Antilopinae

Subfamília de mamíferos

Antilopinae é uma subfamília dos Bovidae. As gazelas, os blackbucks, as cabras-de-leque, as gazelas-girafa, os dibatags e as gazelas da Ásia Central, são os representantes dessa subfamília, e são frequentemente chamados "antílopes verdadeiros", termo empregado também para definir o grupo. Os antílopes verdadeiros ocorrem na maioria das regiões da África e da Ásia, mas com a concentração mais elevada de espécies ocorrendo na África Oriental, Eritreia, Etiópia, Somália, Quênia e Tanzânia.

Como ler uma infocaixa de taxonomiaAntilopinae
Antílope-negro (Antilope cervicapra)
Antílope-negro (Antilope cervicapra)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Subfamília: Antilopinae
Gray, 1821
Tribos
9, ver texto

As saigas e os antílopes-tibetanos são relacionados aos antílopes verdadeiros (Antilopinae) e aos caprinos (Caprinae), mas colocados frequentemente em sua própria subfamília, Saiginae. Estes habitam a Ásia Central e Ocidental.

Os dik-diks são colocados às vezes em uma subfamília separada, Neotraginae, e todos vivem na África Subsaariana.

Classificação editar

A subfamília Antilopinae divide-se em 9 tribos, de acordo com as evidências científicas mais atualizadas.[1][2]

Uma taxonomia mais antiga dividia a subfamília Antilopinae em 3 tribos: Antilopini, Neotragini e Pantholopini. A tribo Antilopini dividia-se em Ammodorcas, Antidorcas, Antilope, Eudorcas, Gazella, Litocranius, Nanger, Procapra e Saiga. Neotragini incluía os gêneros Dorcatragus, Madoqua, Neotragus, Oreotragus, Ourebia e Raphicerus. Já a tribo Pantholopini continha somente o gênero Pantholops.[3] Uma classificação posterior elevou a tribo Pantholopini a subfamília Pantholopinae.[4]

Ver também editar

Referências editar

  1. «ASM Mammal Diversity Database». www.mammaldiversity.org. Consultado em 15 de novembro de 2023 
  2. Calamari, Zachary T.; Calamari, Zachary T. (2021). Total evidence phylogenetic analysis supports new morphological synapomorphies for Bovidae (Mammalia, Artiodactyla). no. 3970. New York, NY: American Museum of Natural History 
  3. Grubb, Peter (maio de 2001). «REVIEW OF FAMILY-GROUP NAMES OF LIVING BOVIDS». Journal of Mammalogy (em inglês) (2): 374–388. ISSN 0022-2372. doi:10.1644/1545-1542(2001)082<0374:ROFGNO>2.0.CO;2. Consultado em 21 de novembro de 2023 
  4. Fernández, Manuel Hernández; Vrba, Elisabeth S. (maio de 2005). «A complete estimate of the phylogenetic relationships in Ruminantia: a dated species-level supertree of the extant ruminants». Biological Reviews (em inglês) (2): 269–302. ISSN 1464-7931. doi:10.1017/S1464793104006670. Consultado em 21 de novembro de 2023