Anu-branco

Como ler uma infocaixa de taxonomiaAnu-branco
Guirakuckuck Guira guira.JPG
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1) [1]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Cuculiformes
Família: Cuculidae
Subfamília: Crotophaginae
Gênero: Guira
Lesson, 1830
Espécie: G. guira
Nome binomial
Guira guira
(Gmelin, 1788)
Distribuição geográfica
Área de ocorrência (em laranja)
Área de ocorrência (em laranja)

Anu-branco (nome científico: Guira guira) é uma espécie de ave da família dos cuculídeos que ocorre na América do Sul. É a única espécie do gênero Guira.

EtimologiaEditar

"Anu" e "anum" derivam do termo tupi a'nu.[2] "Guirá-acangatara" vem do tupi wi'rá akãnga'tara, que significa "ave de cocar".[3] "Quiriru" vem do tupi kiri'ru.[4]

Em língua portuguesa, também é popularmente chamado de rabo-de-palha, alma-de-gato (a Piaya cayana também é chamada assim), anu-do-campo, anum-do-campo, pelincho, guirá-acangatara, piló, piriguá e piririta.[5]

DescriçãoEditar

O anu possui uma plumagem predominantemente creme, com uma grande faixa preta no rabo e um topete encrespado alaranjado.

AlimentaçãoEditar

O anu-branco se alimenta de grandes artrópodes, pererecas, lagartos pequenos pássaros e pequenos mamíferos como camundongos. Em épocas de escassez de artrópodes, alimenta-se de frutas, bagas, coquinhos e sementes de forma alternativa.[6] Alimenta-se também de insetos, como as cigarras que apanham em pleno voo.

ReproduçãoEditar

O ninho é construído em forquilhas de árvores a cinco metros do solo. Põe de quatro a sete ovos de cor verde-marinho com uma camada calcária de alto relevo. O ovo tem de dezessete a 25 por cento do peso da fêmea. Fazem ninhos individuais ou coletivos, neste último, sendo encontrados até vinte ovos. Os filhotes abandonam o ninho antes de voar e são alimentados por algumas semanas mais.

Estes hábitos reprodutivos são semelhantes aos do anu-preto.

 
Guira guira - MHNT

HábitosEditar

Anda muito no solo, em bandos de seis a doze indivíduos, ao lado de outras aves, como sabiá-do-campo, anu-preto e pica-pau-do-campo.

Referências

  1. BirdLife International (2012). «Guira guira» 
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.134
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.878
  4. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 438
  5. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.135
  6. Embrapa (ed.). «Anu-Branco». Fauna de Vertebrados de Campinas. Consultado em 16 de Agosto de 2008