Antony Beevor

Antony James Beevor (Winchester, 14 de dezembro de 1946) é um escritor e historiador britânico,[1] educado na renomada Real Academia Militar de Sandhurst[1] e discípulo do mais respeitado historiador britânico sobre a Segunda Guerra Mundial, John Keegan.

Antony Beevor
Antony Beevor
Nome completo Antony James Beevor
Nascimento 14 de dezembro de 1946 (73 anos)
Kensington, Londres, Inglaterra
Nacionalidade Britânico
Cônjuge Artemis Cooper
Filho(s) 2
Alma mater Real Academia Militar de Sandhurst
Ocupação Autor, historiador
Prémios Prêmio Baillie Gifford de Não-ficção
Gênero literário História Moderna
Movimento literário Pós-modernismo
Escola/tradição Abberley Hall School
Winchester College
Serviço militar
Lealdade  Reino Unido
Serviço  Exército Britânico
Anos de serviço 1966-1970
Patente Tenente
Unidades 11th Hussars
Página oficial
www.antonybeevor.com

Descendente de uma família de mulheres escritoras, Beevor escreveu na última década grandes livros de sucesso sobre a guerra como Creta: A Batalha e a Resistência, Stalingrado e Berlim – A Queda 1945, considerados dos melhores e mais detalhados trabalhos sobre cruciais batalhas do conflito mundial. Elogiados e multi-premiados pela crítica por seu estilo vivo, de descrição detalhada e levantamento investigativo e testemunhal dos fatos, os livros trazem também novas informações meticulosamente apuradas, principalmente sobre a pouca estudada ocupação soviética de Berlim.

Beevor sofreu pesadas críticas do governo russo pelos fatos detalhados por ele em Berlim – A Queda 1945, que narram as atrocidades cometidas pelos dois lados ao final da guerra, mas principalmente as cometidas pelo Exército Vermelho contra a população alemã, notadamente o estupro em massa de mulheres de todas as idades nas semanas seguintes à rendição nazista e à ocupação soviética da Alemanha. Em cores fortes, o livro lança luzes sobre este período, o que custou a Beevor a ira oficial russa, sendo chamado de mentiroso e de ter escrito uma calúnia contra o povo que libertou a humanidade do nazi-fascismo, pelo embaixador da Rússia nas Nações Unidas.

ObrasEditar

  • The Spanish Civil War (1982)[1]
  • Crete: The Battle And The Resistance (1991)[1]
  • Paris After The Liberation 1944-1949 (1994)[1]
  • Stalingrad (1998)[1]
  • Berlin: The Downfall 1945 (2002)[1]
  • D-Day, The battle for Normandy (2009)
  • Segunda Guerra Mundial (2012)

Referências

  1. a b c d e f g «Antony Beevor». Consultado em 23 de Abril de 2012 

Ligações externasEditar