiro do mesmo ano[10].

Foi selecionado pela brasilianista Marlen Eckl para integrar, em 2013, a coletânea de nova ficção brasileira intitulada Wir Sind Bereit, lançada na Alemanha pela editora Lettrétage durante a Feira do Livro de Frankfurt daquele ano, que tinha o Brasil como país homenageado.

Em 2014, publicou F, seu segundo romance, seis anos após o primeiro (Areia nos dentes). O primeiro capítulo do livro já havia sido publicado em uma versão bastante diferente na revista Granta. Os direitos para o cinema foram adquiridos pela RT Features em 2014[11]. A editora Asphalte publicou, em 2016, a tradução francesa do romance[12]. O livro foi um dos 11 indicados ao Prix Médicis de melhor livro estrangeiro publicado na França em 2016[13].

Em 2017, publicou o romance As perguntas, considerado uma obra de pós-terror[14]. O livro foi escrito sob encomenda para a RT Features[15] durante a residência literária International Writing Program[16], em Iowa City, nos Estados Unidos.

Obras publicadasEditar

RomancesEditar

  • Areia nos dentes (Não Editora, 2008; Rocco, 2010)
  • F (Rocco, 2014)
  • As perguntas (Companhia das Letras, 2017)

ContosEditar

  • Entre (Fumproarte/SMC e Ed. Movimento 2006)
  • A página assombrada por fantasmas (Rocco, 2011)
  • A noite descosturada (Mojo Books, 2013)

Obras publicadas fora do BrasilEditar

  • Avaler du Sable (Asphalte, França, 2014)
  • Arena en los Dientes (Continta me Tienes, Espanha, 2016)
  • F (Asphalte, França, 2016)
  • La Pagina Infestata Dai Fantasmi (Wordbridge, Itália, 2018)
  • Malgré Tout La Nuit Tombe (Asphalte, França, 2019)

Referências

  1. Orelha | Antônio Xerxenesky[ligação inativa]. Revista Muito, 10 de abril de 2010
  2. http://www.canoas.rs.gov.br/site/noticia/visualizar/id/2637 SMC divulga os inscritos no curso de criação literária Arquivado em 7 de abril de 2014, no Wayback Machine.. Prefeitura de Canoas, 8 de agosto de 2011
  3. O Desvio - RBS
  4. Muito além do Oeste. Geleia Geral, 5 de setembro de 2009
  5. Cá e lá. Folha de S. Paulo, Painel das Letras, 3 de agosto de 2013
  6. Babel 14.12.13. O Estado de S. Paulo, 14 de dezembro de 2013
  7. Em seu terceiro livro, Antônio Xerxenesky faz da própria literatura o mote de nove contos Arquivado em 7 de abril de 2014, no Wayback Machine.. Zero Hora, 20 de julho de 2011
  8. Granta anuncia a sua lista de jovens autores brasileiros. Revista Veja, 5 de julho de 2012
  9. http://www.nytimes.com/2013/01/31/opinion/after-the-brazil-nightclub-fire.html?_r=0
  10. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1221170-incendio-de-grande-proporcao-atinge-boate-e-deixa-mortos-no-interior-do-rs.shtml
  11. «Nas telas - 16/08/2014 - Painel das Letras - Raquel Cozer - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 13 de outubro de 2015 
  12. «F de França - Maurício Meireles - Colunistas - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 13 de outubro de 2015 
  13. «Le Médicis livre ses premières sélections 2016». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  14. «Antônio Xerxenesky lança As Perguntas, romance situado na São Paulo contemporânea» 
  15. «Blog da Companhia: Algumas respostas para algumas perguntas» 
  16. «2015 Resident Participants | The International Writing Program». iwp.uiowa.edu (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2018 

Ligações externasEditar