Abrir menu principal

Apeadeiro de Algoz

apeadeiro em Portugal
Algoz
Apeadeiro de Algoz, em 2010.
Inauguração 10 de Outubro de 1899
Linha(s) Linha do Algarve (PK 306,251)
Coordenadas 37° 10′ 04,27″ N, 8° 18′ 11,85″ O
Concelho Silves
Serviços Ferroviários Regional
Horários em tempo real
Serviços Acesso para pessoas de mobilidade reduzida

O Apeadeiro de Algoz, originalmente conhecido por Algôs, é uma interface da Linha do Algarve, que serve a localidade com o mesmo nome, no Concelho de Silves, em Portugal.

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: História da Linha do Algarve
 
Aviso de 1905, onde interface está listada com a categoria de estação, e o nome de Algôs.

Nos finais do Século XIX, foi estudada a construção do Ramal de Portimão, que deveria ligar a o Caminho de Ferro do Sul à vila de Portimão, tendo sido desde logo programada a instalação de uma gare para servir a localidade de Algoz.[1] O troço entre Tunes e Algoz foi inaugurado em 10 de Outubro de 1899.[2][3] O comboio inaugural, constituído pela locomotiva n.º 14, um furgão e uma carruagem de passageiros de cada classe, saiu de Tunes às 5 horas e 15 minutos da manhã, e chegou à estação de Algoz cerca de um quarto de hora depois, onde foi recebido por uma grande quantidade de população e pelas autoridades locais; a estação foi decorada para o efeito, e a cerimónia contou com a presença de vários altos funcionários dos Caminhos de Ferro do Estado, incluindo o chefe do movimento, Honorato de Sousa.[2] O comboio saiu da estação às 5 horas e 40 minutos, para a viagem de regresso.[2]

Algoz serviu como estação terminal provisória do ramal até 19 de Março de 1900, data em que entrou ao serviço o lanço seguinte, até Poço Barreto.[4]

Em 1913, existiam serviços de diligências ligando a estação de Algôs a Alcantarilha, Guia e Pera.[5]

Em 1933, foram aprovadas obras de calcetamento do cais desta interface, que ainda apresentava, nessa altura, a categoria de estação.[6]

Serviço ferroviárioEditar

Estação anterior   Comboios de Portugal Estação seguinte
Tunes   CP Regional
Linha do Algarve
  Alcantarilha

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Há Quarenta Anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 49 (1198). 16 de Novembro de 1937. p. 541. Consultado em 19 de Agosto de 2013 
  2. a b c «Há Quarenta Anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 51 (1238). 16 de Julho de 1939. p. 339. Consultado em 21 de Outubro de 2014 
  3. TORRES, Carlos Manitto (1 de Fevereiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1683). p. 76-78. Consultado em 15 de Março de 2015 
  4. «Silves a Portimão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 16 (361). 1 de Janeiro de 1903. p. 3-4. Consultado em 30 de Julho de 2012 
  5. «Serviço de Diligencias». Guia official dos caminhos de ferro de Portugal. 39 (168). Outubro de 1913. p. 152-155. Consultado em 9 de Fevereiro de 2018 
  6. «Direcção Geral de Caminhos de Ferro: Comissão Administrativa do Fundo Especial» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1102). 16 de Novembro de 1933. p. 601-602. Consultado em 30 de Julho de 2010 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre o Apeadeiro de Algoz

Ligações externasEditar