Abrir menu principal

Apagão na América do Sul de 2019

Apagão na América do Sul de 2019
Apagão em Obelisco, Buenos Aires.
Hora 07:07h
Data 16 de junho de 2019 (2019-06-16)
Localização Flag of Argentina.svg Argentina (exceto a Terra do Fogo), Flag of Uruguay.svg Uruguai e partes do Flag of Paraguay.svg Paraguai
Tipo Apagão
Causa Desconhecida (sob investigação)

O Apagão na América do Sul de 2019 foi um colapso no fornecimento de energia elétrica, que afetou quase toda a Argentina (exceto a Terra do Fogo[1]), todo o Uruguai e partes do Paraguai,[2] deixando mais de 48 milhões de pessoas sem energia elétrica.

Inicialmente, foi relatado que o apagão também havia afetado o sul do Brasil, entretanto, posteriormente, foi contrariado e negado pelas empresas que realizam a distribuição de energia naquela região.[3] O mesmo aconteceu no Chile, onde as autoridades nacionais negaram o ocorrido.[4]

CronologiaEditar

Em 16 de junho de 2019, às 07h07, a rede elétrica da Argentina "entrou em colapso", segundo o secretário argentino de energia.[1] A falha ocorreu no Sistema Argentino de Interconexão.[5] Somente na Argentina e no Uruguai, 48 milhões de pessoas ficaram sem energia elétrica.[6] O apagão afetou quase toda a Argentina (exceto a Terra do Fogo, no extremo sul do país), todo o Uruguai e partes do Paraguai.[1][5]

Às 07h50, a Edesur, uma distribuidora de energia elétrica na Argentina, anunciou nas redes sociais que toda a Argentina e o Uruguai perderam energia elétrica como resultado do incidente.[1][7] Isso causou interrupções nos metrôs e trens, mas não afetou as viagens aéreas.[1] Às 10h00, segundo a Edesur, a energia já havia sido restaurado em algumas partes de Buenos Aires.[7] A Edesur informou que pode levar muitas horas para restaurar por completo a energia de todos os clientes afetados.[8] Às 13h00, hora local, confirmou-se que a energia elétrica do Uruguai foi restaurada em 75%.[9] No meio da tarde, cinquenta mil pessoas tiveram a energia elétrica restaurada em suas casas na Argentina. Ao norte de Rio Negro, Uruguai, as cidades costeiras e as áreas metropolitanas também tiveram a energia restaurada, como confirmado via Twitter pela UTE, companhia de energia elétrica do Uruguai.[6][10]

Às 13h30 a distribuidora Edersur afirmou que a falha teve origem nas conexões entre as centrais de Yaciretá e de Salto Grande[11][12]

ImpactoEditar

 
Pessoas na província de Formosa, na Argentina, utilizando a lanterna de seus celulares para votarem, devido ao apagão.

Uma das maiores empresas de água da Argentina, a Agua y Saneamientos Argentinos, alertou os que não tem energia para limitar o consumo de água, já que a distribuição de água potável foi afetada pelo corte de energia.[7] O apagão afetou as eleições locais na Argentina, onde os eleitores tiveram que realizar seus votos no escuro, utilizando as lanternas de seus celulares. Em algumas regiões, as eleições foram adiadas.[7]

Várias cidades localizadas nos departamentos de Ñeembucú e Misiones, no Paraguai, ficaram sem energia por pelo menos 30 minutos. A região é abastecida com a energia gerada pela usina de Yaciretá. Para amenizar o problema, foi utilizada energia provinda das usinas de Itaipu e Acaray.[13][14]

InvestigaçãoEditar

Investigações sobre a causa do incidente ocorrido estão sendo realizadas pela Edesur, juntamente com o governo argentino.[15] O presidente argentino Mauricio Macri disse que o apagão foi um evento "sem precedentes" e prometeu uma investigação rigorosa.[16]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e Politi, Daniel (16 de junho de 2019). «Argentina and Uruguay Without Power After 'Massive' Failure». The New York Times. ISSN 0362-4331. Consultado em 16 de junho de 2019 
  2. «Colapso elétrico na Argentina afeta também Uruguai e partes do Paraguai». economia.uol.com.br. Consultado em 19 de junho de 2019 
  3. «Apagão deixa milhões sem energia na Argentina e no Uruguai». Globo (G1). 16 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  4. Coordinador Eléctrico Nacional [coord_electrico] (16 de junho de 2019). «Coordinador Eléctrico Nacional informa que el sistema eléctrico de Chile funciona con total normalidad, luego de la falla que afectó este domingo al sistema interconectado que une a Argentina con Uruguay» (Tweet) (em espanhol). Consultado em 16 de junho de 2019 – via Twitter 
  5. a b McLaughlin, Eliott C. «'Massive failure' leaves Argentina, Paraguay and Uruguay with no power, utility says». CNN. Consultado em 16 de junho de 2019 
  6. a b Shaw, Gabbi (16 de junho de 2019). «A massive power outage left over 48 million people in the dark across entire countries in South America». Business Insider. Consultado em 16 de junho de 2019 
  7. a b c d «Electrical failure cuts power to all of Argentina and Uruguay, supplier says». BBC News. Consultado em 16 de junho de 2019 
  8. «Massive Power Failure Sweeps Across Argentina and Uruguay». Bloomberg. 16 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  9. «📢COMUNICADO DE UTE. A las 13:30 el 75% de los servicios es normal. A las 14 horas conferencia de prensa en el Palacio de la Luz. 👉 VER COMUNICADO ADJUNTO». UTE. 16 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  10. «Ya está restablecido el servicio al norte del Río Negro. También se restituyó en parte del litoral sur y zona metropolitana. Quedan pendientes daños por el temporal. Se sigue trabajando para reponer el resto del sistema.». UTE. 16 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  11. Argentina, Edesur (16 de junho de 2019). «La falla en el sistema argentino de interconexión se originó en una conexión de transporte de electricidad entre las centrales de Yacyretá y Salto Grande, en el Litoral argentino.». @OficialEdesur (em espanhol). Consultado em 16 de junho de 2019 
  12. «Causa do apagão na Argentina e no Uruguai começou no noroeste argentino, diz empresa». G1. Consultado em 16 de junho de 2019 
  13. «El apagón afectó también a Paraguay». Misiones Cuatro (em espanhol). 16 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019 
  14. «Administración Nacional de Electricidad (ANDE) - Paraguay». www.facebook.com. Consultado em 16 de junho de 2019 
  15. Phillips, Tom (16 de junho de 2019). «Millions across South America hit by massive power cut». The Guardian. ISSN 0261-3077. Consultado em 16 de junho de 2019 
  16. «Presidente da Argentina promete investigação sobre apagão massivo». Terra. Consultado em 16 de junho de 2019 

Ligações externasEditar