Apeadeiro de Branca

apeadeiro em Portugal

O Apeadeiro de Branca foi uma interface ferroviária da Linha do Vouga, que servia a localidade de Branca, no Distrito de Aveiro, em Portugal.

Branca
Identificação: 44461 BRC (Branca)[1]
Denominação: Apeadeiro de Branca
Administração: Infraestruturas de Portugal (norte)[2]
Classificação: A (apeadeiro)[1]
Linha(s): Linha do Vouga (PK 45,949)
Altitude: 157.47 m (a.n.m)
Coordenadas: 40°45′54.18″N × 8°28′59.79″W

(=+40.76505;−8.48328)

Mapa

(mais mapas: 40° 45′ 54,18″ N, 8° 28′ 59,79″ O; IGeoE)
Município: border link=Albergaria-a-VelhaAlbergaria-a-Velha
Serviços: sem serviços
Conexões:
Ligação a autocarros
Ligação a autocarros
 
Serviço de táxis
Serviço de táxis
CP
Endereço: Beco da Estação, s/n
PT-3850-513 Branca ALB
Inauguração: 1 de abril de 1909 (há 115 anos)
Encerramento: 2013 (há 10 anos)
Website:
 Nota: Este artigo é sobre o apeadeiro na Linha do Vouga, em Portugal. Se procura o outro apeadeiro na Linha do Vouga situado em Branca, veja Apeadeiro de Albergaria-a-Nova. Se procura a estação da Linha do Alentejo, veja Estação Ferroviária de Casa Branca. Se procura a estação em São Paulo, no Brasil, veja Estação Água Branca.
Apeadeiro de Branca, em 2010.

Caracterização

editar

A superfície dos carris (plano de rolamento) da estação ferroviária de Branca ao PK 46+000 situava-se à altitude de 15 747 cm acima do nível médio das águas do mar.[3] O edifício de passageiros situava-se do lado poente da via (lado esquerdo do sentido ascendente, a Viseu).[4]

História

editar

Em 1894, no ante-projecto para o troço do caminho de ferro do Valle do Vouga de Espinho ao Rio Caima, estava programada a construção da Estação de Branca, junto à Estrada Real.[5]

Esta interface insere-se no troço entre Oliveira de Azeméis e Albergaria-a-Velha, que abriu à exploração em 1 de Abril de 1909.[6] Tinha originalmente estatuto de estação,[3] tendo sido mais tarde[quando?] (antes de 1985)[4] despromovido à categoria de apeadeiro.

Em 2013 os serviços ferroviários foram suspensos no troço entre Oliveira de Azeméis e Sernada do Vouga (incl. Branca), por motivos de segurança, circulando apenas composições com fins técnicos (inspeção, manutenção, etc.), sendo o transporte de passageiros neste trajeto efetuado por táxis ao serviço da C.P. que frequentam locais próximos de cada estação e apeadeiro para tomadas e largadas.[7][8]

Ver também

editar

Referências

  1. a b (I.E.T. 50/56) 56.º Aditamento à Instrução de Exploração Técnica N.º 50 : Rede Ferroviária Nacional. IMTT, 2011.10.20
  2. Diretório da Rede 2025. I.P.: 2023.11.29
  3. a b Linha do Vale do Vouga. Companhia Portugueza para a Construção e Exploração de Caminhos de Ferro: s.l., s.d. (Mapa e tabela de distâncias e altitudes.)
  4. a b (anónimo): Mapa 20 : Diagrama das Linhas Férreas Portuguesas com as estações (Edição de 1985), CP: Departamento de Transportes: Serviço de Estudos: Sala de Desenho / Fergráfica — Artes Gráficas L.da: Lisboa, 1985
  5. «Há Quarenta Anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1113). 1 de Maio de 1934. p. 244. Consultado em 1 de Abril de 2015 
  6. «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. p. 528-530. Consultado em 1 de Abril de 2015 
  7. CP transportou 337.270 clientes na Linha do Vouga em 2020”. Azeméis.Net / Agência Lusa
  8. «Comboios regionais - Linha do Vouga» (PDF). Comboios de Portugal. 31 de Agosto de 2014. Consultado em 6 de Abril de 2015 

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.